De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.

A pivô Gil Justino, da Uninassau Basquete, ficou muito contente ao saber que foi a jogadora mais votada para a partida contra a equipe da Liga Argentina, na atração principal do Jogo das Estrelas da Liga de Basquete Feminino (LBF) – 2018. A festa do basquete feminino nacional vai ocorrer no dia 08 de abril (domingo), a partir das 12h30 (de Brasília), no ginásio Municipal Pedro Dell’Antonnia, em Santo André (SP), com transmissão ao vivo pela TV Gazeta e peloSporTV.

“Nossa, estou muito feliz por ter sido a mais atleta votada, foi uma grata surpresa. Quero agradecer a todos que concederam os votos a meu favor, agradecer a nossa torcida fiel aqui de Pernambuco, a minha família e aos amigos, enfim, a todos que contribuíram direta ou indiretamente para eu fazer parte desse quinteto ideal”, comemorou Gil, que recebeu 2.523 votos.

“Vou representá-los da melhor maneira. Tenho certeza que a LBF está preparando uma festa muito linda e especial para a nossa modalidade. Com novidade, tenho certeza que será um grande show esportivo e de entretenimento”, acrescentou a pivô, que se diz grata por tudo.

As demais atletas que compõem a equipe brasileira são estas: Débora da Costa (Santo André), Natália Burian (Catanduva), Jaqueline de Paula (Santo André) Patty Teixeira (Campinas) Tati Pacheco (Sampaio Basquete) Mariana Camargo (Blumenau), Tássia Carcavalli (Uninassau), Thayná Silva (São Bernardo/Instituto Brazolin/Unip), Silvinha Gustavo (Santo André), Bárbara Souza (Presidente Venceslau) e Kelly Santos (Ituano).

E, a edição de 2018 Jogo das Estrelas promete bastante, visto que o presidente Ricardo Molina tem feito um trabalho muito bom desde que assumiu a presidência da Liga de Basquete Feminino (LBF). E, o gestor preparou uma novidade para esta edição: ‘Torneio de Enterradas’, inédito em competições ou eventos do naipe feminino.

“O Molina é uma figura ímpar, trabalhei com ele durante três anos em Americana e sempre foi notório o amor e a paixão que ele tem pela modalidade. Sempre quis fazer com que o basquete feminino estivesse no topo, mas fugia do controle dele. Tanto que no clube, na época, onde ele era o gestor, nunca nos faltou nada e a estrutura era incrível. Acredito que ele conseguirá fazer com que o basquete feminino cresça ainda mais, já notamos algumas mudanças para melhor e ele está muito presente em todos os eventos que diz respeito ao basquete feminino”, comentou Gil Justino.

Complementam as atrações do dia festivo do basquete feminino nacional, o ‘Torneio de 3  Pontos’ e o ‘Desafio de Habilidades’.

O primeiro lugar da seleção da LBF é da Gil Justino
Foto: Robson Neves/Divulgação

SOBRE O AUTOR Diego Andrade, mais conhecido como Diego Silver. Professor de Educação Física. Pai, viciado em coisas de Nerd e é claro entusiasta do Basquetebol. Ex-Aluno do Bi-Campeão Mundial Rosa Branca, quando o mesmo era servidor do SESC Consolação. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: