Na última semana aconteceu o Expert XP, um evento virtual de investimento e empreendedorismo, que abriu espaço para o Basquete e Magic Johnson

Magic Johnson investidor? Magic Johnson na XP? Como assim? Calma, caro leitor, pega um copo com água e senta aí que nós vamos explicar para você. A lenda da NBA e do Los Angeles Lakers, Earving “Magic” Johnson, foi um dos convidados para palestrar na Expert XP, convenção online da XP Investimentos.

Quanto ao evento que ainda tem suas palestras disponíveis no site (a do Magic Johnson você pode conferir aqui), um casting estrelado. Bom, não dava para esperar menos do evento de uma das gigantes dos investimentos no Brasil, de Malala a Tony Blair, o evento foi gigante.

Magic Johnson: A Magia de Vencer e o grande arrependimento

O nome não poderia ter sido melhor escolhido: ‘A Magia de Vencer’, e a palestra foi dividida entre um relato da carreira do ex-armador do LA Lakers e perguntas enviadas previamente. Ele conta de tudo um pouco, desde histórias com Kobe Bryant até o seu legado como empresário.

Um dos grandes nomes ao levantar a bandeira do combate ao vírus da AIDS, Magic falou sobre parte do seu legado ser os investimentos em campanhas e pesquisas, principalmente ajudando bairros negros pobres dos Estados Unidos; não só isso, mas também doando e criando ações para ajudar na educação de crianças e jovens negros.

Mas nem tudo são flores na carreira de Magic Johnson, que teve que responder uma pergunta bem específica: Qual o seu maior arrependimento?

Para a grande surpresa de várias pessoas, não foi um arremesso errado ou uma derrota na NBA, UCLA ou pelas seleções dos Estados Unidos; talvez até ser portador do vírus HIV seria uma arrependimento. Mas Magic Johnson fala sobre ter dito NÃO para a Nike.

O Grande não para a Nike, por alguns milhões. Entenda!

Magic Johnson é um dos maiores jogadores de todos os tempos, com cinco títulos da NBA, três MVP’s e MVP’s das finais, além de uma medalha olímpica e campeão do mundo com a seleção dos Estados Unidos. Bom, não precisamos falar mais sobre a carreira dele, certo?

Primeira escolha do NBA draft de 1979, ao chegar na liga foi bombardeado por propostas de contratos com marcas de material esportivo da época, mais especificamente a Nike, Adidas e Converse (que ainda não era uma marca adquirida pela Nike). O problema era que a Nike não tinha dinheiro para oferecer para Magic Johnson, então a negociação era em ações da marca.

Filho de trabalhadores de Michigan, o melhor jogador daquela classe não pensava em ações, ele não sabia nada de ações e sendo assim ele recusou o contrato com a Nike para assinar com a Converse.

Você, nesse momento, está pensando que Magic Johnson é burro ou algo assim, mas naquela época a Nike era só uma empresa que estava começando e ele poderia ganhar milhões com a Converse. Então o que você faria?

Bom, o problema é que agora sabemos que a Nike deu muito certo e é uma gigante. Magic Johnson falou em uma entrevista para o The Ellen Degeneres Show sobre o não para Phil Knight e a Nike. “Eu me chuto toda vez que eu entro em uma loja da nike”.

A grande questão agora é, o impacto que o Magic Johnson iria causar na cultura Sneakerhead seria tão grande, que talvez não existisse Air Jordan e o primeiro grande tênis da Nike fosse o Magic’s 1.

Gostou dessa história!? Tem algumas outras na nossa coluna Lifestyle.

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canal. Vídeos três vezes por semana.

Já imaginou um grupo para discutir Basquete como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.