De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
Imagem de divulgação do Camp promovido pela NBA Basketball School. Em um fundo roxo, centralizado a esquerda está o logo da NBA e o nome NBA, "Basketball, School" uma palavra abaixo da outra no mesmo tamanho que o logo, centralizado a direita o logo do Camp, o símbolo do sexo feminino, com uma bola de Basquete no centro do círculo, do lado está escrito "Girls Camp" com a letra "i" do Girls de cabeça para baixo. NBA ‘Girls Camp’ terá campeãs mundiais e medalhistas olímpicas - Área Restritiva
Girls Camp, do NBA Basketball School, acontece neste fim de semana em São Paulo.
Imagem: Divulgação NBA.

Nada melhor do que aprender com quem sabe. E a experiência será muito especial para as 90 meninas de dez estados do país que estão inscritas no ‘Girls Camp’, primeiro camp 100% feminino promovido pelo NBA Basketball School no Brasil, que será realizado no próximo fim de semana, como parte da celebração do ‘Dia Internacional da Mulher’. Além de Hortência e Paula, convidadas especiais do camp – que estarão no domingo, dia 8 -, e Ebony Hoffmann (ex-pivô de Indiana, Los Angeles e Connecticut), nomes consagrados como Alessandra Oliveira (ex-WNBA), Helen Luz (ex-WNBA), Lilian Gonçalves e Adriana Santos, todas com passagens vitoriosas com a camisa da Seleção Brasileira, estão confirmadas no grupo de técnicas convidadas do camp – professoras de unidades do NBA Basketball School e de projetos sociais também integram a equipe de instrutoras.

  • É uma grande oportunidade para trocar experiências, interagir com essa nova geração e também para dividir conhecimento, não só da nossa parte, das técnicas, mas também das meninas que vão participar do camp. Vamos poder também sobre vários assuntos que envolvem o esporte e estou contando os dias para que chegue logo o fim de semana – afirmou Alessandra.

Alessandra e Adriana fizeram parte da equipe campeã mundial em 1994 (Austrália) e também das seleções que conquistaram a prata (Atlanta-1996) e o bronze (Sydney-200) olímpicos. Helen Luz integrou os grupos do inédito título mundial e do bronze na Austrália. Lilian estava na campanha do terceiro lugar nos Jogos Olímpicos.

O ‘Girls Camp’ conta com a chancela da WNBA (Women National Basketball Association) e terá ainda as participações de Samia Hallage, psicóloga do esporte (Graduada pela USP) e com anos de serviços prestados ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB), e José Neto, técnico da seleção feminina, que vai comandar um treino para as meninas.

Com a hashtag #AQuadraÉDelas, o ‘Girls Camp’ é uma iniciativa da plataforma NBA Basketball School, programa da NBA que teve início em fevereiro de 2019 e já possui 105 unidades, alcançando 18 estados (mais o Distrito Federal) nas cinco regiões do país. A Think Sports é a agência responsável pela implantação e supervisão do programa no país. Gatorade é parceira do ‘Girls Camp’. Todas as informações sobre o camp estão disponíveis pelo site.

Não deixem de acompanhar o Área Restritiva nas redes sociais e se inscrever no nosso canal no YouTube.

Acompanhem também os textos diários aqui no site, tem a nossa sessão dedicada só ao Novo Basquete Brasil, além é claro de ficarem por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais, marcamos presença no Facebook, Instagram e no Twitter.

SOBRE O AUTOR Perfil destinado para publicações e reflexões colaborativas dos colunistas do Área Restritiva em conjunto com as assessorias de imprensa. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: