Com placar centenário, o Paschoalotto/Bauru conquistou a segunda vitória seguida na Liga das Américas, na noite deste sábado, dia 23 de Janeiro, ao bater o Toros del Norte, da Nicarágua, por 100 a 58, em jogo válido pelo Grupo B, da competição. Com o resultado, a equipe bauruense fica próxima da classificação à fase seguinte. Em caso de vitória dos anfitriões do Quimsa sobre o Marinos de Anzoategui no jogo de fundo deste sábado, o Bauru garante, antecipadamente, vaga na fase semifinal da Liga das Américas.

Paschoalotto/Bauru vence a segunda na Liga das Américas
Alex Garcia.
Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket

Em noite de ótima atuação coletiva, todos os atletas do Paschoalotto/Bauru pontuaram. Destaque para Jefferson William e Robert Day que anotaram 18 pontos cada.

“Foi uma partida muito boa, jogamos com convicção e temos que manter nosso foco para o jogo de amanhã”, disse Robert Day que anotou seis bolas de três pontos em sete tentadas.

Com oito pontos, o ala Alex Garcia se tornou nessa noite o maior pontuador da história da Liga das Américas totalizando 706 pontos.

“Fico feliz, é mais um recorde pessoal, é resultado de muito trabalho, mas estou mais feliz pela vitória do time, queremos buscar a classificação e tentar o bicampeonato”, destacou Alex Garcia.

O jovem atleta Gui Santos, de apenas 19 anos, entrou em quadra pela primeira vez em uma partida de Liga das Américas.

Paschoalotto/Bauru vence a segunda na Liga das Américas
Guilherme Santos.
Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket

“Entrei um pouco nervoso, mas dentro de quadra consegui me acalmar e tentar ajudar a equipe. Eestou muito feliz em estrear em uma competição muito importante e de alto nível”, falou o ala-armador que anotou seis pontos.

O Paschoalotto/Bauru entra em quadra pelo último compromisso do Grupo B da Liga das Américas, neste domingo, às 23h15, contra equipe anfitriã, o Quimsa. O duelo será transmitido ao vivo pelos canais SporTV.

Nossa, eu me lembro do Gui Santos jogando no Grêmio Recreativo Barueri, comandado pela técnica Rosana Garcia, foi no ano em que fiz um estudo com o GRB, fiquei muito feliz por ele e também pela Rosana Garcia, grande técnica das categorias de Base de São Paulo, olha ai o fruto de um grande trabalho é lastimavel que o GRB tenha acabado por conta dos desvios de verba que aconteciam em Barueri.

Para quem não sabe, o Leandrinho já foi atleta da Rosana e até hoje trata a técnica com muito carinho, o Bruno Caboclo foi atleta da Rosana e mais alguns em nível de jogar na NBA e na Europa, conhece pouco do basquete, não é?!

Parabéns Paschoalotto/Bauru
Parabéns Guilherme
Parabéns Rosana