Jogadora ganha o prêmio  pelo segundo ano consecutivo 

A WNBA anunciou Nneka Ogwumike, do Los Angeles Sparks, vencedora do Kim Perrot Sportsmanship Award 2020. Este é o segundo prêmio consecutivo de Esportividade para Ogwumike, que se junta à armadora do Seattle Storm, Sue Bird (2017 e 2018), como a única jogadora a receber a honra em anos consecutivos. Bird e a jogadora aposentada do Indiana Fever Tamika Catchings ganharam a honra três vezes.

Já conhece o canal do Área Restritiva no Youtube? Clique e se inscreva

O Prêmio Kim Perrot de Esportividade, traduzido para o português, é concedido a cada temporada a uma jogadora que exemplifica os ideais de espírito esportivo na quadra, incluindo comportamento ético, jogo limpo e integridade. 

O prêmio homenageia a falecida Kim Perrot, que ajudou a guiar o Houston Comets em seus dois primeiros campeonatos da WNBA (1997 e 1998) antes de falecer em agosto de 1999, após uma batalha de sete meses contra o câncer.

A ala-pivô recebeu 21 votos de um painel nacional de 46 jornalistas e locutores esportivos. As outras jogadoras a receber voto foram: Layshia Clarendon (11 votos), Elizabeth Williams (sete), Ariel Atkins (três), Allisha Gray (dois). E Napheesa Collier (um) e a atual MVP A’ja Wilson, fecha a lista com um voto cada uma. 

Em nove temporadas pela WNBA, a jogadora presidia a Associação Nacional de Jogadoras de Basquete Feminino (WNBPA) desde 2016. E esteve amplamente envolvida nas negociações do acordo coletivo – um novo acordo foi alcançado em janeiro – e na formação da bolha da WNBA em Bradenton, Flórida, para esta temporada.

A WNBA e as atletas fazem da justiça social a principal plataforma para sua temporada de 2020, com as jogadoras usando o nome de Breonna Taylor nas costas de suas camisetas. Uma mulher negra morta pela polícia de Louisville após uma operação sem batidas em sua casa em março, e outras mulheres que foram mortas ou feridas em tiroteios policiais. O foco da WNBA tem sido a campanha “Say Her Name”. Ogwumike também ganhou o Prêmio WNBA Cares Community Assist em 2018, uma jogadora que melhor reflete a paixão da WNBA em fazer a diferença na comunidade.

Na temporada 2020, Ogwumike teve uma média de 13,3 pontos e 4,8 rebotes em 18 jogos de 22. Eleita 6x WNBA All-Star, tornou-se  MVP da temporada regular e campeã da liga em 2016. Ela também foi nomeada Rookie of the Year de 2012 da WNBA, após ser escolhida pelo LA Sparks na primeira escolha geral do Draft 2012.

A temporada 2020 da WNBA é dedicada a Breonna Taylor e ao combate ao racismo sistêmico, sexismo e outras injustiças sociais. É uma honra receber o Prêmio Kim Perrot de Esportividade, que acredito que este ano representa todo o trabalho árduo dos jogadores dentro e fora da quadra para usar nossa plataforma coletiva para promover mudanças.” – disse Ogwumike em um comunicado.

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canae se inscreva.

Já imaginou um grupo para discutir Basquete como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.