Na terceira semana de jogos da Liga Ouro 2015, as equipes começam a brigar por estabilidade na tabela de classificação. Os quatro jogos da semana trazem confrontos diretos e testes para os líderes da competição. A bola sobe nesta quinta e sábado em Recife-PE e em Campo Mourão-PR.

Fotos: Brito Junior
Fotos: Brito Junior

O líder, e ainda invicto, Caxias do Sul faz sua estreia fora de casa, em Recife, onde o Sport Clube Recife fará o primeiro jogo diante de seu torcedor, no Ginásio Marcelino Lopes, às 19h30 desta quinta-feira e às 10h30 no sábado.

No Paraná, o Campo Mourão volta a jogar em seu território e recebe o embalado CEUB, que na última rodada conquistou a primeira vitória na Liga Ouro 2015. Os dois times entram em quadra brigando pela terceira vaga na zona de classificação. As equipes medem forças no Ginásio de Esportes JK na quinta-feira, às 20 horas e no sábado às 17h.

Defesa que garante a liderança
O único time invito da Liga Ouro 2015 é o Caxias do Sul que até agora jogou em casa e soube aproveitar bem essa vantagem. Mas o que tem garantido o bom desempenho na competição é o sistema defensivo que até agora, em quatro jogos, sofreu 241 pontos, 61 a menos que a segunda melhor defesa, que é do CEUB, com 309 pontos sofridos.

“Nós estamos estabelecemos metas para os jogos e até agora conseguimos atingi-las. Nossa defesa é forte e preparada para as situações do jogo. Trabalhamos e estamos aplicando isso em quadra. Quando se defende bem, se ganha a oportunidade dos contra-ataques e isso faz a diferença em cada período, além dos fatores psicológicos e a confiança que equipe ganha”, explicou Rodrigo Barbosa, treinador invicto da Liga Ouro 2015.

Aliado a isso, o ataque vem fazendo sua parte, mas ainda fica atrás do Sport Recife que mostrou uma mão quente somando 332 pontos nos quatro primeiros jogos, se garantindo na segunda colocação, o Caxias tem 311 pontos somados.

O equilíbrio mostrado por Caxias deixou a equipe em vantagem. Sem derrotas, o líder da competição tem um saldo positivo de 70 pontos, bem diferentes dos 31 e 38 negativos que Campo Mourão e CEUB, terceiro e quarto colocados respectivamente, somam até o momento.

Confrontos diretos
Em comum na rodada a briga direta dos adversários por posições na tabela de classificação. No jogo em Recife, a briga é pelo topo. Até aqui imbatível jogando em casa, o Caxias do Sul tem seu primeiro desafio fora de seu território e enfrenta a única equipe que pode igualar sua campanha com quatro vitórias, o Sport.

O Leão ainda não jogou como anfitrião, mas mostrou forças para beliscar uma vitória em cada semana da competição, sempre vencendo nos primeiros confrontos. Se ganhar os dois jogos, chegará a 10 pontos e passará a dividir a liderança do campeonato coma equipe gaúcha.

O Caxias do Sul precisa de uma vitória para seguir puxando a fila dos classificados para as fases seguintes da Liga Ouro 2015. Se vencer os dois jogos se estabiliza na liderança e abrirá boa vantagem em relação ao segundo colocado.

“Nós temos uma torcida apaixonada por basquete, talvez sejamos uma das poucas equipes com times masculino e feminino. Temos muita tradição na Ilha do Retiro, já está na cultura do pernambucano acompanhar basquete e isso nos deixa com as melhores expectativas. Quem vier terá um grande espetáculo, vamos enfrentar uma equipe muito bem montada, mas vamos jogar em casa e acho que podemos ganhar”, declarou o comandante do Sport, Ricardo Oliveira.

Fotos: Clas Mendes
Fotos: Clas Mendes

No outro embate da semana, duas equipes de campanhas iguais disputarão a terceira vaga para os playoffs. Com vantagem no saldo de cesta, Campo Mourão tem o fator casa para segurar o embalo do CEUB e se firmar entre os três que se garantem na fase seguinte da Liga Ouro 2015.

Mesmo vindo de dois resultados negativos, o treinado de Campo Mourão, Emerson Souza, gostou da postura de sua equipe e segue confiante.

“Apesar das derrotas em Caxias do Sul, fizemos os dois melhores jogos da equipe no ano. Estamos há pouco tempo juntos e ainda nos conhecendo. O time está motivado pela evolução nas partidas e vamos pra cima do CEUB buscar as vitórias que nos darão bastante confiança”, explicou.

Depois de começar com três derrotas, o CEUB se encontro no último jogo, mostrou tranquilidade para segurar a liderança do placar e atingiu os mesmo cinco pontos do time paranaense. A briga entre as equipes é acirrada e para esse confronto, além do resultado do vencedor, a confiança e evolução das equipes também serão medidas.

“Nós queremos vencer e seguir vencendo. Depois de fazer alguns bons jogos, perdemos um jogo bem apertado para o Sport, mas a equipe respondeu, mostrou crescimento e nessa hora a vitória é o que interessa. Queremos somar vitórias e brigar pelas vagas de classificação”, detalhou o treinador candango Rodrigo Alves.

Fotos: Diego Pereira
Fotos: Diego Pereira

Sem deixar a média cair
Além de ter o ataque mais produtivo da competição, o Sport também conta com o cestinha dos quatro primeiros jogos. O ala Castellon, maior pontuador da edição passada da Liga Ouro, voltou com a mão calibrada e já acumula uma média de 17 pontos por jogo, seguido de perto pelos jogadores de Campo Mourão; Schneider e Luisinho, com médias de 16 e 15 pontos, respectivamente.

No garrafão, destaque para os alas/pivôs Feliz e Bruno José, ambos com médias de 7,75 rebotes. Quem vem mostrando liderança e comanda as ações de sua equipe é o armador Cauê que conduziu muito bem o Caxias em suas quatro vitórias. O jogador, de 26 anos, apresenta médias de 13 pontos, 6,6 rebotes, 7,5 assistências e 21 pontos de eficiência.

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver