Em duelo dramático e decidido apenas no tempo extra, atuais campeões sul-americanos colocaram fim à sequência vitoriosa dos mineiros e ainda assumiram a vice-liderança

Nesta terça-feira, Minas Tênis Clube e Paschoalotto/Bauru fizeram uma partida fantástica, que precisou de uma prorrogação para ter seu vencedor definido, não à toa, pois o duelo valia nada menos que a vice-liderança da temporada 2014/2015 do NBB. No final, melhor para os bauruenses, que mostraram mais cabeça fria na reta final do tempo extra e venceram, fora de casa, na Arena Minas, em Belo Horizonte-MG, pelo placar de 84 a 79.

O armador bauruense Ricardo Fischer foi um dos destaques do jogo, ao registrar 19 pontos, oito assistências e cinco rebotes. Quem também se sobressaiu, e muito, pelos atuais campeões sul-americanos foi o pivô Rafael Hettsheimeir, cestinha do duelo, com 24 pontos, sendo 20 deles no segundo tempo.

Com o resultado positivo, os comandados do técnico Guerrinha assumiram a vice-liderança isolada do NBB 7, com campanha de cinco vitórias em sete partidas. Já o Minas viu sua ótima sequência de seis vitórias ser quebrada, e caiu momentaneamente para terceira posição, com seis triunfos em nove jogos, rendimento igual ao do Flamengo, Mogi das Cruzes/Helbor e Franca Basquete.

“Conseguimos uma vitória muito importante que muitos não vão conseguir aqui dentro. A experiência de alguns jogadores nossos fez valer nos minutos finais o que nos deu a vitória”, afirmou o técnico do Bauru, Guerrinha, que não pôde contar com o ala norte-americano Robert Day, que está com uma lesão no ligamento colateral do joelho direito só deve voltar as quadras em janeiro.

 

Fotos: Carolina Bertolli/Focalize
Fotos: Carolina Bertolli/Focalize

Em outro duelo da noite, o Pinheiros/SKY mostrou mão quente nos tiros de três pontos para vencer a Liga Sorocabana. No Ginásio Gualberto Moreira, em Sorocaba, o time da capital paulista converteu expressivas 17 bolas de longa distância e conquistou um importante triunfo fora de casa, pelo placar de 96 a 88, para dar sequência a seu bom momento no campeonato nacional.

Depois de desbancar a invencibilidade do líder Limeira no último domingo, a equipe dirigida pelo técnico Marcel de Souza conseguiu a segunda vitória consecutiva e voltou a subir na tabela de classificação, agora com cinco triunfos em oito jogos disputados. Do outro lado, o esquadrão sorocabano conheceu seu sétimo resultado negativo em nove partidas realizadas.

Para converter os incríveis 17 arremessos de três pontos no duelo desta terça-feira, o Pinheiros apresentou um altíssimo aproveitamento de 56,7%. O destaque individual ficou por conta do ala/armador Jason Smith, que acertou seis tiros longos e foi o cestinha do jogo, com 24 pontos. Com 19 pontos e três bolas de três pontos na conta, o ala/pivô Felipe Ribeiro foi outro grande nome da vitória pinheirense.

“Fizemos um grande jogo. Estávamos muito bem. Conseguimos impor o nosso ritmo. Todos estão de parabéns. Foi a vitória da equipe”, disse o cestinha Jason Smith.

 

Fotos: João Pires/LNB
Fotos: João Pires/LNB

Helinho decide contra ex-time
Restavam oito segundos para o fim do jogo e o placar apontava igualdade em 66 a 66. Foi então que Helinho provou uma sensação diferente. Atuando pela primeira vez diante do Unitri/Pilhas Energizer após deixar a equipe que defendeu nas últimas duas temporadas, o armador converteu uma bola de três pontos decisiva e foi fundamental para que o Franca Basquete vencesse o time do Triângulo Mineiro, por 70 a 67.

Herói do triunfo francano no duelo realizado na noite desta terça-feira, no Ginásio do UTC, em Uberlândia, Helinho deixou a quadra com um total de 15 pontos, sendo 12 deles oriundos de quatro bolas de três pontos certeiras. Autor de 17 pontos, o ala argentino Marcos Mata foi outra figura importante para o êxito do esquadrão do interior paulista e foi o cestinha do jogo, ao lado do ala uberlandense Audrei.

“Foi um jogo digno e bastante equilibrado. Dominamos a maior parte da partida, mas eles contaram com várias bolas de três pontos no final e reagiram. Mas conseguimos superar a reação deles e conquistamos uma vitória importantíssima fora de casa. Sei bem como é difícil atuar aqui em Uberlândia e esse resultado é muito importante para nos dar ainda mais moral para as próximas partidas”, declarou Helinho.

 

Fotos: Fabio Menotti/Palmeiras/Divulgação
Fotos: Fabio Menotti/Palmeiras/Divulgação

Quem também venceu nesta terça-feira foi o Palmeiras/Meltex. Em casa, no Ginásio Palestra Itália, a equipe alviverde levou a melhor sobre o Paulistano/Unimed, por 73 a 68, e igualou a campanha dos atuais vice-campeões, ambos somam agora quatro vitórias em nove partidas.

O grande destaque do triunfo alviverde ficou por conta do armador argentino Maxi Stanic, cestinha da equipe, com 18 pontos, e ainda responsável por sete assistências. No entanto, o maior pontuador do jogo foi o norte-americano Kenny Dawkins, do time visitante, com 26 pontos.

 

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver