“Com o pé na porta”. É assim que o Mogi das Cruzes/Helbor está atuando em seus compromissos fora de casa no NBB 7. No início da noite desta terça-feira, a equipe do Alto do Tietê jogou longe de seus domínios pela quinta vez consecutiva e manteve seu ótimo momento no campeonato. Com o controle do placar desde o primeiro quarto, o time comandado pelo técnico Paco García venceu o Palmeiras/Meltex, pelo placar de 84 a 68, e somou o quinto triunfo seguido na maior competição de basquete do país.

Com a quinta vitória seguida como visitante, a oitava em nove partidas disputadas longe do Ginásio Hugo Ramos, o esquadrão mogiano segue na quarta posição na tabela de classificação, agora com um total de 12 resultados positivos em 18 partidas disputadas. Por sua vez, o Palmeiras teve sua sequência de três vitórias quebrada e conheceu sua nona derrota também em 18 jogos realizados na temporada 2014/2015 do NBB.

Para sair vencedor no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, casa do Pinheiros/SKY, que já o Ginásio Palestra Itália está passando por pequenas reformas, Mogi contou com um bom jogo coletivo e cinco jogadores atingiram dígitos duplos na pontuação. Atuando contra sua ex-equipe, o ala Tyrone Curnell foi o cestinha mogiano, com 19 pontos, seguido por Shamell e Paulão, com 13 e 11 pontos anotados, respectivamente. Outros que apareceram bem a favor do time vencedor foram Gerson e Jimmy, que saíram do banco de reservas e registraram 11 e dez pontos, respectivamente.

“Prefiro assim. O time está em um bom momento e está jogando muito bem. Soubemos controlar as situações adversas dentro da partida e conquistamos mais um grande resultado fora de casa. A equipe está engrenando e melhorando a cada jogo e espero que as coisas continuem assim”, exaltou o comandante mogiano Paco García.

 

Fotos: Orlando Bento/Minas T.C.
Fotos: Orlando Bento/Minas T.C.

Colado no Mogi, o Minas Tênis Clube também venceu e segue vivo na briga por um lugar no G-4. Nesta terça-feira, a equipe do técnico Demétrius Ferracciú se recuperou da derrota da última rodada para o Mogi das Cruzes/Helbor e levou a melhor sobre o Basquete Cearense, jogando em casa, na Arena Minas, em Belo Horizonte-MG, pelo placar de 90 a 63. Com o resultado, os mineiros seguem firmes na quinta posição, com campanha de 12 triunfos em 17 jogos.

Os destaques da equipe vencedora ficaram por conta do ala Alex Oliveira, que marcou 16 pontos e cinco rebotes, do jovem armador Henrique Coelho, autor de 13 pontos, cinco rebotes e cinco assistências, e do jovem ala/pivô Adyb, que deixou a quadra com dez pontos na conta, seis deles no primeiro quarto, além do pivô Ansaloni, que beirou um duplo-duplo ao anotar oito pontos e pegar nove rebotes.

 

Fotos: João Pires/LNB
Fotos: João Pires/LNB

Uberlândia vence 2ª seguida e entra no G-12
O embalado Unitri/Pilhas Energizer segue crescendo na sétima edição do NBB. Nesta terça-feira, a equipe do técnico argentino Carlos Romano conquistou sua segunda vitória consecutiva na competição ao bater o UniCEUB/BRB/Brasília, em casa, no Ginásio Homero Santos-UTC, no Triângulo Mineiro, por 91 a 74, resultado que os colocou dentro da zona de classificação aos playoffs.

Agora, os uberlandenses chegaram ao seu sexto resultado positivo em 18 jogos no NBB 7, igualaram a campanha do próprio Brasília e ultrapassaram os candangos na tabela de classificação, ocupando agora a 12ª posição, no limite do grupo das equipes que vão às Finais, enquanto os rivais da capital federal ficam fora, na 13ª colocação.

Para sair de quadra com a vitória, o Uberlândia contou atuações inspiradas do ala/pivô Luis Gruber, que deixou a quadra com expressivos 22 pontos em 35 tentados (80% de aproveitamento), e do ala Audrei, que guardou 21 pontos e mais sete rebotes. Quem também se sobressaiu foi o armador Hélio, responsável por 14 pontos e cinco assistências, e o ala uruguaio Emilio Taboada, com 11 pontos.

 

Fotos: Ricardo Bufolin
Fotos: Ricardo Bufolin

Por fim, no último duelo da noite, o Pinheiros/SKY contou com grande atuação de André Bambu e voltou a vencer depois de duas derrotas. Com uma grande atuação no último quarto e uma cesta decisiva nos segundos finais do jogo realizado no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em São Paulo, o experiente pivô foi decisivo para o Pinheiros/SKY bater o São José/Unimed, pelo placar de 72 a 70, e voltar a vencer no NBB 7.

Depois de atuar apenas por quatro minutos no primeiro tempo e marcar apenas dois pontos, Bambu brilhou na segunda metade da partida, principalmente no último quarto. No final do terceiro quarto, o camisa 41 foi fundamental para a equipe da capital paulista reagir. Depois, na parcial final, marcou expressivos dez pontos, sendo dois deles os que decretaram o placar final da partida. Ao todo, Bambu registrou 16 pontos e foi o cestinha pinheirense.

 

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

 

Diego Silver