O Mogi das Cruzes/Helbor está novamente na liderança da série semifinal do NBB 7. Nesta sexta-feira, atuando no Ginásio Hugo Ramos completamente lotado, a equipe mogiana se deu melhor em uma partida equilibrada do primeiro ao último minuto, venceu o Paschoalotto/Bauru por 85 a 78, abriu 2 a 1 no confronto semifinal e deu importante passo na luta por uma vaga na grande Final da sétima edição do NBB.

Com 23 pontos, norte-americano Shamell foi o grande destaque da vitória mogiana Fotos: Luiz Pires/LNB
Com 23 pontos, norte-americano Shamell foi o grande destaque da vitória mogiana
Fotos: Luiz Pires/LNB

Depois de primeiro período dominado pelas defesas e segundo quarto de altos e baixos das duas equipes, a segunda etapa começou equilibrada, com boa pontuação dos dois lados da quadra, porém com o Mogi abrindo boa vantagem. Já em toda a segunda etapa os dois times tiveram alto aproveitamento nos arremessos e alta pontuação, melhor para a equipe do Alto do Tietê, que fez valer o mando de quadra e saiu com a vitória.

“Conseguimos a nossa meta, que era deixar eles jogarem abaixo dos 80 pontos. Marcamos com muita intensidade durante todo o jogo, e em nenhum momento perdemos a confiança. Jogar ao lado dessa fanática torcida é muito importante e a energia que nós sentimos hoje foi muito crucial para nos levar a esse triunfo especial”, comentou Gustavinho, do Mogi.

A equipe mogiana contou com grande atuação do ala norte-americano Shamell para sair de quadra com o triunfo. Dono de 23 pontos, 14 deles anotados no segundo tempo, o ala não só foi o cestinha do Mogi como também da partida.

O armador Gustavinho, fez 12 pontos , o pivô Paulão Prestes, saiu da partida com 11, assim como o ala/pivô norte-americano Tyrone, 11, somaram 42 pontos e também tiveram atuações para lá de importantes para o time do técnico Paco Garcia.

Com 18 pontos, o armador Ricardo Fischer foi um dos cestinhas do Bauru no jogo Fotos: Luiz Pires/LNB
Com 18 pontos, o armador Ricardo Fischer foi um dos cestinhas do Bauru no jogo
Fotos: Luiz Pires/LNB

Pelo lado do Bauru, os grandes destaques foram o ala norte-americano Robert Day, dono de 18 pontos, o armador Ricardo Fischer, autor de 18 pontos, seis assistências e cinco rebotes, e o ala Alex Garcia, que fechou a partida com 13 pontos e sete rebotes recuperados.

“Não fomos bem na defesa. Foi igual ao primeiro jogo e isso não deu tranquilidade para a gente atacar. Temos que melhorar isso para voltarmos aqui no domingo, vencer o jogo e levar a decisão para Bauru na quinta partida”, analisou o armador Ricardo Fischer, do Bauru.

Vencendo a série por 2 a 1, o Mogi terá uma chance de conquistar sua vaga na Final do NBB 7 neste domingo, dia 17 de Maio, às 13 horas, em mais uma partida em casa, no Ginásio Hugo Ramos, em Mogi – SP. Para o Bauru continuar vivo na série, precisa vencer o Jogo 4 e forçar a quinta e decisiva partida da série, que se necessária, será realizada na quarta-feira, dia 20 de Maio, às 19h30, no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru.

O vencedor desta série enfrentará o Flamengo na grande Final da sétima edição. A equipe rubro-negra conquistou a vaga para a sua quinta decisão de NBB, a terceira de forma consecutiva, ao bater o Winner/Limeira, por 3 a 0.

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver