Alex, André Goés, David Jackson, Leandrinho, Léo Meindl e Marquinhos concorrem aos dois prêmios da categoria

Os candidatos aos dois troféus de Ala do Ano do NBB 2019/2020 estão definidos. São eles: Alex (Minas), André Goés (Mogi das Cruzes), David Jackson (Franca), Leandrinho (Minas), Léo Meindl (São Paulo) e Marquinhos (Flamengo).

Presente na Festa dos Melhores do Ano desde a primeira temporada da competição (2008/2009), o prêmio de Melhores Alas do Ano já foi entregue 11 vezes, tendo Marquinhos e Alex Garcia como os maiores vencedores, com oito e sete troféus respectivamente.

Já conhece o canal do Área Restritiva no Youtube? Clique e se inscreva!

O prêmio de Alas do Ano faz parte do calendário anual da eleição dos Melhores do Ano do NBB, que contará com prêmios divididos nas seguintes categorias: Quinteto Ideal do NBB (Armador, Alas e Pivôs), Troféu Ary Vidal – Técnico do Ano (apresentado por Unisal), Jogador com Maior Evolução, Destaque Jovem, Defensor do Ano (apresentado por Plastubos), Sexto Homem do Ano, Estrangeiro do Ano e o King of the Season (apresentado por Budweiser).

A votação para essa e todas as outras categorias contou com a participação de técnicos, assistentes e capitães das 16 equipes que disputaram a atual edição do NBB, além de imprensa especializada, personalidades do basquete brasileiro, comissários e árbitros. Os vencedores serão conhecidos na Festa dos Melhores do Ano, que acontecerá no dia 10/07, às 19 horas, ao vivo no Facebook do NBB – um oferecimento Budweiser. 

Os Indicados: 

Alex Garcia (Minas)

Aos 40 anos de idade, Alex Garcia está mais uma vez entre os indicados aos prêmios de Ala do Ano. O Brabo já venceu o troféu sete vezes nas 12 edições do NBB. Na sua primeira temporada com o Minas Tênis Clube, ele registrou médias de 16,3 pontos, 5,3 rebotes, 4,5 assistências e 17,2 de eficiência.

Na foto, Alex Garcia, driblando a bola olhando para a frete. Os indicados aos prêmios de melhor Ala do NBB 2019/20 - Área Restritiva
Alex já venceu o troféu de Melhor Ala sete vezes no NBB. Foto: Divulgação/LNB

André Goés (Mogi)

André Góes teve sua melhor temporada da carreira com a camisa do Mogi das Cruzes. Após a lesão do armador Alexey, o ala assumiu com maestria a função de líder do time. Ele teve médias de 14,6 pontos, 5,9 rebotes, 3,7 assistências e 16,8 de eficiência.

André Góes teve sua melhor temporada da carreira com o Mogi. Foto: Antonio Penedo/Mogi Basquete

David Jackson (Franca)

Na sua segunda temporada com a equipe do Sesi Franca, David Jackson ajudou a equipe de Helinho a conquistar a Copa Super 8, além de fazer ótima campanha no NBB. O ala foi o cestinha e o jogador mais eficiente da equipe do interior paulista, com 17,1 pontos e 19,9 de eficiência de média. Ajudou também com 4,6 rebotes e 3,2 assistências por jogo. 

Na foto, David Jackson passa pelo marcados da equipe adversária em partida disputada no Ginásio Pedrocão. Os indicados aos prêmios de melhor Ala do NBB 2019/20 - Área Restritiva
David Jackson foi o cestinha e o jogador mais eficiente do Sesi Franca. Foto: Divulgação/LNB

Leandrinho (Minas)

Cestinha da temporada 2019/2020, Leandrinho foi o principal nome do Minas Tênis Clube juntamente com Alex Garcia. O ex-atleta da NBA é um dos jogadores mais difíceis de ser defendido em todo o NBB e foi o líder da equipe mineira em pontos (20,1), assistências (4,9) e eficiência (20,4), além de ter registrado 4,2 rebotes por jogo.

Na foto, Leandro Barbosa, passando pelo Larry Taylor do Bauru Basket. Os indicados aos prêmios de melhor Ala do NBB 2019/20 - Área Restritiva
Leandrinho foi o cestinha do NBB, com média de 20,1 pontos por jogo. Foto:

Léo Meindl (São Paulo)

Logo em sua primeira temporada no São Paulo, Léo Meindl se destacou no quinteto titular da equipe e foi um dos pilares do time juntamente com Georginho e Shamell. O ala teve as suas melhores médias da carreira no NBB, registrando 17,9 pontos, 7,2 rebotes, 3,3 assistências e 18,6 de eficiência.

Na foto, Leo Meindl, o jogador do São Paulo FC está fazendo uma aceno de continência em partida do São Paulo. Os indicados aos prêmios de melhor Ala do NBB 2019/20 - Área Restritiva
Léo Meindl teve as suas melhores médias da carreira no NBB. Foto:

Marquinhos (Flamengo) 

Maior vencedor do prêmio de Ala do Ano da história do NBB, Marquinhos tem oito troféus da categoria na sua prateleira de conquistas. Ele foi o cestinha e o jogador mais eficiente do Flamengo na temporada 2019/2020, com média de 17,3 pontos e 16,5 de eficiência, além de 4,4 rebotes e 3,0 assistências por jogo.

Na foto, Marquinhos Ala do Flamengo está fazendo um arremesso do Lance Livre. Os indicados aos prêmios de melhor Ala do NBB 2019/20 - Área Restritiva
Marquinhos já venceu o troféu de Melhor Ala em oito oportunidades. Foto:

Leia mais sobre o NBB e sobre o Basquete Brasileiro, separamos alguns conteúdos para você.

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canal. Vídeos três vezes por semana.

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.