Quando falamos de peneiras de Basquete, as pessoas querem uma resposta, mas não sabem fazer a pergunta.

Chega um determinado momento do ano e as crianças e os pais ficam loucos atrás de novidades. É o momento das peneiras de Basquete! Se fossemos traduzir isso para outra realidade, seria o equivalente ao vestibular para o ensino superior.

Talvez a diferença entre os dois esteja no quanto você se prepara para eles. No geral, quando falamos do vestibular, você estuda, se prepara, vai para a escola, cursinho, vídeos no YouTube e essas coisas; cada um da melhor maneira possível, dentro das suas possibilidades.

Já no Basquete, você acorda, se troca e vai para a seletiva. Talvez a única semelhança que nunca vai mudar seja que, geralmente, vamos em cima da hora para os dois.

Daí vem o grande questionamento: O que vai cair na prova? O que vai cair nas peneiras de Basquete?

Mas o engraçado aqui é que essa pergunta nunca é no vestibular, mas sempre no Basquete. Existe a dúvida sobre estar preparado ou não para o vestibular, se as noites em claro estudando vão valer a pena.

Eis o grande erro, porque, assim como no vestibular, você não sabe o conteúdo da prova até a prova acontecer e, também como o vestibular, você não sabe o que passou na cabeça do avaliador ou pessoa que desenvolveu aquela pergunta.

Você está acompanhando o raciocínio?

No vestibular você tem toda a sua vida escolar como base para o que pode cair na prova, além dos conhecimentos gerais e as possibilidades de redação.

Na seletiva você tem toda a sua vida escolar como base para o que pode cair na prova, além dos conhecimentos gerais e as possibilidades de redação.

Na escola você tem a educação física, assim como todas as outras disciplinas e assim como as outras disciplinas a Educação Física tem um currículo a ser seguido, bom ou ruim, assim como as outras disciplinas, existe um parâmetro para as aulas.

Se a relação entre ensino e aprendizagem na escola não é boa ou caso você queira se aprimorar em alguma coisa você vai para o cursinho, reforço, aula de inglês, lê mais certo? No Basquete é a mesma coisa, troque o cursinho pelo clube ou projeto social, as outras aulas pelo time de Basquete da escola, ler mais com ver jogos de Basquete ou vídeos de compactos no YouTube.

Não podemos esquecer da redação, a redação é o jogo de Basquete no final da seletiva.

A peneira e o vestibular são a mesma coisa, mas um leva para o time e o outro para a faculdade

Você tem que medir esse resultado pelo quanto você se prepara para ele não é?! Afinal, se no vestibular você erra uma pergunta, no próximo ano você vai estudar mais para passar não é isso?!

Mas o que o técnico quer ver nas peneiras de Basquete?

Sempre que eu escuto essa pergunta eu lembro que, quando eu era garoto, ainda nos meus primeiros anos de Basquete, tinha um racha muito famoso perto da minha casa. Jogadores profissionais vinham bater bola aqui, só pelo nível dos jogadores amadores, sem sombra de dúvidas era o nosso Rucker Park.

Eu ia para lá assistir os caras jogando e depois eu perguntava como ele treinava para melhorar tal aspecto do jogo. Quando eu entrei na faculdade, eu tentava acompanhar outros treinos e tomava nota de algumas coisas, eu nunca procurava o que queriam, mas o que eu poderia melhorar no meu jogo ou como futuro técnico.

Quando eu comecei a procurar onde jogar era engraçado. Os meus primos fechavam uma rua perto de casa para jogar futebol, tijolos como traves e era isso. O que eu fazia? Ia jogar e tinha comigo que eu ia correr mais que todos eles juntos, eu precisava da stamina.

Hoje, quando alguém pensa em ir para uma seletiva existe uma inversão de valores, porque não é mais o que eu posso mostrar, mas sim o que ele quer ver; afinal, é muito mais fácil eu ser o Michael Jordan assim que eu chego na peneira sabendo o que ele quer ver, do que eu sendo eu, o Diego Silver, que quer ser um jogador de Basquete.

Mas não é assim que funciona. Lembra do vestibular? Então, a prova da USP não é a mesma da UNICAMP, que não vai ser a mesma da UNB, entendeu? Bom, o que um técnico vai olhar não é a mesma coisa que o outro. Mas o mais engraçado é que no final o técnico está querendo que você mostre o que você sabe fazer e essa é a ultima coisa que você quer mostrar.

Conheça o Documentário #Rucker50, contando a história do Rucker Park nos Estados Unidos.

A inversão de valores nos fez perder a qualidade do processo

A procura por essa resposta, sem ao menos saber qual é a pergunta certa, para por sua vez direcionar a pergunta para a pessoa. Você é a pessoa certa, não o técnico, você é a pessoa certa.

Você está preparado para isso? Do mesmo jeito que você estuda, pense nisso. Procure treinar não só o que o jogo apresenta, não só o que você vê na NBA. O Stephen Curry não era o Curry com 10, 11, 12 anos. Você também não vai ser, mas esse pode ser o começo. Então, se prepare para isso.

Como estão seus fundamentos técnicos? Essa pergunta ainda é bem superficial. Uma das funções do técnico é trabalhar com o garoto no processo de formação do indivíduo, então não espera-se que ele saiba todos os fundamentos técnicos e táticos do jogo, porque ele está entrando no processo, logo vai aprender no meio disso.

Converse com técnicos e atletas. Sabe o seu professor de educação física? Sabe o técnico da escolinha? sabe aquele seu amigo que já joga e você quer ir lá com ele? Converse, vá para o racha, aprenda com quem já está lá.

O mais importante de tudo: entenda qual é a pergunta certa para direcionar a pergunta para a pessoa certa. Um bom começo vai ser você pensar no que você tem para mostrar e passar a aprimorar esses conceitos e não o que o técnico quer ver, porque daí você não vai ter a resposta e nunca vai evoluir.

Para os pais: Não adianta simplesmente levar o filho para as peneiras. Incentive, procure escolinhas de Basquete, projetos sociais e afins, essas práticas são importantes para o desenvolvimento da criança.

Lembrem disso: preocupado com o que o técnico quer ver, eu me esqueço o que eu posso mostrar.

Dicas importantes: Vídeos sobre peneiras de Basquete

O Área produziu dois vídeos falando sobre peneiras de Basquete e os dois estão aqui para vocês, talvez tenha alguma informação a mais para mostrar para vocês.

Fique por dentro das peneiras de Basquete, o Área trás as informações sobre elas para você.

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canal. Vídeos três vezes por semana.

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter.

2 COMENTÁRIOS

    • Grande Adriano!

      Eu vejo que ninguém sabe fazer a pergunta, mas todos querem a resposta.

      Os garotos e garotas só querem se divertir, mas não sabem como expor isso.

      Os pais querem ver o filho na NBA, mas não entendem que é um processo.

      O técnico, vishhh!!! Aqui dá uma outra discussão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.