A WNBA Bubble continua a todo vapor, confira abaixo o resumo dos confrontos da última quinta-feira (06).

A sexta rodada da WNBA veio para trazer um tom diferente para a competição, tem vitória do Connecticut Sun e quebra de recorde em partida do Storm, sem falar da dupla Diana Taurasi e Brittney Griner.

Chennedy Carter pontua 35 pontos e quebra marca em derrota para Storm 

Breanna Stewart em boa atuação converteu 27 pontos, pegou oito rebotes e realizou três assistências, reforçando o Seattle Storm na vitória contra o Atlanta Dream no final do último quarto por 93 a 92. 

Jewell Loyd contribuiu com 20 pontos, cinco rebotes e quatro assistências para Seattle (5-1). Jordin Canadá fez 14 pontos e seis assistências, enquanto Alysha Clark fez 13 pontos com quatro rebotes e quatro assistências.

Sue Bird não jogou devido a uma contusão óssea no joelho esquerdo. Reserve Epiphanny Prince deixou a Wubble por razões pessoais.

Já conhece o canal do Área Restritiva no Youtube? Clique e se inscreva!

Pelo Dream, Chennedy Carter liderou a equipe com 35 pontos. Carter terminou 11 de 17 arremessos, incluindo 3 de 4 do intervalo de 3 pontos e fez todos os 10 de seus lances livres.

Carter, 21 anos, se tornou a jogadora mais jovem da história da WNBA a pontuar mais de 30 pontos em um jogo, de acordo com a ESPN. Ela também quebrou um recorde de Dream, por maior pontuação já marcada por uma novata. 

A última jogadora da WNBA com 35 ou mais pontos em um jogo da temporada regular foi Kelsey Mitchell, do Indiana Fever, que marcou 38 pontos contra o Connecticut Sun em 8 de setembro de 2019.

O Atlanta (2-4) perdeu sua terceira partida, apesar de 35 pontos e sete assistências da novata Chennedy Carter. Betnijah Laney fez 20 pontos e Courtney Williams acrescentou 13.

O Storm assumiu o controle no início, subindo para uma vantagem de 31 a 16 após o primeiro quarto. A equipe ainda tinha uma vantagem de 15 pontos, 54-39, no intervalo.

O Dream liderou por 14 a 8, mas Seattle terminou o primeiro quarto com uma sequência de 23 a 2. Stewart foi a vela de ignição, pois marcou os nove primeiros pontos durante a explosão.

Jordin Canada converteu uma cesta no minuto final do período. Atlanta chegou a um dígito em um ponto durante o segundo período, mas o Storm terminou a metade em 12-6.

O Dream reforçou sua defesa e venceu o Storm 22-13 no terceiro período, ficando em seis pontos de diferença, 67-61. O Dream causou a maior parte de seus danos nos três minutos finais do período, superando o Seattle 13-4.

Atlanta reduziu a vantagem do Storm para um nos dois primeiros minutos do último quarto. Uma bandeja de Williams com 6:31 restantes deu ao Dream uma vantagem de 71-70. Não durou muito, já que Seattle marcou os oito pontos seguintes, incluindo quatro de Loyd.

Carter acertou um jump com 39 segundos para reduzir a vantagem do Storm para cinco. O Dream marcou em todas as suas posses, mas o Storm fez seus lances livres no minuto final, incluindo dois de Canada nos segundos finais, para garantir a vitória.

Phoenix Mercury conquista quarta vitória seguida 

Diana Taurasi e Brittney Griner marcaram 22 pontos cada uma, no triunfo de Phoenix Mercury contra o Chicago Sky por 96 a 86, Mercuy soma a quarta vitória consecutiva.

O Sky alcançou uma vantagem de 16 a 8, antes do Mercury rodar 24-2 nos últimos quatro minutos do quarto e liderar por 14 no final do primeiro.  Taurasi empatou o jogo aos 16 com uma jogada de quatro pontos, Brianna Turner seguiu com um lay-up e Phoenix liderou o resto do caminho.

Pouco antes do intervalo, Taurasi fez três pontos com 2,2 segundos restantes para roubar parte do momento de Chicago e o Mercury (4-2) liderou com 55-49.

No terceiro quarto, Courtney Vandersloot levou o Sky entre 60-59, mas Taurasi pontuou três vezes em menos de um minuto para abalar novamente Chicago.

Skylar Diggins-Smith e Shatori Walker-Kimbrough pontuaram 17 pontos cada na vitória. Pelo Sky, Vandersloot pontuou 21 pontos, Kahleah Copper 18 e Allie Quigley 13.

Connecticut Sun conquista sua primeira vitória na Wubble 

Com seu esforço de pontuação mais equilibrado até agora, o Connecticut Sun conquistou a primeira vitória da temporada por 91 a 68 sobre o Dallas Wings.

Brionna Jones liderou o caminho com 17 pontos no arremesso de 7 por 11, é o terceiro jogo consecutivo em que ela pontuou 15 ou mais.  Alyssa Thomas ajudou com 15 pontos e 10 rebotes.  Jasmine Thomas e Natisha Hiedeman adicionaram 14 cada uma.  

O banco contribuiu com 23 pontos.  Os 91 pontos da equipe e 54,5% de chutes de campo foram os melhores da temporada, em grande parte devido a uma noite dominante na pintura (52 pontos).

Pelo Dallas, Arike Ogunbowale liderou com 17 pontos e Isabelle Harrison e Tyasha Harris do banco marcaram 12 e 10 respectivamente.  

O Sun (1-5) realizou uma forte atuação defensiva, mantendo o Wings (2-4) com 38,4% nos arremessos e o explosiva Arike Ogunbowale com 17 pontos (7 por 16).  Nenhum outro jogador de Dallas tinha mais de 12, e Connecticut marcou 25 pontos nos turnovers do Wings.

Para iniciar o jogo, o Sun forçou cinco turnovers nos primeiros cinco minutos e marcou 13 pontos sem resposta antes de terminar o primeiro período com 23-8. E não foi contestado pelo restante do jogo.

Com Jonquel Jones no banco a maior parte do segundo período devido a problemas de falta, o Wings se recuperou, chegando a oito no meio do período, mas o Sun impediu o esforço ao converter da linha e com cestas de Kaila Charles e Jasmine Thomas para recuperar o impulso

O Suns voltou do intervalo com 43-31, após alguns arremessos fortes e forçando 12 turnovers dos Wings continuou controlando o terceiro quarto. A equipe construiu uma vantagem de 16-5, com três de Hiedeman na marca de 1:59 elevando sua liderança para 20. Finalmente, superando o Wings por 26 a 17 no período, a primeira vez que eles “venceram” o terceiro quarto desta temporada.

Jogos da WNBA hoje:

19h – Indiana Fever x Minnesota Lynx, League Pass
20h – New York Liberty x Washington Mystics, League Pass
22h – Los Angeles Sparks x Las Vegas Aces, League Pass

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canal. Vídeos três vezes por semana.

Já imaginou um grupo para discutir Basquete como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.