The Last Dance e seu sucesso popular

The Last Dance: A última dança mais vista pelo mundo 

The Last Dance apresenta sua narrativa como um ioiô: com depoimentos do presente, de personalidades como Barack Obama e Bill Clinton e a linha do tempo, ligando algum fato que ocorreu na equipe de Chicago Bulls durante a temporada 1997/98 para retratar o passado.

O documentário traz nuances da personalidade do astro do basquete, Michael Jordan. Novas perspectivas sobre a vulnerabilidade afetiva após a perda do pai, o vício em apostas, a competitividade exagerada e o assédio moral sobre seus colegas. E nenhuma superação de intrigas do passado com Isiah Thomas. 

Além de contar, com espaço aos seus companheiros de equipe, entre eles Scottie Pippen e Dennis Rodman, e o grande técnico Phil Jackson nos primeiros episódios. 

O sucesso de The Last Dance na pandemia 

A série documental teve sua estreia antecipada para o dia 20 de abril devido à pandemia do coronavírus. Sem jogos da NBA, os fãs de basquete se voltaram ao documentário. Que assumiu um protagonismo em noticiários esportivos dos Estados Unidos, e por aqui.

Segundo a consultora Parrot Analytics, que analisa as audiências com base em dados online, Arremesso Final é a série documental mais vista no mundo e, também da história da ESPN norte-americana. A empresa não mede os números reais de visualizações, mas seus dados fornecem uma boa visão do que as pessoas ao redor do mundo estão tentando assistir online.

Na imagem, o quinteto do Bulls na temporada 1997/98 e Phil Jackson, a imagem foi criada para divulgar o documentário The Last Dance, produzido pela parceria NBA, ESPN e Netflix. Netflix: The Last Dance e seu sucesso popular - Área Restritiva
Foto: Divulgação/ESPN

Quebra de recordes e audiência 

The Last Dance é o projeto de conteúdo original mais ambicioso da ESPN de todos os tempos. Na estreia pela emissora norte-americana, em horário nobre, o documentário registrou média de 6.3 milhões de espectadores, enquanto o segundo episódio, que iniciou logo em seguida, teve 5.8 milhões.

O documentário mais visto da história da emissora, desbancou com larga vantagem o antigo número, de 3.6 milhões de pessoas que assistiram ao You Don’t Know Bo, que destaca a trajetória do ex-atleta Bo Jackson no futebol americano e baseball, parte do ESPN Films: 30 for 30. Contrariando a atual realidade, onde as redes esportivas perderam milhões de espectadores devido ao cancelamento de eventos ao vivo.

A repercussão tomou as redes sociais também. O Facebook e o Instagram, contabilizou mais de 7 milhões de comentários, atividades e engajamento relacionados ao documentário. No Twitter, o assunto mais discutido ao redor do mundo, de 25 dos 30 principais trending topics nos EUA tinham alguma relação a última dança. A plataforma registrou 1.6 milhões de comentários sobre os episódios. Pelo Google, a produção foi um dos assuntos mais pesquisados do mundo.

A segunda noite com dois novos capítulos de The Last Dance, gerou uma média de 5.9 milhões de telespectadores para a ESPN. O terceiro episódio, no ar no domingo , registrou média de 6.1 milhões. Enquanto o capítulo quatro, teve média de 5.7 milhões. Ambos dados são da Nielsen Media Research e agregam a audiência da ESPN e ESPN 2.Os episódios cinco e seis tiveram uma média de 5.5 milhões de telespectadores. O capitulo cinco com média de 5,8 milhões de espectadores e o episódio seis com média de 5.2 milhões.

As estreias de The Last Dance continuou a inspirar audiências significativas, com média de 5.6 milhões de espectadores nos primeiros oito episódios. E nos capítulos, sete e oito, tiveram em média 5.1 milhões de espectadores.

O documentário é consumido pelos fãs de basquete entre 18 a 49 anos. Entre a faixa etária, os episódios cinco e seis tiveram uma média de 2.9 milhões de espectadores, com o episódio cinco com uma média de 3,1 milhões e o episódio seis com uma média de 2,8 milhões. Todos os dados provém dos relatórios da Nielsen.

Apesar dos números não serem reconhecidos pela Netflix. A empresa Nielsen divulga que, nas duas primeiras semanas, The Last Dance foi visto por mais de 12.2 milhões de pessoas. E segundo Steve Langdon, diretor de parcerias na empresa Parrot, The Last Dance destronou Tiger King como documentário mais visto na Netflix. No mundo, a série documental ficou no top 20 das mais assistidas do streaming, considerando a concorrência com outras séries não documentais. Já considerando apenas os Estados Unidos, ficou na 11° posição.

Sem o anel “oficial” de série mais vista pelo mundo. The Last Dance, sem dúvida, nos arrebatou.  Com uma visão fantástica de uma das maiores equipes esportivas de elite do basquete e, na figura de Jordan, um dos atletas mais importantes para a modalidade.

A cada semana, cerca de 6 milhões de pessoas assistem ao programa. A série segue para os desfechos finais. Os dois últimos capítulos de The Last Dance, serão disponibilizados na madrugada desta segunda-feira (18) na Netflix. E não estamos preparados para o fim.

Leia mais sobre Michael Jordan e o Netflix: The Last Dance

Documentário do Jordan na Netflix tem data de estreia

Netflix: A ultima dança de Michael Jordan no Bulls

Netflix – The Last Dance: O que aconteceu na série?

Netflix: The Last Dance, tudo é a união do grupo

The Last Dance: O Legado de Jordan colocado em Check

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canal. Vídeos três vezes por semana.

Fiquem por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais, marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter.

Leia mais!

Deixe sua opinião

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe!

Se inscreva!

últimas publicações