De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.

O Streetopia, maior festival de basquete e cultura street da América Latina, se prepara para a segunda edição com uma grande novidade: está sendo formado um time de atletas para jogar pela marca. A equipe irá representar a América do Sul no Quai 54, um dos torneios de streetball mais tradicionais do mundo, que acontece em Paris nos dias 22 e 23 de junho.

Entre os atletas brasileiros estão nomes como Shamell Stallworth, americano, jogador do Mogi das Cruzes e maior cestinha da história do NBB, Scott Machado (maior pontuador no ano passado da G-League da NBA e atualmente em acordo com os Lakers e com seu time na liga de desenvolvimento ), Guilherme Deodato, JP Batista e Leandro Discreto, primeiro brasileiro a jogar 3X3 profissionalmente e único brasileiro a já disputar o Quai54 anteriormente.

Como técnico, Eduardo Agra, uma verdadeira lenda do esporte no Brasil, comentarista de esportes americanos da ESPN e campeão mundial interclubes pelo clube Sírio. Leandrinho Barbosa, o mais importante jogador em atividade do Brasil, campeão da NBA e o mais premiado atleta do basquete no país, também integra a delegação como embaixador do Streetopia.

“Resolvemos estruturar um time formado por jogadores profissionais em atividade no Brasil, mas que tivessem relação com as características do campeonato, ou seja, jogos físicos de altíssima intensidade”, conta Hector Miranda, idealizador do Streetopia.

O Quai 54 se tornou o encontro oficial da cultura do basquete e do hip hop. Em sua décima quinta edição, o torneio é uma referência importante na idealização do Streetopia, que busca uma relevância dentro do mesmo segmento no Brasil. Sempre trazendo atletas profissionais e estrelas da NBA como Bismack Biyombo, Kemba Walker ou Evan Fournier. No evento francês, delegações de 16 países são convidadas a competir durante os dois dias, ao som de atrações do cenário musical internacional como Usher, Ludacris ou 2 Chainz.

Para Miranda, a aproximação com o Quai 54 é bem importante e ressalta que a conexão com a comunidade é o aspecto mais importante do evento, tanto lá quanto no Streetopia.
“Queremos iniciar algo parecido com o que o Quai 54 conquistou ao longo desses 15 anos, o cenário parisiense lembra muito de certa forma o que temos em SP representando o Brasil, para nós é uma honra e uma alegria conseguir levar um time tão especial para um evento que nos inspira tanto.”

O Streetopia deste ano já está com data marcada. Nos dias 17 e 18 de agosto, será possível enaltecer a cultura do basquete, com muito mais atrações, batalha de dança, moda e lifestyle, além do time exclusivo de jogadores. Os fãs do esporte poderão conferir, de maneira gratuita, competições nas categorias 5×5 Pro AM Invitational, 3×3, Desafio dos Parques, clínicas e feminina.

Streetopia representa a América Latina no maior evento de Streetball do mundoEquipe Streetopia – Atletas:

Leandro Barbosa
Shamell Stallworth
Scott Machado
Guilherme Deodato
André Stefanelli
JP Batista
Alexandre Paranhos
Gustavo Basílio
Jarron Crump
Leandro Discreto

Comissão técnica:

Técnico – Eduardo Agra
Fisioterapeuta – Rafael Rocha

SOBRE O AUTOR Diego Andrade, mais conhecido como Diego Silver. Professor de Educação Física. Pai, viciado em coisas de Nerd e é claro entusiasta do Basquetebol. Ex-Aluno do Bi-Campeão Mundial Rosa Branca, quando o mesmo era servidor do SESC Consolação. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: