De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
Na Argentina, Mogi Basquete perde para o San Lorenzo pela Champions League
Foto: Divulgação/FIBA

O Mogi das Cruzes Basquete sofreu uma dura derrota para o San Lorenzo na noite desta quinta-feira (28) pela Champios League. Os argentinos dominaram os três primeiros quartos do jogo e venceram pelo placar centenário de 107 a 78, com parciais de 39 a 17 (1º), 31 a 15 (2º), 27 a 21 (3º) e 10 a 25 (4º).

Foi o segundo revés do time do técnico Guerrinha na competição para o time de Buenos Aires. Apesar da derrota, a equipe se mantém na segunda colocação do grupo, com uma vitória, atrás do San Lorenzo, já classificado para a próxima fase com três triunfos, mas ainda com um jogo para fazer contra o Biguá (URU), no dia 19 de dezembro, em casa. No dia 16, às 19h, os mogianos recebem os uruguaios em jogo que decide o segundo colocado do grupo.

Os destaques do Mogi das Cruzes Basquete na partida foram o ala Danilo Fuzaro, com 23 pontos, os alas-pivôs Luís Gruber, com 14, Fabricio Russo, com 13, e Alexandre Paranhos, com seis pontos e nove rebotes.

“O jogo mostrou uma diferença muito grande de equipe. Eles com jogadores de alta rotação no banco, de nível técnico, como o Tucker, o Batista e o Vidoza. Tivemos uma diferença de 20 pontos de banco contra banco. No primeiro tempo eles conseguiram ter uma qualidade no arremesso muito grande e nós jogamos muito abaixo do que podemos e eles muito acima, na defesa e no ataque. No segundo tempo conseguimos trabalhar o lado emocional da equipe para voltar e terminar o jogo com dignidade, fazendo revezamento. Infelizmente tivemos a torção de pé do Fúlvio, mas pôde dar condições para os meninos mais novos jogar em nível internacional.  Esse foi o objetivo depois do primeiro tempo e até conseguimos baixar a diferença. Fica a lição de um campeonato muito forte, que quando a gente não tem o mesmo nível de elenco é preciso entrar mais concentrado para não dar essa abertura e criar uma dificuldade muito grande depois”, explica o treinador.

O armador Fúlvio Chiantia sofreu um leve entorse no pé esquerdo e deve passar por exames. O Mogi das Cruzes Basquete teve os desfalques do pivô João Pedro, que passou por uma cirurgia no tendão do bíceps do braço esquerdo e deve voltar em abril, e do armador Alexey Borges, que se recupera de uma artroscopia no menisco do joelho esquerdo e tem retorno previsto para fevereiro.

Agora, a equipe mogiana volta o foco para a sequência do NBB Caixa (Novo Basquete Brasil), com dois jogos no Ginásio Hugo Ramos na próxima semana: Brasília, na segunda (2) e Minas Tênis Clube, na quarta (4), ambos às 20h.

Na Argentina, Mogi Basquete perde para o San Lorenzo pela Champions League
Foto: Divulgação/FIBA

Ingressos – Mogi Basquete x Universo/Brasília

Os ingressos estão à venda com valor promocional antecipado de R$ 10 no quiosque do clube no Mogi Shopping e pelo site totalticket.com.br/mogi. Também é possível comprar ingresso para a tribuna a R$40, com direito à meia entrada, pipoca e refrigerante à vontade, e para o camarote (quadra) a R$120, com direito à meia entrada e acesso à Sala Jaguá para um coffee break.

SOBRE O AUTOR Perfil destinado para publicações e reflexões colaborativas dos colunistas do Área Restritiva em conjunto com as assessorias de imprensa. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: