De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.

Em reunião realizada nesta segunda-feira (16/03), na sede da Liga Nacional de Basquete (LNB), em São Paulo (SP), os clubes que participam da temporada 2019/2020 do NBB decidiram que o campeonato permanecerá suspenso e a decisão será reavaliada no dia 26/03, em novo encontro dos clubes.

Neste domingo, a LNB anunciou a suspensão do campeonato por tempo indeterminado, devido ao avanço do COVID-19 no país. A reunião marcou a presença física de alguns clubes, como Minas Tênis Clube, Universo/Brasília, São José, Corinthians, Rio Claro Basquete, assim como a participação virtual por vídeo-chamada com os outros 11 times do NBB.

Na foto, representantes de algumas equipes que disputam o NBB, representantes da associação de atletas profissionais e representantes da Liga Nacional de Basquete, as pessoas estão sentadas em volta de uma mesa oval, são 11 pessoas, todos homens e uma décima segunda pessoa é o gerente técnico da LNB, Paulo Bassul, fora do "círculo". LNB faz reunião extraordinária para falar do Covid-19 - Área RestritivaReunião do Conselho da LNB com presença da AAPB (DivulgaçãoLNB)
Reunião do Conselho da LNB com presença da AAPB.
Foto: Divulgação/LNB.

O presidente da Associação dos Atletas Profissionais de Basquete (AAPB), Guilherme Teichmann, Nezinho, capitão da equipe de Brasília, e Léo Costa, técnico do Minas, também participaram do evento e contribuíram muito na reunião com suas respectivas visões de dentro da quadra.

“A essência da LNB é a união entre clubes, jogadores e técnicos. Hoje sentimos uma participação ativa de todas as partes, o que dá muito mais credibilidade e êxito a qualquer decisão. É uma situação muito difícil para todos nós, por isso é muito importante eles estarem presentes”, disse o presidente interino da LNB, Nilo Guimarães.

Guilherme Teichmann, presidente da Associação dos Atletas Profissionais de Basquete (AAPB), aprovou a decisão tomada pelos clubes e deu seu parecer sobre a situação.

“Entendemos que (a paralisação) é a medida certa a ser tomada. Estamos passando por um momento importante, em que precisamos dar o exemplo às pessoas sobre gravidade do que está acontecendo e das medidas que devem ser tomadas. Os clubes tomaram a decisão correta, e nós atletas estamos de acordo. Esperamos que o campeonato retorne da maneira que deve ser, em um momento mais tranquilo, em que a gente consiga jogar sem problemas e que a vida fora do basquete esteja bem também”, declarou Teichmann.

O encontro de hoje tocou em assuntos importantes como os treinamentos das equipes nesse período de suspensão e um possível reinício desta temporada, que contará com um mínimo de 7 dias de preparação antes da primeira partida após recesso.

“Ficou definido que cada clube poderá gerenciar se continua treinando ou não, além de considerar definições de cada Estado. A interrupção do trabalho de atletas não é ideal pensando em performance, mas a prioridade agora é pensar na vida do ser humano, preservação e controle da propagação do vírus no país”, disse o técnico Léo Costa, do Minas.

Não deixem de acompanhar o Área Restritiva nas redes sociais e se inscrever no nosso canal no YouTube.

Acompanhem também os textos diários aqui no site, além da nossa sessão dedicada só ao Novo Basquete Brasil, além é claro de ficarem por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais, marcamos presença no Facebook, Instagram e no Twitter.

SOBRE O AUTOR Perfil destinado para publicações e reflexões colaborativas dos colunistas do Área Restritiva em conjunto com as assessorias de imprensa. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: