A segunda rodada da série melhor-de-três do playoff – quartas-de-final da Liga de Basquete Feminino – 2014/15 será aberta neste sábado, dia 28 de Março, com a realização de três partidas, todas com início marcado para 18h00. A ADCF Unimed/Americana, o Uninassau/América e o Sport Recife, que saíram vitoriosos na rodada inicial, se garantem na semifinal com um novo resultado positivo.

A ADCF Unimed/Americana, atual campeã da LBF, encara a APAB/Unifeb Barretos, no ginásio Centro Cívico, na cidade de Americana – SP. No duelo que abriu a série, o time comandado pelo técnico Antônio Carlos Vendramini venceu, mesmo atuando como visitante, por 92 a 53.

“Vai ser um jogo disputadíssimo, pois todas nós queremos avançar de fase e chegar a semifinal da LBF. Tivemos a felicidade de sair bem na série e pretendemos manter o foco, pois estaremos jogando em casa e, com certeza, colocaremos nosso ritmo do começo ao fim, atuando com todas as nossas forças”, comenta a armadora Joice Rodrigues, da ASDCF Unimed/Americana.

“Tivemos grandes dificuldades no jogo anterior, pois, a equipe de Americana conseguiu uma excelente produtividade em todos os setores ofensivos. Precisamos de uma melhor eficiência defensiva para neutralizar isso”, analisa o técnico Alexandre Escame, da APAB/Unifeb Barretos.

Fotos: Zaramelo Junior
Fotos: Zaramelo Junior

O Uninassau/América enfrenta o Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau, no ginásio Wilson Campos – SESC Santo Amaro, em Recife – PE. No primeiro confronto, a equipe dirigida pelo técnico Roberto Dornelas venceu, com enorme emoção, por 62 a 60, mesmo jogando fora de seus domínios.

“Trabalhamos e estudamos o que deu errado no primeiro jogo da série, para melhorar e garantir a vitória em casa, o que nos fará avançar para as semifinais”, comenta a experiente armadora Adrianinha Moisés, do Uninassau/América.

“Vamos encarar o América-PE com a expectativa de fazer mais uma grande partida, sabemos que vai ser na casa delas e isso inclui o fator torcida, mas estamos cientes do favoritismo do adversário. Treinamos e corrigimos alguns detalhes para tentar fazer mais um grande jogo”, analisa a armadora Natália Burian, do Top Therm/Grupo Leonardi/Sicredi/Unimed/Presidente Venceslau.

Fotos: Zaramelo Junior
Fotos: Zaramelo Junior

Complementando a jornada, o Maranhão basquete recebe a visita do Sport Recife, no ginásio Castelinho, em São Luís – MA, buscando igualar a série. No primeiro jogo, atuando em casa, o Rubro Negro pernambucano, comandado pelo técnico Rildo Accioly, venceu por 95 a 81.

“No primeiro jogo deixamos muito a desejar no aspecto da defesa, pois o ataque foi bem. Fazer 81 pontos está dentro do previsto. Agora, elas fazerem 95 pontos, aí é muito difícil. Temos que nos esforçar mais na defesa para levar essa vitória que nós precisamos”, comenta a técnica do Maranhão Basquete, a cubana Lideivi Pompa, que convoca o torcedor maranhense.

“O torcedor é muito importante. A torcida é a nossa ‘sexta jogadora’ sempre e tenho enfatizado isso constantemente. Quero chamar à torcida para prestigiar o nosso time”, completa Lisdeivi.

“Jogo muito difícil, contra uma equipe muito madura e com muita qualidade. Vamos precisar jogar com bastante determinação e sabedoria para vencer”, analisa o técnico Rildo Accioly, do Sport Recife.

De acordo com regulamento deste playoff – quartas-de-final da Liga de Basquete Feminino – 2014/15, a equipe que primeiro totalizar duas vitórias, em cada uma das séries, garante classificação ao playoff – semifinal.

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver