Início Giro Pelas Ligas de Basquete WNBA - Basquete Feminino WNBA vive últimos dias da temporada regular com disputa pela única vaga...

WNBA vive últimos dias da temporada regular com disputa pela única vaga dos playoffs

Três equipes e uma esperança: a última vaga nos playoffs da WNBA 2020
Foto: Divulgação/WNBAE

Três equipes e uma esperança: a última vaga nos playoffs da WNBA 2020

Em busca dos playoffs da WNBA, o Dallas Wings está à frente do Washington Mystics por meio jogo e do Atlanta Dream pela oitava e última vaga no playoff. O Dallas joga contra o Chicago na sexta-feira (11) antes de encerrar sua temporada regular contra o New York no domingo (13). 

Já conhece o canal do Área Restritiva no Youtube? Clique e se inscreva

O Washington termina com três jogos em quatro dias, jogando hoje (10) contra o Los Angeles Sparks, no sábado (12) contra o New York Liberty e finalmente com o Atlanta no domingo (13). O Dream enfrenta Connecticut nesta sexta-feira antes de seu final da temporada regular contra os Mystics.

Na rodada da WNBA no dia 09, o Atlanta Dream venceu o Chicago Sky para manter viva as esperanças dos playoffs. O líder da WNBA, Seattle Storm, venceu o Dallas Wings pela sexta vitória consecutiva;  Phoenix Mercury sobreviveu ao Connecticut Sun na prorrogação. Confira abaixo o que aconteceu na rodada de quarta-feira: 

Phoenix Mercury 100 x 95 Connecticut Sun 

Na dobradinha da semana entre Phoenix Mercury (13-8) e Connecticut Sun (10-11), a equipe de Diana Taurasi abriu 22 pontos antes de bater o  Sun 100 a 95 na prorrogação na noite de quarta-feira.

O Sun venceu o Phoenix por 85 a 70 na segunda-feira (07) e quebrou sua seqüência de seis vitórias consecutivas. O Mercury venceu sete dos últimos oito jogos, ficando a menos de meio jogo do quarto colocado, Minnesota Lynx.

As duas equipes estão se dirigindo para os playoffs e se revezaram parecendo muito mais afiadas em períodos diferentes, conforme a temporada regular termina nos próximos dias. O Sun começou o segundo tempo marcando os primeiros nove pontos e estendeu esse trecho para uma sequência de 33 a 10. 

+Quer ler mais sobre a ‘W’? A cobertura completa da WNBA você lê no Área.

O Phoenix liderou por 40 a 18 no meio do segundo quarto, mas o Sun usou uma sequência de 33-10 para levar três pontos para o quarto período. A equipe avançou para  64 a 61 no final do terceiro período. Phoenix liderava a partida por 51 a 31 no intervalo, depois que   marcou uma cesta no segundo final do tempo, dando a ela 16 pontos no jogo. 

A camisa 4 colocou o Mercury em 82 a 81 com uma jogada de três pontos faltando um minuto para o fim da partida. DeWanna Bonner igualou isso na próxima posse de bola de Connecticut, mas o Mercury empatou o jogo em uma bandeja de Kia Vaughn.

Dois rebotes ofensivos pareciam dar ao Sun uma chance para o último tiro, mas uma virada saindo de um tempo limite deu a posse de bola ao Mercury com 17,2 segundos para o final. Isso criou uma cesta de Diggins-Smith antes de Bonner colocar o Sun no topo com uma cesta de três pontos na marca de 6,5 segundos.

Após uma virada do Phoenix, Bonner conseguiu uma vantagem de três pontos ao acertar dois lances livres. Mas Diggins-Smith estendeu o jogo para o overtime com uma de suas três cestas de três pontos, 89 a 89. 

Uma bola de três pontos de Diana Taurasi colocaram Phoenix Mercury à frente para ficar, 94 a 91, na marca de um minuto restante na prorrogação, administrando a vitória de 100 a 95.

Skylar Diggins-Smith, cujos longos três pontos na campainha forçou a prorrogação, terminou com 33 pontos, 01 rebote, 06 assistências, 02 roubos de bola e 01 toco. E Taurasi marcou  28 pontos, 02 rebotes e 07 assistências. Brianna Turner fez 10 pontos, o recorde de sua carreira com 21 rebotes, cinco assistências e quatro bloqueios para o Phoenix.

DeWanna Bonner fez um duplo-duplo com 32 pontos e 10 rebotes;  Alyssa Thomas somou 18 pontos, 17 rebotes, cinco assistências e três roubos de bola para Connecticut.

Atlanta Dream 97 x 89 Chicago Sky

O Atlanta Dream (6-14) superou um déficit de 18 pontos no segundo tempo para derrotar o Chicago Sky (11-10) por 97 a 89 para manter viva suas esperanças nos playoffs. O Sky perdeu quatro jogos consecutivos e seis dos últimos sete.

Depois de um primeiro período fechado, Chicago teve um excelente segundo período. O Sky marcou 34 pontos no quarto, enquanto acertava 13 de 21 dos arremessos em quadra. 

Enquanto Atlanta lutava para manter o ritmo no segundo quarto, Chennedy Carter manteve o time no jogo. Ela marcou 14 pontos no primeiro tempo, com o Dream perdendo por 55 a 45.

O Sky continuou dominando no início do segundo tempo e aumentou sua liderança para 18 pontos. Mas o Atlanta começou a ganhar vantagem lentamente e as bolas começaram a cair nos minutos finais do terceiro período. 

Shekinna Stricklen acertou uma cesta de três pontos faltando 54 segundos para o fim do terceiro quarto, empatando o jogo em 73 e completando o retorno de 18 pontos em menos de sete minutos. Duas cestas rápidas no início do quarto período deram ao Atlanta a primeira vantagem desde meados do quarto período.

O Chicago empatou novamente, mas os cinco minutos finais do jogo foram todos do Dream. Monique Billings acertou um chute a 98 segundos do fim e subiu oito pontos que provaram ser a gota d’água que quebrou o jogo do Sky.

Pelo Dream, os destaques foram o duplo-duplo de Betnijah Laney com 24 pontos e 10 rebotes, e Courtney Williams adicionando 20 pontos e 10 rebotes. 

Chennedy Carter fez 16 pontos, Blake Dietrich marcou 15 e Elizabeth Williams acrescentou 11 pontos e 10 rebotes, colocando o Atlanta um jogo atrás do Dallas na vaga final do playoff depois que os Wings perderam para o Storm.

Courtney Vandersloot terminou com 22 pontos e 11 assistências,  Kahleah Copper e Allie Quigley adicionaram 17 pontos cada uma para o Chicago Sky. 

Dallas Wings 95 x 107 Seattle Storm

O Dallas Wings (7-12) precisa vencer dois dos últimos três jogos da fase regular da WNBA para controlar seu destino e suas esperanças de chegar aos playoffs. E sabemos que o caminho para o final da temporada regular não é fácil.

Na segunda partida de quarta-feira (09), os Wings enfrentaram o time nº 1 da classificação geral da WNBA,  Seattle Storm (17-3).  Entrando no jogo, Seattle era o favorito para vencer os Wings e venceu por 107 a 95, garantindo sua vaga como uma das duas primeiras equipes na disputa do playoff.

Com a derrota, o Dallas está agora meio jogo à frente do Washington Mystics, que os Wings derrotaram no domingo (06) na prorrogação pelo segundo jogo entre os dois times.  Os Wings estão um jogo à frente do Atlanta Dream que venceu o Chicago  Sky – que o Dallas enfrenta na sexta-feira (11).

As equipes tiveram um início de tiro quente, e trocaram várias ligações e empates no primeiro quarto, com Dallas terminando por cima por um ponto, 29 a 28. Alysha Clark e  Natasha Howard  lideraram o Storm com seis pontos por cada, e ambas as equipes acertaram mais de 50% dos arremessos em quadra com uma ofensiva forte. 

No segundo quarto, igualdade ofensiva, com ambas equipes segurando mais de 50% dos arremessos em quadra e marcando à vontade. Depois de mais ações para frente e para trás, o Storm liderou o Dallas por 55 a 54, com Breanna Stewart liderando com 11 pontos após uma cesta no último segundo colocando Storm à frente por 55 a 54. Dallas teve cinco artilheiras de dois dígitos no intervalo.

No segundo tempo, Storm começou a se separar no final do terceiro quarto, construindo uma vantagem de dois dígitos com oito minutos para o fim, 26 a 20. Terminando o jogo com 107 pontos, o recorde da temporada, e arremessando bem mais de 50%, o Storm segurou os Wings para sua sexta vitória seguida.

O Storm foi liderado por  Breanna Stewart, que garantiu mais um duplo-duplo com 23 pontos, exibindo 11 rebotes, e  Jewell Loyd , que marcou 23 pontos e pegou sete rebotes. E Sue Bird acrescentou 10 pontos e nove assistências antes de deixar o jogo após bater os joelhos com Satou Sabally no meio do quarto período.

Satou Sabally liderou o Dallas com 25 pontos antes de deixar o jogo. Allisha Gray marcou 17 pontos e Arike Ogunbowale, que lidera artilharia da liga com 21,9 pontos por jogo, adicionou 15 em 4 de 15 arremessos. Ela não marcou no segundo tempo.

Agenda do dia WNBA

20h- New York Liberty x Indiana Fever, League Pass 
21h- Las Vegas Aces x Minnesota Lynx, League Pass  
23h- Washington Mystics x Los Angeles Sparks, League Pass

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canae se inscreva.

Já imaginou um grupo para discutir Basquete como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.