Depois da merecida folga geral na WNBA, as jogadora voltaram a se enfrentar na terça-feira e o Área está de olho

Na última terça-feira (04), foram realizadas três partidas válida pela rodada 5 de 22 da WNBA, as jogadoras voltaram à quadra depois da tradicional segunda-feira de folga.

Algumas delas foram às praias da Flórida Central ontem, mas não se preocupe, o passeio foi cuidadosamente monitorado segundo os padrões da Wubble. Confira abaixo o resumo das partidas:

Mercury embala a terceira vitória consecutiva na WNBA

O Phoenix Mercury parecia um time sentindo os efeitos de jogar em curto período na terça à noite (04). Depois de liderar os dois jogos anteriores, o Mercury ficou atrás do Atlanta Dream no segundo e terceiro período  e por nove pontos no final do terceiro.

Mas, no final o talento superou a fadiga.  O Mercury usou um segundo quarto dominante para garantir sua terceira vitória consecutiva, por 81 a 74 sobre o Atlanta Dream.

Diggins-Smith fez 10 de seus 12 pontos no primeiro tempo, mas o Mercury perdia apenas por 35-33. O Dream levou uma vantagem de 55-49 para o ultimo quarto. Diana Taurasi acertou um chute de 3 pontos no final do terceiro período, e levou isso como impulso para o restante da partida anotando mais 15 pontos e quatro assistências. 

Já conhece o canal do Área Restritiva no Youtube? Clique e se inscreva!

Bria Hartley fez uma bola de três com assistência de Diana Taurasi, com 5:41 restantes, dando ao Mercury sua primeira vantagem desde o final do primeiro período.  Taurasi seguiu abrindo o caminho para uma vantagem de 61 a 57, terminando uma corrida de 12-2 e o Mercury (3-2) liderou o resto do caminho para sua quinta vitória consecutiva sobre Atlanta (2-3).

Diana Taurasi marcou 16 de seus 20 pontos no quarto período, teve seis rebotes e seis assistências. Brittney Griner acrescentou 18 pontos e Skylar Digging-Smith e Bria Hartley marcaram 10 pontos para o Phoenix. Pelo Dream, a novata Chennedy Carter fez 26 pontos e Betnijah Laney somou 17 pontos, sete rebotes, cinco assistências e quatro roubadas de bola.

Breanna Stewart marca 22 pontos e Seattle Storm vence o Connecticut Sun

O Seattle Storm, favorito do título, bateu o Connecticut Sun por 87 a 74. Atualmente, Connecticut ostenta o pior recorde da liga, depois de não ter conseguido vencer um único jogo desde o começo da  temporada.

Breanna Stewart encaminhou a vitória com o Storm com 22 pontos e cinco rebotes.  No total, os cinco primeiros de Seattle somam 67 pontos, com Sami Whitcomb saindo do banco para contribuir com 15 e converter três de cinco na faixa de três pontos.

Brionna Jones liderou Connecticut com 22 pontos,18 dos quais chegaram no primeiro tempo. Enquanto Alyssa Thomas registrou seu terceiro duplo-duplo (15 pontos, 13 rebotes) da temporada. Sun cai para 0-5, enquanto o Storm melhora para 4-1. A armadora de Seattle, Sue Bird, perdeu o jogo para lidar com uma contusão no osso do joelho esquerdo. 

Leia também! Esporte e política se misturam e ponto

Storm marcou os 13 pontos finais do terceiro quarto, Stewart fez três pontos e Clark acrescentou mais dois em um ataque de 11 a 0, o que levou a liderança a cifras duplas da partida.

Eziyoda Magbegor teve uma chance de converter três pontos quando sofreu uma falta em uma bandeja. Ela perdeu o lance livre, mas Alysha Clark recebeu o rebote ofensivo e disparou três pontos que levou a liderança de Seattle a 59-53, com 1:14 restantes no terceiro período.

Os dois lances livres de Jordin Canadá deram ao Storm uma vantagem de 61 a 53 após três quartos. Seattle venceu por 77-58 nos três pontos de Clark, com 5:05 restantes no jogo.

Dallas Wings mostra progresso contra apesar de derrota para o Chicago Sky

Com o Wings a um ponto, Cheyenne Parker de Chicago Sky obrigou a novata Satou Sabally a virar a bola antes que Dallas pudesse arremessar a cesta com 4,1 segundos restantes. A falta subsequente permitiu ao Sky marcar dois lances livres e sair com uma vitória de 82 a 79.

Chicago fez 11-0 e abriu o jogo, e Dallas retornou o favor com 11 seguidos. O banco deu aos Wings uma faísca ofensiva, Alisha Gray forneceu no primeiro período 12 pontos, seis rebotes e duas assistências.

Arike Ogunbawale fez uma bandeja livre para reduzir o placar de Dallas para 80-79, com 13,5 segundos restantes. Depois que o Sky chamou timeout e a bola foi transferida para a quadra de ataque, onde imediatamente após o passe, o Wings pressionou Vandersloot e forçou um jumpshoot.

Você já leu sobre o Conselho de Justiça Social da WNBA? Conheça o The Justice Moviment

Dallas ganhou a posse de bola após mais um tempo pedido, Parker teve o último de seus roubos de bola, afastando a bola da novata Satou Sabally. Vandersloot fez dois lances livres com 0,1 segundos restante

Ogunbowale liderou o Wings com 26 pontos e cinco assistências. Outras três jogadoras de Dallas marcaram dois dígitos, incluindo Kayla Thornton, que marcou 13 pontos e Sabally, que marcou 10.

Allie Quigley e Cheyenne Parker marcaram 15 pontos cada e Kahleah Copper 11 para o Chicago (4-1), com a vitória mantendo o Sky em primeiro.

Hoje tem mais WNBA, confira a agenda:

Wubble não para! Hoje teremos mais três confrontos para finalizar a quinta rodada, confira os horários e onde assistir as partidas.

20h – Minnesota Lynx x New York Liberty, League Pass
21h – Las Vegas Aces x Washington Mystics, League Pass
23h – indiana Fever x Los Angeles Sparks, League Pass

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canal. Vídeos três vezes por semana.

Já imaginou um grupo para discutir Basquete como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.