De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
Empurrado pela torcida, Sampaio Basquete varre Vera Cruz Campinas nas Finais e conquista seu segundo título da LBF CAIXA
Fotos: Matheus Marques

Após mais de três anos, o torcedor do Sampaio Basquete pode novamente soltar o grito de campeão. O tricolor maranhense derrotou novamente o Vera Cruz Campinas, desta vez por 76 a 70, fechou a série Final da LBF CAIXA 2019 em 3 a 0 e conquistou o bicampeonato diante de mais de 2.500 pessoas que lotaram o ginásio Costa Rodrigues, em São Luís (MA).

E mais uma vez o conjunto do tubarão foi fundamental para o triunfo. Cinco jogadoras pontuaram em dígitos duplos, lideradas por Tati Pacheco, autora de 17 pontos e capitã que levantou o troféu da temporada. Tainá Paixão anotou mais 15 pontos e sagrou-se a MVP das Finais, com médias de 13,3 pontos, 2 assistências e 11 de eficiência.

Principal líder da resistência campineira, Babi teve uma atuação de gala. Marcou 22 pontos, batendo recorde pessoal de 9 temporadas. A armadora do Vera Cruz Campinas também apanhou 6 rebotes, deu 3 assistências e roubou 4 bolas, sendo eleita a MVP da partida com 22 de eficiência.

Melhor equipe do campeonato, o Sampaio ainda teve o melhor técnico da temporada, Cristian Santander, e a MVP de toda a temporada, Raphaella Monteiro, jogadora com mais troféus individuais em 2019.

Quem imaginou que a festa do Sampaio viria após uma vitória tranquila, viu um Vera Cruz Campinas valente do início ao fim. Mesmo sem Meli Gretter e Jeanne, as jogadoras do técnico Antonio Carlos Vendramini aproveitaram o nervosismo tricolor para manter-se à frente durante boa parte do jogo. As paulistas venceram os dois primeiros quartos e foram para o intervalo com uma vantagem de quatro pontos (34×30).

O segundo tempo ganhou ares de dramaticidade. A cada cesta do Sampaio, que trazia a torcida para o jogo, o Vera Cruz Campinas respondia na mesma moeda, sobretudo com Babi, esfriando os ânimos da casa. Mesmo assim, a cesta de Clarissa no finzinho do terceiro período deu a liderança ao Sampaio depois de muito tempo.

A decisão veio de fato no quarto e último período. Aproveitando o momento favorável, o tubarão foi para cima e abriu vantagem no marcador. A cesta de três da capitã Tati, dando 6 pontos de vantagem ao tricolor no início do quarto (56×50), incendiou de vez o Costa Rodrigues.

O Sampaio não perderia mais a dianteira, mas o Vera Cruz seguiu vendendo caro a derrota e lutou até o último minuto, quando chegou a estar apenas três pontos atrás (69×66). Mas não teve jeito. Depois do vice que escapou em 2018, o torcedor boliviano voltou a comemorar um título de LBF CAIXA.

Empurrado pela torcida, Sampaio Basquete varre Vera Cruz Campinas nas Finais e conquista seu segundo título da LBF CAIXA
Fotos: Matheus Marques

Com o segundo título de sua história, o Sampaio Basquete torna-se a segunda equipe com mais troféus na história da LBF CAIXA. O recorde segue com o extinto Americana, ex-equipe de Vendramini, Babi e Karla, detentor de quatro títulos da competição.

A CAIXA Econômica Federal é a patrocinadora oficial da Liga de Basquete Feminino, que organiza a LBF CAIXA. A competição tem a ESPN e a TV NSports como parceiros de mídia oficiais e a bola oficial da Wilson.

SOBRE O AUTOR Perfil destinado para publicações e reflexões colaborativas dos colunistas do Área Restritiva em conjunto com as assessorias de imprensa. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: