De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
Na foto, Mosquito, autografando uma tabla de Basquete no Hall da Fama de Basquetebol de Mogi das Cruzes, na foto ele está de costas para a câmera autografando a tabela de acrílico. Mogi Basquete inaugura hall da fama com campeão mundial - Área Restritiva
Fotos: Antonio Penedo/ Mogi Basquete

O ex-armador da seleção brasileira, Carlos Domingos Massoni, conhecido como Mosquito, inaugurou o hall da fama do Mogi das Cruzes Basquete que irá homenagear personalidades do basquete brasileiro, nessa terça (3), no jogo contra o Paulistano. A assinatura dele está registrada na tabela que fica dentro da Sala Jaguá, um espaço criado pelo clube dentro do Ginásio Hugo Ramos para receber convidados, patrocinadores e torcedores que ficam no camarote. No local, também há fotos de momentos marcantes da equipe e é servido um café pelo Hotel Ibis no intervalo dos jogos.

Mosquito teve uma carreira vitoriosa, especialmente pela seleção brasileira, com as conquistas do Mundial de 1963, dois bronzes olímpicos (1960 e 1964) e uma medalha de ouro no Pan-Americano de 1971. “Para mim foi uma surpresa, mesmo eu morando em Guarulhos, que é uma cidade grande, onde eu tenho um nome muito grande, graças a Deus e ao basquete, mas infelizmente lá não se faz homenagens. O Nilo fez esta honra para mim e é um privilégio maravilhoso. Viva Mogi!”, comemora o ex-armador.

Na foto, estão lado a lado no centro do Ginásio Hugo Ramos, Cadum, Nilo Guimarães, Mosquito e Jaguá, Mosquito está segurando a camisa homenageando o campeão mundial pela seleção brasileira. Mogi Basquete inaugura hall da fama com campeão mundial - Área Restritiva
Fotos: Antonio Penedo/ Mogi Basquete

Além de inaugurar o espaço com a sua assinatura, Mosquito também recebeu uma camisa do Mogi das Cruzes Basquete personalizada com o seu nome no início da partida contra o Paulistano.

“A gente fica muito feliz e honrado por receber o Mosquito, que foi um dos maiores armadores que o Brasil já teve. Eu me inspirei muito nele para jogar e tenho um orgulho, um respeito e um carinho enorme por ele”, ressalta Nilo.

Outro convidado para o Hall da Fama foi o ex-jogador e ex-técnico, José Edvar Simões, que não pôde comparecer nessa terça por motivos particulares, mas virá deixar a assinatura dele em outra oportunidade.

Não deixem de acompanhar o Área Restritiva nas redes sociais e se inscrever no nosso canal no YouTube.

Acompanhem também os textos diários aqui no site, além da nossa sessão dedicada só ao Novo Basquete Brasil, além é claro de ficarem por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais, marcamos presença no Facebook, Instagram e no Twitter.

SOBRE O AUTOR Perfil destinado para publicações e reflexões colaborativas dos colunistas do Área Restritiva em conjunto com as assessorias de imprensa. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: