De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
Foram quase dois meses sem atividade desde a última partida do Mogi das Cruzes/Helbor pelo NBB Caixa, que aconteceu no dia 6 de maio. Na segunda-feira dia 03, parte do elenco se reapresentou para dar início à preparação física para a temporada no Ginásio Hugo Ramos.

O trabalho será feito durante este mês visando à estreia no Campeonato Paulista, no dia 4 de agosto, contra Franca, no Hugão. A data deve ser divulgada oficialmente pela FPB – Federação Paulista de Basquete. As atividades foram comandadas pelo preparador físico, Eric Ruiz, e pelo assistente técnico, Alexandre Rios.

“Na verdade, agora é colocá-los em marcha. Voltar com os estímulos de corrida, porque a maioria ficou sem esse trabalho de quadra específico com as movimentações. Eles fazem outros trabalhos, como de academia e corrida. Mas nesta semana nós vamos colocá-los nessa linha, fazendo movimentações linear e multidirecional. A ideia é adicionar novamente esses gestos que o basquete vai pedir para eles aos poucos dentro desta primeira semana para eles irem se adaptando aos estímulos. Na semana que vem, já com o Guerra, começar a direcionar um pouco mais para o técnico/tático que ele vai desenvolver neste ano. Então, neste primeiro momento, no meu caso, é ensinar algumas movimentações e estímulos diferentes para os atletas que vamos usar de forma mais contínua neste ano buscando a perfeição para otimizar o desempenho do atleta”, adverte Eric Ruiz.

Mogi das Cruzes/Helbor começa preparação física para a temporada
Foto: Antonio Penedo/Mogi-Helbor

O preparador físico começou a preparação trazendo algumas novidades do curso Mentorship, da EXOS, empresa americana que promove condicionamento físico para atleta de alto rendimento.

“A metodologia segue uma linha diferente de trabalho do que é praticado aqui, com muita concentração, foco, respeito aos exercícios da melhor forma possível. É um sistema que eles estão disseminando que obedece três linhas: estímulo, recuperação e alimentação. Alguns exercícios hoje, principalmente a parte neural, que faz com que o atleta tenha de pensar o que fazer vai dar muito resultado de desempenho físico. Então, o sistema visa melhorar o desempenho, diminuir o risco de lesão, buscar resultado de forma específica ensinando para o atleta porque ele precisa fazer cada uma das situações”, ressalta.

Pelo que sentiu hoje no primeiro dia de trabalho, o ala Guilherme Filipin acredita que a equipe estará bem já em 15 dias.

“Assim como o time vem evoluindo, o Eric está procurando evoluir, fez curso nas férias para transferir isso para a gente. Acho que serão uns treinamentos diferentes, bem bacanas, intensos e dinâmicos também. No nível que nós estamos aqui, acredito que em duas semanas conseguiremos ficar prontos para jogar e em um mês, no ideal”, destaca o capitão.

Além de Filipin, os trabalhos desta segunda contaram com alguns meninos da base, Jimmy Dreher, Vithor Lersch, Fabricio Russo, Guilherme Lessa e os dois reforços para a temporada, Rafa Moreira e Patrick Carioca. O pivô Caio Torres se representa nesta terça-feira. Na próxima semana, devem se juntar ao grupo Shamell Stallworth, Larry Taylor e Tyrone Curnell. O recém-contratado Wesley Sena ainda não tem data para ser apresentado.

SOBRE O AUTOR Diego Andrade, mais conhecido como Diego Silver. Professor de Educação Física. Pai, viciado em coisas de Nerd e é claro entusiasta do Basquetebol. Ex-Aluno do Bi-Campeão Mundial Rosa Branca, quando o mesmo era servidor do SESC Consolação. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: