ADD Magic Hands e o O Clube Amigos dos Deficientes (CAD/Corinthians/Vetnil/Smel) de Rio Preto reeditam a final do último Campeonato Brasileiro de Basquete em cadeira de rodas – 1° divisão pela terceira vez seguida nesta sexta-feira (6).  A disputa final terá transmissão ao vivo do SporTV2 a partir das 17h (de Brasília). O evento é realizado no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Na primeira semifinal, disputada na última  quinta-feira (5), o CAD Corinthians enfrentou o xará da capital, o CAD São Paulo e saiu vitorioso por 60 a 34. Em tarde inspirada, o ala/armador Berg, com 16 pontos anotados foi o cestinha da semifinal. A equipe paulista do Hands venceu a GADECAMP por 77 a 31 e garantiu sua vaga na final. Com um bom volume de jogo, todos os titulares pontuando, o armador Glebe Cândido esteve em seu melhor jogo, anotando 19 pontos, cestinha do jogo.

Estávamos vindo numa crescente desde a segunda fase do Paulista, após perdermos para o CAD, identificamos as nossas falhas em treinos e em reuniões técnicas. Assim, conseguimos estudar todas as equipes e as formas que cada uma ataca e defende. Contra o Gadecamp, apesar de ser uma equipe muito competente e cheia de vontade, tivemos a felicidade de encaixar nosso jogo e consequentemente tivemos um ótimo volume de jogo, com isso conquistando a vitória” – declarou o auxiliar técnico Diego Lucas, do Magic Hands ao Área Restritiva. 

As equipes finalista são detentoras de nove jogadores da Seleção Brasileira. Defenderão o Magic Hands  Cristiano Marcondes, Gelson Júnior, Glebe Candido, Amauri Viana e Luciano da Silva. Do outro lado, outros quatro atletas defendem o CAD: Erick da Silva, Leandro Miranda, Paulo Cesar e Wanderberg Nascimento. Os atletas paralímpicos conquistaram o quarto lugar nos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019, em agosto.

No campeonato brasileiro de 2018, a ADD Magic Hands conquistou seu quinto título nacional de basquete em cadeira de rodas com o placar de 69 a 52.  Hands desbancou o CAD Corinthians, por quem havia sido derrotada na final da edição anterior do campeonato. As equipes também disputaram duas finais do campeonato paulista. Neste ano, o CAD levou a melhor nos confrontos, com três vitórias contra duas dos paulistanos. Há um mês, a equipe de Rio Preto fez 57 a 55 nos rivais na decisão do Paulista e faturou o pentacampeonato.

O CAD Corinthians busca o tricampeonato depois das conquistas em 2015 e 2017. Enquanto o Magic Hands defende o título, além de cinco vezes terem subido ao lugar mais alto do pódio: 2010, 2011, 2014 e 2016 e 2018. As duas equipes chegam invictas na busca do título.

Nos três últimos brasileiros a final é entre as duas equipes. Nossa expectativa é manter o mesmo padrão de jogos que treinamos e que estamos fazendo. Na final o CAD é uma equipe que cresce muito, tem jogadores experientes e de seleção, tanto brasileira como  da seleção argentina. Devemos nos atentar tanto no nosso lado emocional, e no deles também. Ambas equipes crescem muito na final do brasileiro, possuem boas qualidades técnicas e uma camisa de nome.” – finalizou o auxiliar técnico. 

Magic Hands e CAD Corinthians duelam a final do Campeonato Brasileiro de Basquete
Foto: Ale Cabral/CPB.

CAD Corinthians – 5 jogos/ 5 vitórias 

CAD Corinthians 72 x 28 ADAP- GO
CAD Corinthians 83 x 29 UNIPAN Patos
CAD Corinthians 78 x 52 ADFEGO
CAD Corinthians 52 x 47 GADECAMP
CAD Corinthians 74 x 26 ADF

Magic Hands e CAD Corinthians duelam a final do Campeonato Brasileiro de Basquete
Equipe ADD Magic Hands, conversando em tempo técnico durante o confronto contra a equipe Gadecamp.
Foto: Ale Cabral/CPB.

MAGIC HANDS – 4 jogos/ 4 vitórias

Magic Hands 92 x 23 ADIFIMA
Magic Hands 75 x 39 CAD/SP
Magic Hands 77 x 31 GADECAMP
Magic Hands 65 x 15 ANDEF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.