Após uma temporada jogando na Austrália, tudo indica que Didi Louzada enfim terá o seu espaço pelo New Orleans Pelicans na NBA

Escolhido na trigésima quinta escolha do Draft de 2019 pelo Atlanta Hawks e enviado para o New Orleans Pelicans, o brasileiro Marcos Henrique Louzada Silva (mais conhecido como Didi) tornou-se o 18º jogador do país a entrar para a NBA. Contudo, antes mesmo de sua estreia na Summer League, Didi foi negociado para atuar no basquete australiano pelo Sydney Kings, da NBL.

O empréstimo do jovem brasileiro tinha cujo objetivo lapidar seu jogo, além do aprendizado com a língua inglesa. Antes de embarcar para o país famoso pelos cangurus, Didi pode dar seu cartão de visitas sendo um dos destaques do time 11 pontos, 3 rebotes e 2 assistências de média por jogo, além do vice-campeonato para o Memphis Grizzlies de um outro brasileiro, Bruno Caboclo.

A temporada de estreia de Didi Louzada na Austrália

Na foto, Didi Louzada vibra comemorando uma cesta com a camisa roxa do Sidney Kings - Área Restritiva
Didi Louzada em ação pelo Sydney Kings Foto: Divulgação

Com apenas 20 anos de idade, Didi tinha na bagagem duas temporadas de forte evolução pelo Franca no NBB, onde venceu os prêmios de Jogador Revelação, Jogador Mais Evoluído além de uma participação no Jogo das Estrelas, tudo isso na temporada 2018/19. Na Austrália não foi diferente. Pelo Sydney Kings, Didi fechou a temporada com 10,2 pontos (quarto melhor do time), 3,7 rebotes, 1,6 assistências e 40% de aproveitamento nos arremessos em 22 minutos por partida.

Didi apresentou muita evolução e ganhou experiência atuando na NBL, campeonato em que o basquete é mais físico em comparação ao NBB. A evolução do brasileiro foi vista com bons olhos pelo Pelicans. O vice-presidente da franquia, David Griffin, acredita que Didi Louzada está “a frente da curva em seu desenvolvimento” e pontou que ele “tem potencial para ser um 3-and-D no futuro.”

De volta à New Orleans

Recentemente, na última quinta-feira dia 10 de setembro, o New Orleans Pelicans postou em seu Twitter algumas fotos de Didi Louzada treinando com a camisa da franquia com a legenda “ficando preparado”, referindo-se ao jogador e sua constante evolução.

A publicação repercutiu bem entre os brasileiros que ficaram muito empolgados com o retorno de Didi ao basquete norte-americano. O jogador sempre foi muito querido pelos fãs desde seu Draft e, caso tenha seu espaço dentro de quadra, promete contar com grande apoio da comunidade brasileira da liga.

A dúvida que fica é se Didi Louzada terá seu espaço dentro da rotação do Pelicans, ou se o jogador será mandado para a G-League para se aprimorar. Independente de qual dos destinos Didi tenha para a temporada 2020/21, é sempre bom contar com mais brasileiros dentro da NBA e WNBA com a Damiris Dantas. Fica a expectativa para que Didi conquiste os Estados Unidos, assim como conquistou o Brasil e a Austrália.

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canae se inscreva.

Já imaginou um grupo para discutir Basquete como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.