De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
VOCÊ ESTÁ EM:
  Na imagem, a Thumb do vídeo do Área Restritiva. De um lado (esquerdo) uma foto do Felipe de Souza, olhando diretamente para a câmera, com os braços cruzados. A sua frente na montagem está o logo do Blog do Souza, a imagem está cortada separada po um traço branco e do outro lado (direito), Diego Silver apontando para a foto, a frente dele na montagem está o logo do quadro Basketball Bulletin. Abaixo a frase Vamos voltar (em letras brancas), abaixo "previsões para o Basquete" em letras laranjas. Soluções para o retorno do Basquete Brasileiro - Área Restritiva

Mais um capítulo da temporada 2019/20 do Basquete Brasileiro está sendo escrito nessa quinta-feira. A Liga Nacional de Basquete se reune com representantes dos clubes e da associação de atletas profissionais para definirem o futuro do NBB, enquanto isso a LBF segue pensando no futuro da competição.

As competições nacionais de Basquetebol (e outros esportes), seguem paralisadas e é claro que isso tem um impacto sem precedentes na organização de todos os envolvidos, ao passo que os jogadores temem terem seus contratos suspendidos por causa maior, o mesmo acontece com os clubes e por sua vez com a Liga Nacional de Basquete, ou com a Liga de Basquete Feminino e essa é a realidade do Basquete Brasileiro hoje.

Saúde Financeira da Liga de Basquete Feminino

A Liga de Basquete Feminino (LBF), seja a bomba relógio de maior impacto no Basquetebol brasileiro, uma vez que o Basquete Feminino como produto não é tão atrativo para investidores, a LBF tem menos patrocinadores como já falamos aqui no Área em algumas oportunidades passadas e perdeu seu patrocinador master na temporada 2020.

Acompanhem as novidades sobre a LBF, aqui!

A LBF sem arcava até a temporada 2019, 100% dos custos de passagem e hospedagem das equipes, valor que saia do patrocínio da CAIXA, que não renovou para a temporada 2020, com isso as equipes tiveram que assumir 60% dos custos de viagem e hospedagem, os outros 40% a LBF arcou.

Sem patrocinador máster a liga tem problemas e o não retorno da competição pode gerar uma série de prejuízos para a entidade em efeito cascata que termina nas jogadoras e membros das comissões técnicas, nos bastidores e nesse momento de recessão algumas equipes já estão trabalhando com a suspensão do recebimento de verba de patrocínio e a corda deve estourar nas atletas.

Até então o momento não existe nenhum tipo de pronunciamento oficial da Liga de Basquete Feminino ou das equipes se tratando de cancelamento da temporada ou de demissões de atletas, mas existem apuramos que existem conversas sobre redução de salários ou corte de pagamentos, mas não existe nada oficial ainda.

Leia! Qual a situação do Basquete Feminino no Brasil?!

Reunião pelo futuro do Novo Basquete Brasil

Hoje, dia 26 de março, aconteceu uma reunião que é o ponta-pé inicial para o regresso das atividades no Novo Basquete Brasil, o NBB. Essa reunião contou com a presença (não se sabe se pessoalmente ou por conferência) de representantes das equipes e dos atletas, assim como membros da Liga Nacional de Basquete.

O futuro está decidido e como foi apurado pelos jornalistas Lucas Rocha e Enéas Lima, a temporada regular do NBB teve seu fim. O NBB CAIXA se encerra da maneira que está, com o G-12 definido sem todas as equipes terem encerrado sua sequência de jogos no returno.

Sendo assim a competição partira para os Playoffs da temporada 2019/20.

Mas não é tão simples assim, não é simplesmente vamos voltar a jogar e pronto. A decisão foi motivada por diversos fatores e é claro que todos eles levam a problemas financeiros.

O primeiro ponto que deve ser sempre lembrado é que fazer esporte no Brasil não é barato e leva a diversas pessoas a terem seu futuro e o futuro de suas famílias envolvidas com isso.

Então existe uma preocupação com todos, afinal existe uma preocupação com a saúde financeira da LNB para uma competição na próxima temporada algo que já foi abordado no Blog do Souza, devido os investimentos feitos para o NBB 2019/20, existe uma preocupação com os clubes que tem seus contratos com patrocinadores e precisam receber, existe uma preocupação com os jogadores que muitos deles não recebem salários gigantes e sustentam família com esses ganhos.

Área Restritiva e Blog do Souza, produzem conteúdo em parceria, leia aqui!

Quais as previsões nesse momento?

Sobre a LBF ninguém comenta muito, existe ainda a esperança de como ser uma competição de menor duração que tudo volte em um outro período, mas até o momento nada é certo no Basquete Feminino, assim como existe essa esperança, existe a possibilidade da temporada 2020 ser cancelada.

Sobre o NBB a Liga Nacional de Basquete trabalha com a possibilidade dos playoffs começarem na terceira semana de maio, com as equipes retornando aos treinos na primeira semana de maio.

Se discute ainda um formato de disputa, se será mantido no mesmo sentido, mas todos estão inclinados para a redução de partidas acontecendo nos playoffs dessa temporada, podendo até todos os confrontos serem decididos em jogo único como aconteceu na Copa Super 8.

Não é cedo para um retorno? O que está acontecendo?

Por mais que muitas pessoas estejam trabalhando com a redução de jogos e a expectativa de jogos acontecendo em maio, duas situações diferentes estão acontecendo.

Covid-19 no mundo: Demorou muito mais para a pandemia se espalhar no Brasil do que em outros locais do mundo e pensando em o que está acontecendo no exterior, a china já trabalha com a possibilidade de retorno das atividades esportivas  no país. Muito pela evolução do combate a disseminação do vírus, o que aqui ainda estamos andando a passos pequenos.

Nos Estados Unidos a NBA seguindo orientações do CDC seguem avaliando a situação e estudando todos os cenários, como já falamos aqui. Então existem outros prognósticos diferente do que temos no Brasil nesse momento.

Coronavírus no Brasil: Em todo o território nacional, existem divergências quanto a informação e muito se especula, ainda não estamos acompanhando o passo da China e estamos muito longe de soluções como as dos Estados Unidos. Mas aqui no Brasil até o presente momento os Governos trabalham com a quarentena até o dia 30 de abril, sendo assim, dia 01 de Maio tudo poderia voltar.

É claro que isso na melhor das hipóteses, certo? Sendo assim daí vem a decisão da liga nesse momento (estamos especulando aqui), já que não existe nenhum indicador de que até lá tudo melhore ou piore, além é claro das projeções, mas nenhum dado concreto, além das projeções, que podem tanto acertarem, quanto errarem para mais ou para menos.

Nesse caso podemos dizer que a liga está otimista e o leitor o que tem que fazer? Ficar em casa e lavar as mãos, além de usar álcool em gel, assim evitamos a propagação do vírus Covid-19, essa é uma maneira muito simples de ajudar o Basquete a voltar, ficando em casa.

Assistam a ultima Live produzida pelo Área Restritiva em parceria com o Blog do Souza!

Não deixem de acompanhar o Área Restritiva nas redes sociais e se inscrever no nosso canal no YouTube.

Além é claro de ficarem por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais, marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter.

SOBRE O AUTOR Diego Andrade, mais conhecido como Diego Silver. Professor de Educação Física. Pai, viciado em coisas de Nerd e é claro entusiasta do Basquetebol. Ex-Aluno do Bi-Campeão Mundial Rosa Branca, quando o mesmo era servidor do SESC Consolação. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: