Com o fim da temporada regular, os playoffs da WNBA começam com jogos de eliminação única na primeira rodada na próxima terça-feira (15)

Na classificação geral da temporada regular da WNBA 2020, os primeiros colocados Las Vegas Aces (18-4) e Seattle Storm (18-4), só jogarão nas semifinais; enquanto Los Angeles Sparks (15-7) e Minnesota Lynx (14-8) entrarão na segunda rodada.

Phoenix Mercury (13-9), Chicago Sky (12-10), Connecticut Sun (10-12) e Washington Mystics (9-13) não terão descanso e iniciarão suas trajetórias nos playoffs a partir da primeira fase.

Vale ressaltar que cada uma das 12 equipes da WNBA disputou 22 jogos na temporada regular neste ano, em um formato reduzido em relação às temporadas tradicionais por conta da pandemia do coronavírus. 

Já conhece o canal do Área Restritiva no Youtube? Clique e se inscreva

Os Playoffs da WNBA 2020  terão o mesmo formato das últimas temporadas, com jogos únicos eliminatórios nas duas primeiras rodadas, seguidos de uma série melhor de cinco jogos nas semifinais e nas finais. Os Playoffs iniciam na próxima terça-feira, 15 de setembro.

Três jogos colocaram um fim na temporada regular da WNBA nesse domingo (13), Las Vegas Aces venceu Seattle Storm e conquistou o primeiro lugar nas eliminatórias da WNBA. E Washington Mystics conquista a oitava colocação e última vaga no playoff, confira o que aconteceu na rodada:

Dallas Wings 82 x 79 New York Liberty

O New York Liberty encerrou sua temporada regular com outra derrota difícil nos minutos finais para o Dallas Wings, por 82 a 79.  Já eliminado a algumas rodadas, Liberty termina sua temporada com duas vitórias e 20 derrotas. 

Do outro lado, os Wings (8-13) mantinha suas esperanças de playoff. Esperança perdida após a vitória de Washington Mystics contra o Atlanta Dream, Mystics garantiu a última vaga nos playoffs. 

No primeiro quarto, New York liderou Dallas com uma corrida de 14-11, convertendo 60% dos arremessos de quadra. Dallas recuperou a liderança do quarto, com uma bandeja de ataque rápido de Arike Ogunbowale, os Wings superaram o Liberty por 23 a 17.

No segundo quarto, o Dallas teve uma sequência de 12-3 para conquistar uma vantagem de 16 pontos. N entanto, Liberty fez uma sequência de 16-5 e reduziu o déficit para 5 no intervalo. Neah Odom marcou 14 pontos, o melhor de sua carreira, na primeira metade da competição.

New York voltou do vestiário abrindo uma corrida de 6-0 para levar uma vantagem de 44-41. A equipe ampliou a liderança para até 8 pontos e superou o Dallas por 31 a 22 no terceiro quarto. Jazmine Jones marcou 14 pontos apenas no terceiro quarto. Os Wings tiveram a vantagem de marcar na última etapa, vencendo o Liberty por 19 a 12 no último quarto.

Destaques da partida 

Dallas Wings
Arike Ogunbowale: 26 pontos, 05 rebotes, 03 assistências e 01 roubo de bola; 
Marina Mabrey: 24 pontos, 06 rebotes, 01 assistência, 03 roubos de bola e 01 toco; 
Tyasha Harris: 10 pontos, 02 rebotes, 05 assistências e 04 roubos de bola.

New York Liberty
Jazmine Jones: 21 pontos, 07 rebotes e 04 assistências;
Leaonna Odom: 20 pontos, 01 rebote, 01 assistência e 03 roubos de bola;
Amanda Zahui B: 13 pontos, 10 rebotes, 04 assistências, 01 roubo de bola e 01 toco; 
Kia Nurse: 12 pontos, 07 rebotes e 07 assistências.

Las Vegas Aces 86 x 84 Seattle Storm

Las Vegas Aces venceu Seattle Storm por 86 a 84  e conquistou o primeiro lugar nas eliminatórias da WNBA. Cada equipe terminou com 18 vitórias e quatro derrotas, mas o Aces venceu os dois encontros da temporada regular para obter o desempate e a primeira vaga.

Ambas as equipes ganharam despedidas duplas da semifinal melhor de cinco, que começa no próximo domingo. O Seattle jogou sem a atacante Breanna Stewart e a armadora Sue Bird, que foram impedidas devido a lesão.

No primeiro quarto, Seattle Storm marcou 15 dos primeiros 20 pontos do jogo, 27 a 20. A equipe de Seattle manteve uma vantagem de sete pontos no início do segundo quarto, quando Las Vegas marcou 9 direto para assumir a liderança, 46 a 44.

+Quer ler mais sobre a ‘W’? A cobertura completa da WNBA você lê no Área.

As defesas fecharam no terceiro quarto, com os dois times atirando bem abaixo do que estavam antes, mas Jewell Loyd saiu em chamas pelo Storm. Ela marcou 19 de seus 22 pontos no terceiro quarto e ajudou o Seattle a ganhar uma vantagem de dois pontos no quarto período, 66 a 64.

O arremesso de Jewell Loyd com menos de seis minutos para o fim da partida, colocou o Storm em 79 a 74. Kayla McBride com uma cesta de três pontos 17 segundos depois, e Hamby com mais três pontos acendeu o Las Vegas a liderar o resto do caminho. Apesar de um forte esforço defensivo, o Storm não conseguiu ofender o suficiente na reta final para fazer um rally tardio e vencer o jogo final.

Destaques da partida 

Las Vegas Aces
A’Ja Wilson: 23 pontos, 07 rebotes, 02 assistências, 02 roubos de bola e 03 tocos; 
Dearica Hamby: 23 pontos, 07 rebotes, 08 assistências e 02 roubos de bola; 
Danielle Robinson: 13 pontos, 06 rebotes, 04 assistências e 01 toco;
Kayla McBride: 10 pontos, 01 rebote e 01 assistência.

Seattle Storm
Jewell Loyd: 30 pontos, 04 assistências, 01 roubo de bola e 01 toco;
Alysha Clark: 16 pontos, 07 rebotes e 03 assistências;

Washington Mystics 85 x 78 Atlanta Dream

Jogando pelo segundo dia consecutivo, o Washington Mystics mostrou sua mentalidade de campeão na vitória contra o Atlanta Dream.  Depois que o Dallas Wings – que também estava lutando pela oitava vaga – perdeu na noite de sexta-feira (11) para o Chicago Sky, o Mystics teve que vencer seus dois jogos restantes para se qualificar para os playoffs.  Em outras palavras, a equipe controlava seu próprio destino.

Foi necessária uma vitória convincente sobre o New York Liberty (2-20) na noite passada e uma partida de xadrez contra o Dream (7-15), mas os campeões da WNBA de 2019 estão de volta na pós-temporada para defender seu título. 

Uma largada de 3 a 0 previa um resultado entre os três primeiros para os Mystics, mas um trecho tórrido viu o time cair sete em uma linha e ir 1-12 em 13 jogos.  Apesar da temporada mais desafiadora do basquete WNBA, os Mystics fizeram o que os campeões fazem, eles encontraram um caminho.

 Após a denúncia de abertura, e a subsequente primeira posse de cada trimestre, os Mystics and Dream demoraram a violar o jogo para chamar a atenção para as questões de justiça social nos Estados Unidos.  A violação do relógio de tiro também teve o objetivo de conscientizar sobre a importância do registro eleitoral e a perniciosidade da supressão eleitoral.

No primeiro quarto, ficou claro que o objetivo do Atlanta era desacelerar Myisha Hines-Allen – um dos principais candidatos para o jogador que mais se aprimorou.  Coincidentemente, o Atlanta alinhou-se com o jogador em competição direta com Hines-Allen – Betnijah Laney (27 pontos, seis rebotes em 68,8 por cento de arremessos de campo).

O Dream saiu à  frente com uma vantagem inicial de sete pontos. Mas tudo mudou de direção quando os Mystics decolaram para uma corrida de 13-2 nos três minutos finais do primeiro período, 27 a 22.

O Washington liderou por cinco pontos no segundo quarto, mas teve dificuldade para continuar crescendo, pois ficou sem gols por quatro minutos, permitindo que o Dream levasse vantagem.

Atlanta teve uma vantagem de oito pontos no meio do segundo período em um salto elétrico de três pontos por Shekinna Stricklen. Os Mystics lutaram por seu caminho de volta mais uma vez e tiveram uma leve vantagem de 44 a 43 no intervalo.

Durante os últimos períodos, Washington teve de segurar firme a liderança porque Atlanta não ir8a desistir fácil. Mas toda vez que o Dream fazia um empurrão, os Mystics respondiam de volta. 

Dois lances livres feitos por Betnijah Laney, do Atlanta, colocaram a equipe em uma ótima posição para correr e roubar a liderança. Dream perdia por 73 a 71, faltando pouco mais de quatro minutos para o término do jogo. Nos esforços de última hora de Atlanta para fazer um retorno, Myisha Hines-Allen e Ariel Atkins lideraram a partida e fizeram tiros de embreagem nos momentos certos, para fechar a vitória por 86 a 78.

Destaques da partida

Washington Mystics
Ariel Atkins: 26 pontos, 03 rebotes, 05 assistências, 02 roubos de bola e 01 toco;
Myisha Hines-Allen: 16 pontos, 10 rebotes, 01 assistência, 01 roubo de bola e 02 tocos;
Emma Meesseman: 14 pontos, 03 rebotes, 07 assistências e 02 tocos;
Kiara Leslie: 11 pontos e 05 rebotes.

Atlanta Dream
Chennedy Carter: 26 pontos, 05 rebotes e 02 assistências;
Betnijah Laney: 25 pontos, 06 rebotes, 01 assistência e 01 roubo de bola

Agenda Playoffs WNBA – 1°rodada 

Agora é playoffs! Os próximos jogos da WNBA abrirá a primeira rodada dos playoffs, confira os confrontos abaixo:

20h – Connecticut Sun x Chicago Sky, League Pass 
22h – Washington Mystics x Phoenix Mercury, League Pass 

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canae se inscreva.

Já imaginou um grupo para discutir Basquete como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.