Estão nomeados os quintetos titulares de NBB Brasil e NBB Mundo para o Jogo das Estrelas 2015. Depois de votação popular, realizada desde o dia 10 de Fevereiro, até o último domingo, dia 01 de Março, os jogadores que iniciarão jogando a partida festiva foram definidos nesta segunda-feira. O duelo acontecerá no dia 07 de março, no Ginásio do Pedrocão, em Franca-SP, com transmissão ao vivo do canal SporTV,

Fotos: Luiz Pires/LNB
Fotos: Luiz Pires/LNB

Na equipe brasileira, a grande novidade para iniciar o duelo contra os estrangeiros fica por conta do armador Ricardo Fischer. Depois de debutar no Jogo das Estrelas no último ano, o jogador do Paschoalotto/Bauru foi o mais votado de sua posição e superou os concorrentes Nezinho e Henrique Coelho, que atuam no Winner/Limeira e no Minas Tênis Clube respectivamente.

Nas alas, o selecionado nacional terá Alex, também do Bauru, eleito o MVP, das duas últimas edições do Jogo das Estrelas e Marquinhos, do Flamengo, que volta à partida festiva depois de ficar de fora em 2014 por conta de uma contusão no joelho.

No garrafão, o time que será comandado pelo técnico Demétrius, do Minas, terá o estreante Rafael Hettsheimeir, que vive sua primeira temporada no NBB e será outro atleta bauruense que iniciará a partida como titular, junto de Lucas Cipolini, do UniCEUB/BRB/Brasília.

Fotos: Fabio Menotti/Agência Palmeiras
Fotos: Fabio Menotti/Agência Palmeiras

Do lado da equipe dos melhores estrangeiros que atuam na competição nacional, a novidade entre os titulares também fica na posição de armador. Pela primeira vez eleito para o Jogo das Estrelas, o argentino Maxi Stanic, do Palmeiras/Meltex, superou seu compatriota Nicolás Laprovittola, do Flamengo, e o norte-americano Kenny Dawkins, do Paulistano/Unimed, e foi o mais lembrado entre os armadores.

Nas alas, o NBB Mundo terá os norte-americanos David Jackson, do Winner/Limeira, MVP da última edição do NBB, e Shamell, que esse ano está no Mogi das Cruzes/Helbor, cestinha da atual temporada do campeonato, como titulares. Outro atleta do Mogi no quinteto inicial do time estrangeiro será o ala/pivô Tyrone Curnell, enquanto que Meyinsse, do Flamengo, MVP da última Final do NBB, será o pivô.


Lesões forçam mudanças no NBB Brasil
O elenco do NBB Brasil para o Jogo das Estrelas 2015 sofreu duas mudanças. Por conta de uma lesão no Tendão de Aquiles do tornozelo direto, o ala/pivô Jefferson William, do Paschoalotto/Bauru, ficará fora de ação nos próximos seis meses e não poderá participar do evento festivo. Também contundido, com um problema no joelho, o pivô Caio Torres, do São José/Unimed, ficará bem menos tempo afastado, mas será outra baixa na equipe verde-amarela.

Para ocupar as duas lacunas, os nomeados foram o ala/pivô Rafael Mineiro, do Winner/Limeira, e o ala Audrei, do Unitri/Pilhas Energizer. Donos do 13º e 14º lugares na votação que definiu os 12 jogadores de cada time, os dois atletas eram os primeiros na lista de espera e estarão no Jogo das Estrelas. Mineiro fará sua terceira participação no duelo festivo, enquanto que Audrei debutará na partida.

No Torneio dos 3 Pontos, Jefferson será substituído por seu companheiro de equipe Robert Day. O norte-americano, recordista de pontos em uma edição do Jogo das Estrelas, participará da competição de arremessos longos pela terceira vez – as outras foram em 2012 e 2014.


O Jogo das Estrelas 2015
Com sede em Franca, interior do Estado de São Paulo, o Jogo das Estrelas 2015 será realizado nos dias 06 e 07 de março. No primeiro dia, sexta-feira, serão realizados o Arremesso das Estrelas, o Desafio de Habilidades e os Torneios de 3 Pontos e Enterradas.

No dia seguinte, sábado, será a vez do grande duelo entre os melhores brasileiros e estrangeiros que disputam a atual edição do maior campeonato de basquete do país. Pelo quinto ano consecutivo será realizado o confronto entre NBB Brasil e NBB Mundo. O esquadrão verde-amarelo venceu as últimas três edições e lidera o histórico do confronto por 3 a 1.

Esta será a primeira vez em que as ligas masculinas e femininas se unem para a realização do Jogo das Estrelas. O NBB realiza a partida festiva desde sua criação, na temporada 2008/2009, enquanto que a Liga de Basquete Feminino organizou o duelo festivo pela primeira vez em sua última edição, no ano de 2014.
É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver