A semifinal da Liga Ouro 2015 chega ao seu terceiro jogo com o Sport Club Recife na frente por 2 a 0 e na dependência de apenas mais uma vitória para se classificar para a grande Final. O Campo Mourão fará seu primeiro jogo diante de seu torcedor nesta terça-feira, às 20h10, no Ginásio de Esportes JK e somente o resultado positivo mantém os paranaenses vivos na briga para chegar à decisão do Divisão de Acesso ao NBB.

Nos dois primeiros jogos da série, em Recife, duas partidas parecidas e equilibradas. Jogando como mandante, o Sport teve bastante tranquilidade e mostrou força para dominar seus momentos difíceis dentro do jogo. Nas duas vitórias rubro-negras foi preciso segurar a reação do Campo Mourão que crescia, encostava no marcador, mas não conseguiu nenhuma vitória.

No Paraná, as opções do Campo Mourão se resumem em vencer. Com dois jogos perdidos, só uma vitória mantém os paranaenses na briga por uma vaga na Grande Final da Liga Ouro 2015. Assim como o rival defendeu seu território, o armador Michel acredita que seu esquadrão pode se impor jogando em casa.

“A expectativa está grande pois sabemos que temos condições de jogar bem ainda mais agora ao lado da nossa torcida. Temos que pensar em um jogo de cada vez e assim conseguir levar a decisão para o jogo 5. Nesse estágio só aprimoramos a parte tática e técnica e avaliamos os pontos positivos que tivemos no últimos jogos e corrigir alguns erros que cometemos. A expectativa é fazer o dever de casa e poder decidir no quinto jogo lá em Recife”, disse Michel, sétimo maior pontuador da Liga Ouro 2015, com média de 12,3 pontos.

Para largar na frente, além das boas atuações da equipe, o Sport contou com duas grandes apresentações do armador Victinho. O jogador, de 23 anos, chamou a responsabilidade, somou médias de 18 pontos, 6,5 rebotes e 4,5 assistências e foi o principal nome do clube rubro-negro nos dois primeiros jogos da série.

Com a mesma seriedade e focado em seguir comandando seus companheiros, o jovem armador acredita que o Sport pode encerrar a série, mesmo jogando fora de casa. Quem avançar enfrentará o Caxias Basquete, líder da fase de classificação, na grande final da Liga Ouro 2015.

“Os times são muito equilibrados, equivalentes, mas a gente tem que fazer valer a nossa vantagem. Jogar em cima do emocional deles e saber administrar o que já construímos. A gente também tem que fazer valer a nossa rotação, que está sendo muito boa”, disse Victinho, que foi o líder de assistências da última edição da LDB.

“Não foi apenas nesses dois últimos jogos da semifinal que nós oscilamos, a maioria dos jogos que perdemos, em quase todos fizemos três quartos bons. Estamos conversando bastante a respeito e treinando também. Acredito que esses momentos ruins vão diminuir bastante”, completou o camisa 5 do Sport.

A bola sobe na terça-feira, às 20h10, no Ginásio de Esportes JK em Campo Mourão. Em caso de vitória do Campo Mourão, as equipes voltarão a se encontrar na próxima quinta-feira, dia 23 de Abril, também às 20h10, no interior do Estado do Paraná.

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver