Atividades fazem parte do primeiro dia do grande evento festivo do basquete brasileiro; quatro atletas tentarão o título nas enterradas e cinco trios disputarão o Arremesso das Estrelas.
Estão definidos os participantes do Torneio de Enterradas e também do Arremesso das Estrelas. Parte do primeiro dia de atividades do Jogo das Estrelas 2015, as competições acontecerão na próxima sexta-feira, dia 06 de Março, no Ginásio Pedrocão, em Franca-SP.

Um dos grandes atrativos do evento festivo, o Torneio de Enterradas terá um novo campeão em 2015. Os quatro concorrentes participarão pela primeira vez do desafio e um vencedor inédito será declarado. Representando o time da casa, o pivô André Coimbra, do Franca Basquete, encabeça a lista e terá como rivais os também pivôs Gerson, do Mogi das Cruzes/Helbor e o norte-americano O’Neal Mims, do Unitri/Pilhas Energizer, além do jovem ala Maxwell, do UniCEUB/BRB/Brasília, de apenas 23 anos.

Na primeira rodada, os quatro jogadores farão duas enterradas, sendo uma delas obrigatoriamente com a ajuda de um companheiro, e os dois que receberam a maior pontuação dos jurados avançarão à rodada decisiva. Na final, cada atleta fará uma enterrada em estilo livre e será declarado campeão aquele que receber a maior nota no total.

 

Fotos: Luiz Pires/LNB
Fotos: Luiz Pires/LNB

Outro torneio que agitará a noite de sexta-feira no Pedrocão, o Arremesso das Estrelas. Para este ano, a competição terá cinco trios, todos eles formados por um atleta do NBB, uma jogadora da LBF e uma lenda do basquete francano. Para homenagear a cidade que abrigará o Jogo das Estrelas, as trincas levarão o nome dos ex-jogadores que fizeram história em Franca.

Vencedor da competição no último ano, Chuí está de volta e desta vez será acompanhado por Helinho, do Franca, e da armadora Adrianinha. O time Fausto será liderado pelo ex-jogador Fausto Giannechini e terá o ala Marquinhos, do Flamengo, e a pivô Clarissa. No time Paulão, o ex-pivô e assistente técnico de Lula Ferreira na equipe francana, Paulão Berger será acompanhado de Larry Taylor, do Paschoalotto/Bauru, e a ala/pivô Damiris.

Outra trinca será composta pelo ex-jogador Robertão, o MVP David Jackson, do Winner/Limeira, e Isabela Ramona (Time Robertão). Por fim, o quinto trio será formado por Edu Mineiro, ex-atleta e atualmente dirigente do Franca Basquete, Guilherme Giovannoni, do UniCEUB/BRB/Brasília, e pela pivô Érika.

A mecânica de disputa do Arremesso das Estrelas é simples. Cada trio terá que converter sete arremessos de diferentes posições da quadra, sendo o último deles do meio da quadra. O tempo máximo para cada trinca fechar o circuito será de dois minutos. Os dois melhores tempos se classificarão à decisão do torneio para depois ser conhecido o grande vencedor.


Robert Day substitui Jefferson nos 3 Pontos
Na rodada da última quinta-feira, o ala/pivô Jefferson, do Paschoalotto/Bauru, sofreu rompimento do Tendão de Aquiles do tornozelo direito e está fora do restante da temporada. Sendo assim, o jogador será ausência no Jogo das Estrelas e seu substituto no Torneio dos 3 Pontos será o também bauruense Robert Day.

Exímio chutador, o norte-americano, de 31 anos e 1,98m de altura, participará pela terceira vez do desafio de tiros de longa distância. Day atuou na competição dos 3 Pontos em 2012, em Franca, e também no último ano, em Fortaleza.

 

O Jogo das Estrelas 2015
Com sede em Franca, interior do Estado de São Paulo, o Jogo das Estrelas 2015 será realizado nos dias 06 e 07 de março. No primeiro dia serão realizados o Arremesso das Estrelas, o Desafio de Habilidades e os Torneios de 3 Pontos e Enterradas.

No dia seguinte será a vez do grande duelo entre os melhores brasileiros e estrangeiros que disputam a atual edição do maior campeonato de basquete do país. Pelo quinto ano consecutivo será realizado o confronto entre NBB Brasil e NBB Mundo. O esquadrão verde-amarelo venceu as últimas três edições e lidera o histórico do confronto por 3 a 1.

Esta será a primeira vez em que as ligas masculinas e femininas se unem para a realização do Jogo das Estrelas. O NBB realiza a partida festiva desde sua criação, na temporada 2008/2009, enquanto que a Liga de Basquete Feminino organizou o duelo festivo pela primeira vez em sua última edição, em 2014.

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.