A primeira semana da Liga de Basquete Feminino – 2014/15 tem sequencia neste sábado, dia 06 de Dezembro, às 11h00, com o derby da capital pernambucana, entre Uninassau/América e Sport Recife, no ginásio Wilson Campos, no SESC Santo Amaro, em Recife-PE, com transmissão ao vivo pelo SporTV.

O ‘caçula’ Uninassau/América realiza a sua segunda partida na competição. Na estreia, o time comandado pelo técnico Roberto Dornelas suplantou ao São José/Colinas Shopping, atuando em seus domínios, por 75 a 73, em partida bastante equilibrada e emocionante, que foi decidida nos segundos finais.

“Estou muito feliz por disputar um derby no estado, com uma expectativa muito grande e bastante salutar, já que as torcidas prometem comparecer, pois o pernambucano passou a ter duas equipes para torcer, como eles já afirmaram, além de gostar bastante de basquete. Vai ser difícil esse jogo dentro de mim, mas fora eu sou o mesmo profissional”, relata Roberto Dornelas, técnico do Uninassau/América.

Para Nádia Colhado, a cidade vai respirar basquete mais uma vez, mas de forma saudável.

“Vai ser um jogo com a cara de Pernambuco. Nós temos amigas lá e não vamos entrar em quadra com sentimento de rivalidade, como estão falando. Vai ser um jogo como qualquer outro”, diz a pivô. Mas a ansiedade, a pivô não faz questão de esconder. “A ansiedade é enorme, mas é normal. No dia que eu parar de sentir isso, eu posso parar de jogar basquete”, completa.

A experiente Adrianinha Moisés também pensa o mesmo.

“Tivemos a ansiedade da estreia e agora temos a ansiedade desse derby, mas isso faz parte do esporte”, comenta a armadora, lembrando que a rivalidade só está no papel. “Temos muito respeito e carinho pelo clube, assim como pelas atletas, que são nossas amigas, mas agora a gente está do outro lado e vamos dar o nosso melhor na partida”, acrescenta.

Já o Sport Recife entra no campeonato com um elenco totalmente remodelado, buscando entrosar e crescer com a sequência das rodadas. O técnico será o experiente Rio Accioly, que contará com estes reforços:
Bethânia Vasconcelo, ex-Rio Claro;
Erica Wheeler, ex- Mersin Kurtulus/Turquia;
Luana Batista, ex-São José;
Laís Tobias, ex-Ourinhos;
Raphaela Monteiro, ala- ex-Mangueira;
Brandie Baker, ala – ex-Los Angeles Sparks/EUA;
Gessiane Araújo, ex-Barretos;
Luciana Angeloni, ex-Joinville;
Toluwani Omotola, ex-Hapoel Rishon/Israel;
Fernanda Neves, ex-Náutico.

“A nossa equipe está se formando e não contaremos com o elenco completo neste primeiro jogo. O América é uma equipe, a meu ver, que tem o melhor elenco juntamente coma ADCF Unimed/Americana e, certamente, são duas equipes que irão lutar pelo titulo. O nosso projeto é consolidar o Sport Recife no cenário nacional e crescer ao longo do campeonato”, analisa o técnico Rildo Accioly.

“Sabemos da superioridade do adversário, além dos valores individuais, eles têm um conjunto muito forte e já estão treinando, se preparando há muito tempo. Mas, independente disso, vamos lutar pelo jogo a cada segundo”, completa a armadora Bethânia Vasconcelos, armadora do Sport Recife.

Esta é a terceira participação do Sport Recife na LBF. Nas duas anteriores, o Rubro Negro foi campeão 2013 e vice-campeão 2013/14.

As duas torcidas prometem comparecer em grande número e isso será bastante salutar ao derby da capital pernambucana, que será jogado pela primeira vez na Liga de Basquete Feminino.

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.