O Flamengo conquistou um resultado pra lá de expressivo na noite desta segunda-feira. Mesmo diante do bom público no Ginásio Vô Lucato, a equipe rubro-negra repetiu o feito da partida de abertura da série, tornou a bater a Winner/Limeira em pleno interior paulista, desta vez por 92 a 73, e abriu 2 a 0 no playoff semifinal da temporada 2014/2015 do NBB, ficando, assim, a um passo da decisão da competição.

Para ficar a um passo de sua quinta final na história do campeonato nacional, a terceira de maneira consecutiva, o time do técnico José Neto fez um primeiro quarto praticamente perfeito, no qual chegou a ter 16 pontos de frente, 27 a 11 e assim pôde construir sua boa vantagem, administrada nos três períodos seguintes.

Os destaques individuais do clube da Gávea ficaram por conta do armador argentino Nico Laprovittola, que deixou a quadra com 23 pontos e seis assistências, e do ala Marquinhos, que marcou 22 pontos, cinco rebotes e cinco assistências. Com 11 pontos e quatro roubos de bola, o ala/pivô Olivinha também foi figura importante no triunfo rubro-negro.

“Entramos em quadra determinados, sabendo que seria uma partida dura e que não poderíamos relaxar em momento algum. Tiramos um aprendizado da série anterior contra São José, em que ganhávamos uma partida e perdíamos a outra. Sabíamos que isso não poderíamos deixar isso acontecer de novo, ainda mais contra uma equipe como Limeira. Mas ainda não tem nada ganho. Avança quem tiver três vitórias, não duas. Por isso vamos focar para a próxima partida em casa”, disse o técnico do Flamengo, José Neto.

Limera precisa urgentemente da vitória para seguir vivo na série semifinal  Fotos: JB Anthero/Divulgação
Limera precisa urgentemente da vitória para seguir vivo na série semifinal
Fotos: JB Anthero/Divulgação

Pelo lado da equipe limeirense, os maiores anotadores foram o jovem armador Deryk, que saiu do banco de reservas e registrou 13 pontos, sendo nove deles durante a reação dos donos da casa no segundo quarto, e do ala norte-americano David Jackson, também com 13 pontos, mesma pontuação também do ala/pivô Teichmann, que ainda garantiu seis rebotes.

“Tivemos um início difícil, com uma certa insegurança, sem saber como atacar, coisa que não aconteceu durante o campeonato e nos colocou em uma situação difícil na partida. Contra uma equipe forte como Flamengo isso não pode acontecer, pois tivemos muita dificuldade para correr atrás e mais uma vez não conseguimos a virada”, declarou o limeirense Teichmann.

Depois de dois duelos no interior paulista, a série entre Limeira e Flamengo se transfere para o Rio de Janeiro – RJ, onde as equipes farão os dois próximos jogos da disputa por uma vaga na Final do NBB 7, sendo o primeiro deles já nesta quinta-feira, dia 14 de Maio, no Ginásio Tijuca Tênis Clube, às 20h30, com transmissão ao vivo para todo o país através dos canais SporTV.

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver