De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
VOCÊ ESTÁ EM:
  Na foto, Robert Covington com o braço direito levantado fazendo o número três com os dedos, uma alusão dos jogadores de Basquete quando convertem um arremesso de três, ele já está com o uniforme do Rockets, no momento da foto ele está andando em direção do James Harden que está de costas para a foto. Que bagunça: Como estamos depois da NBA Trade Deadline - Área Restritiva

O que aconteceu?! As franquias da NBA se envolveram em trocas duplas, triplas e quadruplas e tudo virou uma bagunça, então vamos aqui fazer um resumo sobre toda as trocas dessa janela de transferências de inter-temporada até a NBA Trade Deadline.

Bom, se você está perdido entre as especulações e reuniões que aconteceram, ou até mesmo sobre os jogadores que desejavam trocar de equipe por estarem descontentes ou por quererem entrar em uma corrida por uma vaga nos Playoffs da NBA estamos aqui para ajudar você.

O final do período de trocas, NBA Trade Deadline

Vamos deixar para falar sobre os períodos de trocas em um outro momento, mas a NBA Trade Deadline seria a data limite para movimentações nos elencos da NBA, sem levar em consideração os Two-Way Contract que são aqueles contratos de jogadores que ficam entre a NBA e a NBA G-League, são trocas de elenco mesmo, por exemplo um jogador sair da equipe “A” para ir para a equipe “B”.

Um bom exemplo disso foi o Cleveland de LeBron James que tinha Dwyane Wade e D.Rose, mas que ao final da janela de transferências era um elenco completamente diferente, isso porque eles queriam uma corrida pelo título da NBA.

Dito isso, agora que todo mundo sabe do que se trata esse texto vamos as trocas.

As tocas da NBA começaram, mas quem se mexeu primeiro?!

A primeira troca e que falamos tanto no canal quanto aqui no site foi a do Utah Jazz, com o Cleveland Cavaliers. Jordan Clarkson foi para o Jazz e uma tentativa bem interessante da franquia que segue na corrida pelos Playoffs, algo não tão robusto mas bem eficiente como já falamos anteriormente.

Depois disso o Atlanta Hawks começou a se mexer, talvez esse seja o começo de uma tentativa de organizar o elenco para um futuro, o Hawks recebeu o Jeff Teague e Treveon Graham do Minnesota Timberwolves e o Wolves recebeu Allen Crabbe, o Wolves que adicionou o veterano só para fazer parte da rotação, o Hawks ganha um pouco mais com o veterano Teague que volta para casa.

O Portland Trail Blazers recebeu um pacotão abrindo mão do Kent Bazemore, Anthony Tolliver e duas escolhas de segunda rodada para ter o Trevor Ariza. Essa foi uma troca envolvendo o Sacramento Kings e o Kings a NASA vai estudar, porque né?! O Portland nem preciso dizer que ganhou muito com essa troca e já havíamos falado dessa troca antes.

Dallas Mavericks fez uma troca pensando no futuro, envolvendo o Oklahoma City Thunder, vamos deixar para falar mais quando a trocar chegar (estamos seguindo a ordem do que aconteceu).

O primeiro movimento do Mavs foi no dia 24 de janeiro e o segundo no dia seguinte, recebendo do Golden State Warriors o pivô Willie Cauley-Stein, cedendo uma escolha no DRAFT de 2020 via Utah Jazz. O que acontece aqui é que um dia antes dessa troca o Mavs, enviou um contrato garantido para o Thunder e recebeu um não garantido, no caso foi o Isaiah Toby e recebeu o Justin Patton, além de compensações financeiras, o Mavs poderia liberar o Patton e não arcar com os custos do jogador, liberando espaço na folha para Cauley-Stein.

O Philadelphia 76ers sede o James Ennis para o Orlando Magic em troca de uma escolha de segunda rodada do Draft de 2020.

Na foto, D'Angelo Russell e Karl Anthony-Towns, D'Angelo está a esquerda na foto olhando para baixo, de óculos e terno sem gravata, ao seu lado Towns com roupas casuais e boné, falando algo para Russell. Que bagunça: Como estamos depois da NBA Trade Deadline - Área Restritiva
Será que o Minnesota Timberwolves vai começar uma reconstrução do elenco em cima dessa dupla?

Até que enfim o Wolves conseguiu atender os pedidos de Karl Anthony-Towns, que agora pode não ganhar nada pela franquia, mas vai ter seu melhor amigo na NBA jogando com ele, o Minnesota Timberwolves recebeu o D’Angelo Russell e enviou o Andrew Wiggins, não só ele, não ficaria assim tão simples né?! O Golden State Warriors enviou junto do D’lo, Jacob Evans e Omari Spellman, recebendo duas escolhas de Draft, uma protegida de primeira rodada e outra de segunda, as duas no Draft de 2021.

O LA Clippers começou a liberar quem não funcionou, enviando para o Atlanta Hawks o Derrick Walton Jr. e recebendo uma escolha de segunda rodada no Draft de 2022.

O Hawks estava recebendo um monte de gente de um monte de lugar, parecia um Hostel da NBA, agora envolvidos em troca com o Portland Trail Blazers receberam o Skal Labissiere e compensações financeiras (alguém tem que pagar a conta do Hostel) e enviou uma escolha de segunda rodada do NBA DRAFT de 2024.

Ao mesmo ponto que o Hawks estava recebendo uma galera em casa, o Golden State Warriors está acumulando escolhas no DRAFT e se tem uma franquia que comprovou que sabe montar elenco baseados no DRAFT é o Warriors, que enviou para o Philadelphia 76ers o Alec Burks e Glenn Robinson III, recebendo três escolhas de DRAFT, todas de segunda rodada, mas uma em 2020, 2021 e 2022.

O Denver Nuggets e o Washington Wizards não quiseram complicar nada, foi uma troca simples, Jordan McRae no Nuggets e Shabazz Napier no Wizards.

Memphis Grizzlies, Miami Heat e Minnesota Timberwolves, já fizeram diferente, foi uma festa. O Grizzlies recebeu o Dion Waiters, Justise Winslow do Heat e Gorgui Dieng do Wolves, enquanto o Heat recebeu um pacote do Grizzlies, Andre Iguodala, Jae Crowder e Solomon Hill, Wolves ficou com o melhor amigo do LeBron James, James Johnson. A Heat Culture ficou mais quente agora, com a adição de Iggy e Crowder o time tem um up de qualidade e experiência algo que será necessário no G-4 do Leste, sem sombra de dúvidas.

Uma das trocas mais sem sentido foi essa aqui, envolvendo o LA Clippers, New York Knicks e Washington Wizards, o Clippers recebeu Isaiah Thomas e o Marcus Morris, bom o Isaiah desde que foi trocado pelo Celtics nunca mais foi o mesmo ou teve as mesmas chances foi liberado assim que a troca foi concretizada, mas o Marcus Morris é o jogador mais polêmico dessa temporada, com declarações machistas e agressões dentro de quadra, ir para o time arrumadinho do Clippers, não faz muito sentido, pelo menos não nesse momento.

O Knicks recebe um pacote com Moe Harkless, uma escolha de primeira rodada no DRAFT de 2020 e uma de segunda rodada em 2021 e uma troca de posições no DRAFT de 2021, na primeira rodada, tudo do Clippers além dos direitos sobre o Issuf Sanon, um armador que está jogando na Ucrânia e é do Wizards, mas ainda não jogou na NBA, o Wizards recebe Jerome Robinson do Clippers.

O Atlanta Hawks novamente recebeu o Dewayne Dedmon e duas escolhas de segunda rodada no DRAFT de 2020 e 2021, o Sacramento Kings fica com Jabari Parker e Alex Len.

Deixamos o melhor para o final, Andre Drummond e Covington/Caboclo

Andre Drummond foi para o Cleveland Cavaliers e para mim foi a troca mais triste de todas, o Pistons não sabe o que quer, o Drummond passa raiva, ai o Cavs não sabe o que quer, logo o Drummond vai continuar passando raiva.

Mas aqui também pode ser uma tentativa do Cavs de segurar o Kevin Love, que falou publicamente sobre a sua insatisfação e entrou claramente no modo Vampeta, aquele que ele finge que joga e vocês fingem que pagam, no caso ele finge que joga e o Cavs finge que está tudo bem.

Nisso o Detroit Pistons recebe Brandon Knight John Henson e uma escolha não garantida de segunda rodada no Draft de 2023, vinda do Warriors.

Na foto, Robert Covington com o braço direito levantado fazendo o número três com os dedos, uma alusão dos jogadores de Basquete quando convertem um arremesso de três, ele já está com o uniforme do Rockets, no momento da foto ele está andando em direção do James Harden que está de costas para a foto. Que bagunça: Como estamos depois da NBA Trade Deadline - Área Restritiva
Foto: Kevork Djansezian/Getty Images.

O Houston Rockets fez a maior troca da janela de trocas da temporada 2019/20, uma troca envolvendo além do Rockets mais três franquias, Atlanta Hawks, Denver Nuggets e Minnesota Timberwolves.

Indo por partes, o Hawks recebeu o Clint Capela e o brasileiro Nenê Hilário (que foi dispensado ainda na troca), os dois do Rockets.

O Nuggets recebe Shabazz Napier, Keita Bates-Diop e Noah Vonleh, os três do Wolves e do Rockets Gerald Green (que foi dispensado ainda na troca) e uma escolha de primeira rodada no NBA DRAFT 2020.

o Wolves ficou com Malik Beasley, Juancho Hernandomez e Jarred Vanderbilt do Nuggets e Evan Turner e uma escolha de primeira rodada via Hawks no DRAFT de 2020.

O Rockets recebe o Jordan Bell e o seu “futuro” Pivô Robert Covington do Wolves e o troco de bala do Hawks (uma escolha de segunda rodada do DRAFT de 2024.

Tudo isso no dia 05 ai no dia 06 o Rockets, vai lá e adquire o brasileiro Bruno Caboclo em uma de suas melhores chances da carreira como publicamos aqui, enviando para o Memphis Grizzlies o Jordan Bell que nem tinha chegado ainda e uma troca de escolha de segunda rodada no DRAFT de 2023.

Mas e o Los Angeles Lakers e o New Orleans Pelicans?

Sim! Existiam rumores de uma possível troca do LA Lakers, abrindo mão do seu queridinho Kyle Kuzma, pensando em mais profundidade no elenco para os playoffs. Mas isso não aconteceu, das duas uma, ou o Lakers aprendeu com os erros do passado, com as negociações para ter Anthony Davis, ou o Kuzma fez por onde para a diretoria da franquia daí nada pareceu ser interessante.

Já o Pelicans existiam rumores de trocas por escolhas no DRAFT ou procurando um outro Ala ou Pivô, para trabalhar junto do Zion Williamson, mas nada disso aconteceu, essas foram todas as trocas dessa Janela de Transferências da NBA.

Não deixem de acompanhar o Área Restritiva nas redes sociais e se inscrever no nosso canal no YouTube.

Fiquem de olho no site, textos diários e sempre atualizações sobre o que está acontecendo na semana da NBA, quer saber mais sobre o Mercado da Bola, não deixem de acompanhar nossa coluna sobre as negociações.. Acompanhem também o que acontece no Área Restritiva, no Facebook, Instagram e no Twitter.

SOBRE O AUTOR Diego Andrade, mais conhecido como Diego Silver. Professor de Educação Física. Pai, viciado em coisas de Nerd e é claro entusiasta do Basquetebol. Ex-Aluno do Bi-Campeão Mundial Rosa Branca, quando o mesmo era servidor do SESC Consolação. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: