De dentro para fora do Jogo, uma visão diferente de quem de alguma forma viveu O Basquete.
VOCÊ ESTÁ EM:
  Finais da NBA - Raptors x Warriors: Jogo 02 - O que eu vi na partida

O jogo 02 foi bem diferente, uma postura melhor do Warriors ao contrapor o Raptors e agora novos problemas apareceram, mas vamos entender as mudanças das duas equipes que estão disputando o título de Campeã da NBA 2018/19.

O Toronto Raptors recebeu um Golden State Warriors diferente, bem diferente. Isso já era esperado, mas acredito que não tão diferente, quintetos de menor estatura contra quintetos mais altos, Quin Cook fenomenal vindo do Banco, DeMarcus Cousins titular no que podemos considerar a melhor partida da temporada e talvez uma das mais importantes de sua carreira.

O resultado não poderia ser diferente, 109 à 104 e agora a série está empatada em 1 à 1. Com as próximas partidas indo para Oakland. O jogo 03 continua sendo transmitido no Brasil pela ESPN e Band, com inicio as 22hrs e mais uma vez muito deve mudar entre um jogo e outro, mas nesse momento vamos falar do que aconteceu na partida.

O primeiro tempo foi de estratégias diretamente conflitantes, o Nick Nurse entendeu que existiriam diversas trocas e dobras em cima do Kawhi Leonard e com isso montou algo pensando em carregar os jogadores do Warriors em faltas, para que dessa forma eles possam jogar “mais tranquilos” no decorrer da partida.

Já o GSW entrou com uma estratégia que buscava o contato o tempo todo com os jogadores adversários, “ir de encontro” com eles iria deixar os atacantes menos confortáveis para infiltrações ou forçar a ocupação de espaços no perímetro além é claro da pressão na bola o tempo inteiro, diferente do jogo 01, nessa partida o Warriors pressionou muito a bola, principalmente o Kyle Lowry.

Por esse motivo eram estratégias conflitantes, o Warriors precisava buscar o contato para gerar desconforto no ataque e o Raptors queria forçar algumas faltas, então os jogadores que conseguissem executar a estratégia com a melhor eficiência ganharia tranquilamente a partida.

O primeiro quarto foi o bem interessante nesse sentido, o Warriors sentiu que seria difícil manter essa postura. Cousin, Green e Iguodala, dividiram a função de pressionar o Marc Gasol, além de bloquear como podiam o Siakam que mesmo brigando muito por espaços não conseguiu pontuar como no jogo 01, afinal os espaçamentos entre os jogadores eram menores, o Lowry estava mais pressionados e o Warriors deixou de lado a tentativa de obter todos os rebotes defensivos para pressionar os jogadores em seus arremessos.

Esse jogo do Warriors pesou e mesmo com a rotação defensiva não conseguiu aguentar o ímpeto do Raptors e o primeiro tempo foi canadense, com parciais de 26-27 e 28-32 e agora era esperar o possível retorno do terceiro período do Warriors.

Foi o que aconteceu o terceiro quarto veio e o Warriors voltou ao Vintage Warriors, o Raptors sofreu no começo do terceiro período, pelo impossível Warriors, 18 à 0 no começo do terceiro período e o controle do jogo, recado dado e o que mudar do lado do Raptors?! Eles ficaram perdidos e eles caíram na armadilha do GSW, entraram no ritmo de jogo deles. O terceiro quarto foi todo do Warriors em uma corrida que terminou em 34 à 21, a maior pontuação de qualquer uma das equipes, em uma único período dessa partida.

O ultimo período veio e para a surpresa de todos ninguém tinha se entregado, o  Raptors não se entregou nessa temporada, porque se entregaria agora?! Justo agora, com toda a torcida jogando junto? Um país pedindo por isso, “Nós somos o Norte”, vamos jogar como o Norte e foi isso que aconteceu.

O Raptors foi brigando minuto a minuto para recuperar o controle da partida, todos empenhados, mas os primeiros minutos do confronto foram de equilíbrio, bolas caiam dos dois lados, parecia o confronto travado no primeiro período, por Klay Thompson e Kawhi Leonard, que tomaram conta dos placares de suas equipes e o protagonismo total da partida. Os primeiros minutos, do ultimo período foram transformados em um filme de Bang-Bang, onde todo mundo atira e quem erra morre.

Arremesso, após arremesso e o Raptors foi mostrando quem é o Rei dos Dinossauros, estamos no Jurassic Park e aqui nós mandamos, o jogo recuperado, estamos na partida, mas um jogador caiu, Kyle Lowry, saiu de jogo com a 6 falta, nesse momento parecia que a estratégia do Raptors surtiu efeitos contrários, o carregado por falta foi o Lowry, saiu de jogo e o controle do jogo se perdeu, mesmo com a vitória no período o resultado não chegou 24-21 para o Raptors, mas o terceiro período definiu a partida, 109 à 104 para o Warriors.

Agora é esperar o que deve mudar para o jogo 03, que será na Oracle Arena, os donos da casa, tem que pensar muito no que vão preparar, Kevin Durant ainda é dúvida, DeMarcus Cousins ainda sofre com o ritmo de jogo, Andre Iguodala está sentido desconfortos na coxa desde o jogo 01 e agora Klay Thompson no ultimo período sentiu um desconforto na região posterior da coxa e saiu de jogo não retornando mais, do lado do Raptors só o Kawhi Leonard segue com o mesmo problema, dores no joelho.

Iai, o que vocês viram no jogo?! Gostaram?! Acompanhem o canal do Área que eu vou lá falar sobre o que pode acontecer no jogo 03 da série.

SOBRE O AUTOR Diego Andrade, mais conhecido como Diego Silver. Professor de Educação Física. Pai, viciado em coisas de Nerd e é claro entusiasta do Basquetebol. Ex-Aluno do Bi-Campeão Mundial Rosa Branca, quando o mesmo era servidor do SESC Consolação. CONHECER TODO TIME
RESENHE COM A GENTE AÍ!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 
 
VOLTAR AO TOPO
%d blogueiros gostam disto: