Você pode ter gostado do documentário The Last Dance, mas tem algumas pessoas que não tem a mesma opinião

The Last Dance, é um documentário que foi seriado em 10 episódios, que foram lançados de dois em dois episódios pela ESPN Norte-Americana e pela Netflix, o lançamento acabou sendo antecipado aproveitando o gap deixado pela suspensão da temporada regular da NBA, o que deixou muitos fãs contentes, mas também trouxe algumas histórias que deixaram outras pessoas com uma certa ressalva.

Note do editor: Eu sempre falei que era um documentário do Chicago Bulls, mas entendendo agora esse outro lado da história entendo que é um documentário do Michael Jordan, o melhor termo para isso é o documentário do Bulls que não é do Bulls.

Quem assina o documentário é Jason Hehir, um diretor que já assinou outros documentários sobre Basquetebol para a ESPN. Mas esse não é o problema, aparentemente o documentário foi produzido a várias mãos e um par dessas foi a de Michael Jordan, o que muda um pouco a perspectiva dos fatos.

O envolvimento do Michael Jordan tem aquele tom de “Se vai falar mal de mim me chama, eu conheço umas histórias ótimas sobre mim mesmo”, mas o produto entregue tem um tom jornalístico até então muito crível e interessante, o que encantou a todos que assistiram, mas parece não ter encantado tanto assim alguns nomes envolvidos.

Jordan afirma: Vocês vão terminar não gostando tanto de mim assim!

Uma das afirmações que ajudaram a vender muito a obra era de que algumas pessoas poderiam não gostar tanto de Michael Jordan, se você é fã de Basquete e tinha dúvidas sobre o Michael Jordan, se gostava ou não do GOAT! Bom, ele prometeu que iria acabar com essa dúvida.

Missão cumprida, porque ao passo de que você está viajando no tempo com Michael Jordan você passa a não gostar tanto assim do jogador, seja pela forma como ele trata os seus companheiros de equipe, seja por algumas mentiras contadas para se alto-motivar, seja pelo tom omisso em sua carreira, você vai questionar o quão bom Jordan foi e olha que nem falamos dos jogadores que dividiram os anos 80 e 90 da NBA.

Se você terminou o The Last Dance ou O Arremesso Final ainda gostando de Michael Jordan, fique sabendo que alguns amigos e ex-campanheiros dele, não compartilham da mesma opinião.

The Last Dance, expõe Pippen e talvez tenha acabado com uma amizade

Uma das histórias que as pessoas queriam conhecer melhor era a de Scottie Pippen, ao passo de que Dennis Rodman ganhou corações mais uma vez, Pippen pode ter perdido alguns fãs, isso porque o tom do documentário faz você pensar que Pippen está errado.

Justamente esse tom, endossado por algumas falas de Michael Jordan e a participação dele na produção da série, fizeram com que Scottie Pippen omitisse suas opiniões sobre o documentário em um momento que todos estavam procurando o ex-jogador para novas declarações.

Segundo David Kaplan, da ESPN Norte-Americana, Scottie Pippen está magoado com Jordan pela forma como ele foi retratado, pelo Jordan ter chamado o ex-companheiro de Bulls de egoísta e que em alguns momentos do documentário o tema parecia ser ‘malhar o Pippen’.

Na foto, Scottie Pippen em partida do Chicago Bulls, o armador está com a mão na cintura em algum momento do jogo, com uma feição de que não está gostando muito do que está acontecendo. Tem gente que não gostou do The Last Dance - Área Restritiva
Scottie Pippen por pensar nele e na família foi egoísta? Jordan diz que sim e você? Foto: Divulgação/NBAE

Horace Grant “Jordan é o dedo-duro não eu!”

Uma das histórias que ficaram muito marcadas foi a atmosfera por de trás do livro assinado pelo Sam Smith, o Jordan Rules. Mas antes de falarmos do que se tratam as reclamações de Horace Grant, vamos analisar a situação de uma outra perspectiva.

Ahmad Rashad é um dos maiores nomes do jornalismo esportivo mundial, isso porque ele acompanhou toda a carreira de Michael Jordan, não por menos ganha grande destaque no documentário, por ter acompanhado tudo o que aconteceu com o GOAT durante sua carreira, uma das passagens onde falam do velório do pai de Jordan, Rashad fala que ele próprio fez o nó da gravata de Jordan.

Bom, agora imaginamos que Rashad resolve lançar um livro falando do vestiário do Bulls, por ele ser amigo de Jordan, Michael seria o dedo duro? Um único informante seria o suficiente para endossar um livro sobre um elenco de uma equipe? Porque não escrever então uma biografia?

Aparentemente a relação de Sam Smith com Horace Grant é a mesma que Rashad com Jordan e também o argumento de Grant, como ele seria o Dedo Duro para um livro com esse impacto, um jornalista precisaria de mais um informante, não? Mas ele garante que a amizade dos dois era do vestiário para fora.

Mas tem uma fala de Grant que expõe muito mais o problema da visão de Jordan das coisas, Jordan no primeiro episódio relata o quarto do Bulls, com drogas e mulheres. Algo que até então ninguém sabia, então quem é o dedo duro?

Na foto, Michael Jordan e Horace Grant do Chicago Bulls, Jordan está do lado direito do companheiro de equipe, com a mão esquerda na cintura (passando o braço por trás de Grant), aparentemente falando alguma coisa para Grant durante a partida. Tem gente que não gostou do The Last Dance - Área Restritiva
Horace Grant seria o dedo duro de Michael Jordan por ter relação com o jornalista Sam Smith, o que você acha dessa declaração? Foto: Getty Images/NBAE

The Last Dance expõe que Jordan pode não ser uma boa pessoa

Não só os dois ex-colegas de Jordan e o jornalista Sam Smith, demonstraram publicamente que não estão contentes com os relatos de Jordan ou a forma como foram retratados, alguns adversários de Jordan se recusaram a dar seus depoimentos, como o próprio Karl Malone.

A única participação do Malone no documentário é em uma conversa curta no ônibus do Bulls onde ele foi dar os parabéns para Jordan, uma cena que provavelmente nem ele mesmo lembrasse que havia sido gravada para o documentário.

Publicamente Karl Malone que não tem mais contato com o Jordan diz que o jogador do Bulls era um filho da [email protected]#$ além de dizer que não estava pensando em enfrentar o Michael Jordan na NBA, mas sim o Chicago Bulls.

Leia também! A NBA que me marcou: Utah Jazz de 1996-97

Quanto aos relacionamentos de Jordan, por conta do documentário também foi exposto que Charles Barkley não fala mais com Michael Jordan, mas não pelo documentário, mas por falas de Barkley sobre a administração do Charlotte Hornets, franquia do Michael Jordan na NBA.

Na foto, Karl Malone e Michael Jordan em quadra cada um pela sua equipe em partida da NBA. Tem gente que não gostou do The Last Dance - Área Restritiva
Para Karl Malone, Jordan é um tremendo filho da [email protected]#[email protected] O The Mailman se recusou a participar dando declarações para o The Last Dance, o que você acha da recusa de Malone? Foto: Divulgação/NBAE

Grant, Barkley, Malone, Kukoc, Thomas, Pippen, Sam Smith e mais alguns nomes podem ser adicionados a essa lista de desafetos momentâneos ou duradouros na vida de Jordan e que foram expostos de alguma forma com o The Last Dance, conhece mais algum? Deixa ai nos comentários.

O Área acompanhou o The Last Dance e fizemos uma seleção de textos para você:

Documentário do Jordan na Netflix tem data de estreia

Netflix: A ultima dança de Michael Jordan no Bulls

Netflix – The Last Dance: O que aconteceu na série?

Netflix: The Last Dance, tudo é a união do grupo

The Last Dance: O Legado de Jordan colocado em Check

Michael Jordan: Oi! Eu sou Humano

The Last Dance e seu sucesso popular

The Last Dance: Uma aula sobre presença

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canal. Vídeos três vezes por semana.

Fiquem por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais, marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva.