De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
VOCÊ ESTÁ EM:
  Finais da NBA - Warriors x Raptors, o incompreensível jogo 04

O jogo 04 das finais chegou, a chance de praticamente fechar a série ou não, essa é a tônica da partida. Se o Raptors vencessem o jogo  3 à 1 e o mais incrível de tudo, é vencerem dois jogos na casa do Warriors, jogando um peso maior em cima dos donos de Oakland, mas estamos falando de Warriors certo, existia toda uma pressão para o jogo, afinal agora o Klay Thompson voltaria.

Finais da NBA - Warriors x Raptors, o incompreensível jogo 04
Foto: Nathaniel S. Butler/NBAE via Getty Images

O jogo começou e o embate era dos quintetos, Andre Iguodala, Draymond Green, DeMarcus Cousins, Klay Thompson, Stephen Curry pelo Warriors e defendendo o Raptors nesse início de partida, Kawhi Leonard, Pascal Siakam, Marc Gasol, Danny Green e Kyle Lowry, sem muitas novidades por aqui, o retorno do Klay Thompson já era esperado e o quinteto do Raptors é o melhor que eles tem.

O primeiro quarto tenso, a tensão dominava o ginásio. A Oracle Arena quase foi silenciada por 2:19 minutos, a bola simplesmente não caia, os erros eram os mais diversos e o jogo, bom não parecia ser o mesmo dos confrontos anteriores, um sinal de que muita coisa aconteceria no decorrer da partida, já que nesse nível essa tensão geralmente garante grandes surpresas. Curry abre o placar 2 pontos do camisa 30.

Depois da primeira cesta, as equipes seguiram trocando cestas, ponto a ponto. O jogo foi mudando, aos poucos o Warriors veio mostrando que não está morto e que uma combinação do Klay Thompson com o Stephen Curry, pode realmente fazer a diferença, esse primeiro quarto pode ter sido o melhor do Warriors na série inteira, eles dominaram e ditaram o ritmo da partida, o Raptors não conseguiu ter o controle em nenhum momento, diversos erros e um Kawhi absurdo, 14 dos 17 pontos da equipe no período, 23 à 17, para o Warriors.

O retorno para o segundo período é sempre diferente, é de se pensar que os atletas vão descansar, que os segundo quintetos vão entrar em quadra, como já aconteceu em diversas partidas, o Warriors até então tinha uma segunda unidade sensacional, o Raptors tem VanVleet e Ibaka com atuações de jogadores titulares, o jogo é outro. O duelo entre Ibaka e Cousins é digno de filme, o trabalho defensivo do agora agressivo Kyle Lowry é absurdo, como um jogador como ele parece estar em todos os lugares.

Falar desse período e não falar do Ibaka é não ter assistido o jogo, Ibaka estava em todas as ações, sim, TODAS!!! Steve Kerr, estava tentando todas as combinações, mas ele não tinha ninguém que trabalhasse como o Ibaka nessa partida, o Ibaka se tornou o Coringa do Nurse, ele se encaixou em todas as combinações de quinteto e o melhor de tudo, fez o que o Marc Gasol não estava conseguindo fazer, ganhar espaço, dominar as posições, a quadra era do Ibaka.

Mas isso tudo o que aconteceu no primeiro tempo do jogo e o curioso é que até aqui, você via o Raptors errando e errando muito, mas de alguma forma a equipe estava viva no jogo, algo sobrenatural, porque era claro ver o Warriors dominando o jogo, os jogadores estavam em todas as bolas, em todas as ações, mas o Raptors de alguma forma seguia vivo, mesmo com o Warriors abrindo vantagem de 8 pontos, ameaçando aumentar, o Raptors conseguia diminuir, 46 à 42, por enquanto.

Estamos no terceiro período e agora o jogo geralmente esquenta certo?! Todos esperavam por isso, nesse jogo estranho em que ninguém entende o que está acontecendo, como pode o Warriors ter o controle da partida, o Raptors errar mais e a distância não aumentar?! Finais da NBA meu caro leitor. Terceiro período e uma diferença de 13 pontos aparece no placar. Mas vamos falar dela já, já!

O resumo do que aconteceu aqui foi isso. O Warriors voltou, mas a banda que estava no palco era outra, a música era outra e eles não ensaiaram essa música, sabe esses TREZE pontos que eu comentei?! Bom, resultado da bagunça feita pelo Ibaka, Lowry e Kawhi, claro os outros jogadores tem seus méritos, como o Siakam que também atrapalhou muito o desenvolvimento do jogo, só para não ser injusto a diferença diminuiu no final do terceiro período, foi para 12 pontos.

O ultimo período e vai ou racha, será que o Curry e o Thompson os Splash Brothers vão conseguir tomar conta do jogo, será que a partida será diferente?! Será que o jogo será diferente?! Bom, garanto para vocês que essas perguntas passaram na cabeça dos jogadores do Warriors, porque eles já tinham um semblante de que não estavam entendendo o que estava acontecendo.

Finais da NBA - Warriors x Raptors, o incompreensível jogo 04
Foto: Garrett Ellwood/NBAE via Getty Images.

O que era para ser um jogo diferente, continuou sendo um jogo diferente, o Curry pressionado e muito bem pressionado, uma das suas piores performances em Playoffs, de um jogador que entrou para a história da NBA e da franquia pelos seus arremessos de três pontos, converteu duas bolas em 9 tentadas, 27 pontos, Klay Thompson parecendo que não estava em nada machucado, 28 pontos.

Que jogo insano, o torcedor do Raptors não entende o que aconteceu, ninguém entende o que aconteceu. Quem diria que o grande destaque da partida seria o Serge Ibaka, com 20 pontos, 4 rebotes e 2 tocos, um +/- de 11 positivos, enquanto o Kawhi Leonard que fez 36 pontos e 12 rebotes, com um +/- de 13 positivos.

O Warriors parece estar morrendo de dentro para fora e o Raptors dominou a Oracle Arena, afinal estamos em um momento de Jurassic World, os Dinossauros estão pegando o mundo de volta para eles, o resultado em Oakland prova isso, 105 à 92.

SOBRE O AUTOR Diego Andrade, mais conhecido como Diego Silver. Professor de Educação Física. Pai, viciado em coisas de Nerd e é claro entusiasta do Basquetebol. Ex-Aluno do Bi-Campeão Mundial Rosa Branca, quando o mesmo era servidor do SESC Consolação. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: