De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
Na foto, todos os membros do conselho da FIBA, entre eles Dirk Nowitzki jogador Alemão que defendeu o Dallas Mavericks e a Magic Paula, lenda brasileira do Basquetebol Feminino, campeã mundial de 1994, na foto estão 11 indicados para o conselho, todos eles com roupas sociais. Indicada pela CBB, Magic Paula celebra primeira reunião no Conselho de Atletas FIBA - Área Restritiva
Foto: Divulgação/FIBA

Uma das maiores jogadoras da história do basquete brasileiro, Magic Paula segue trabalhando em prol da modalidade, agora fora das quadras. A ex-jogadora foi indicada pela Confederação Brasileira de Basketball para o Conselho de Atletas da Federação Internacional de Basquete (FIBA), através da gestão Guy Peixoto, e teve a aceitação da entidade. A primeira participação de Paula Gonçalves na Suíça aconteceu no fim de fevereiro, em reunião do Conselho em Mies, na Casa do Basquete, Sr. Patrick Baumann. Em conversa com a CBB, Paula falou sobre a indicação e também sobre o seu trabalho em prol do basquete.

– Foi uma experiência nova e que tenho muita responsabilidade por aceitar ao convite, pois represento uma fatia importante do basquete no mundo, a América. Momento de reconhecimento pelos anos dedicados ao basquete brasileiro e pós quadras estar envolvida com a gestão. Acredito que será um grande aprendizado e pretendo contribuir com as dificuldades do nosso basquete na visão do atleta – citou Paula.

A Confederação Brasileira de Basketball fez o convite para Paula por conta de sua história no basquete brasileiro e também sua preocupação com todos os aspectos da modalidade, desde quando jogava. Assim, o presidente Guy Peixoto encontrou na paulista a pessoa ideal para indicação, que prontamente foi aceita pela FIBA.

– Fui consultada inicialmente pelo Presidente se teria o desejo de contribuir e prontamente aceitei o desafio. Pela oportunidade de ser uma voz dentro da entidade máxima do basquete – citou a ex-jogadora.

Ao lado de Paula estão nomes como o de Dirk Nowitzki, ex-jogador de basquete alemão e um dos maiores estrangeiros da história da NBA. Na primeira reunião, Paula explica, foi momento de discutir uma pauta que já chegou formulada para os participantes. Nas próximas idas para a Suíça, ela garante que colocará seu perfil pró-ativo em ação.

– Pela primeira reunião a pauta já chega pronta para discutir os temas e entendo que nossa contribuição seja o olhar do atleta, as dificuldades, as relações com as entidades e de que forma podemos elevar o nível da modalidade dentro e fora das quadras. Minha intenção após a primeira reunião e sentir como funciona a entidade FIBA, devo ser mais participativa e agregar o desejo dos atletas pela melhoria da modalidade – garantiu Paula.

Não deixem de acompanhar o Área Restritiva nas redes sociais e se inscrever no nosso canal no YouTube.

Acompanhem os textos diários aqui no site, você encontra as atualizações sobre a LBF aqui e parar saber mais sobre o que acontece fora das quadras no Basquete Brasileiro, tem nossa sessão aqui, além é claro de ficarem por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais, marcamos presença no Facebook, Instagram e no Twitter.

SOBRE O AUTOR Perfil destinado para publicações e reflexões colaborativas dos colunistas do Área Restritiva em conjunto com as assessorias de imprensa. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: