De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.

O Mogi das Cruzes Basquete foi derrotado pelo São José por 97 a 89 nesta quinta (12), no Vale da Paraíba, pelo NBB CAIXA (Novo Basquete Brasil). Com o resultado, os mogianos permanecem em quinto lugar, com um revés a mais que o Minas (4º). O próximo desafio da equipe será no Ginásio Hugo Ramos, na próxima quarta (18), contra o Bauru, às 21h, com portões fechados, por conta do corona vírus. A decisão deve ser divulgada oficialmente pela Liga Nacional de Basquete nesta sexta, assim como o adiamento do Jogo das Estrelas.

Na foto, Alexey está driblando entre o meio da quadra e a linha dos três pontos do Basquete, na foto aparentemente ele vai fazer alguma finta com bola para passar do jogador do São José. O Mogi jogou com o seu uniforme escuro e o São José com o uniforme claro. Mogi Basquete é superado pelo São José pelo NBB fora de casa - Área Restritiva
Foto: Antonio Penedo/Mogi Basquete

Com um primeiro quarto muito equilibrado, o São José saiu à frente no placar (23 a 19) e conseguiu manter a vantagem também nos três períodos seguintes, com parciais de 20 a 19, 23 a 21 e 31 a 30, respectivamente, consolidando a vitória.

“Nós jogamos com uma equipe que é totalmente ofensiva, na casa deles, e em um momento bom. Nosso time tem que começar pela defesa. Não conseguimos tirar o São José de dentro da característica dele e, com isso, vamos aprendendo”, enfatiza o técnico Guerrinha.

Os destaques da partida foram o ala Danilo Fuzaro, com 30 pontos e seis rebotes, o ala-pivô Alexandre Paranhos, com um duplo-duplo de 18 pontos e dez rebotes, e o armador Alexey Borges, com 16 pontos e cinco assistências. Também se destacaram o ala André Góes, com 11 pontos e sete rebotes, e o ala-pivô Fabricio Russo, com nove pontos.

“Faltou muito da parte defensiva. Tínhamos que estar mais concentrados como equipe para as coisas fluírem melhor. Acredito que a maioria joga melhor em casa. Eles estavam em uma noite inspirada, mas temos que saber jogar com isso, se adaptar ao jogo e conseguir defender melhor. A nossa equipe passou por várias dificuldades e sempre acreditamos até o fim. Estamos em uma fase do campeonato que toda vitória é importante, todo detalhe é importante, então, temos que estar 100% dentro do jogo”, ressalta Danilo Fuzaro.

Departamento Médico do Mogi das Cruzes Basquete

O Mogi Basquete não conta com o pivô Luís Gruber, que rompeu o ligamento do joelho esquerdo e só voltará na próxima temporada, e com o armador Lucas Lacerda, que sofreu uma fratura no pé esquerdo e segue em tratamento.

Não deixem de acompanhar o Área Restritiva nas redes sociais e se inscrever no nosso canal no YouTube.

Acompanhem também os textos diários aqui no site, além da nossa sessão dedicada só ao Novo Basquete Brasil, além é claro de ficarem por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais, marcamos presença no Facebook, Instagram e no Twitter.

SOBRE O AUTOR Perfil destinado para publicações e reflexões colaborativas dos colunistas do Área Restritiva em conjunto com as assessorias de imprensa. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: