A derrota do Mogi das Cruzes/Helbor para o Bauru na segunda partida da série semifinal na terça, dia 12 de Maio, pode ter deixado um gostinho amargo na boca pelo fato do placar ter sido tão apertado, 84 a 81 e decidido só nos segundos finais do jogo. Mas a recuperação da equipe nesse confronto, após estar 18 pontos atrás do marcador, deixou o técnico Paco García satisfeito com o desempenho de seus atletas em quadra.

“A verdade é que dá para parabenizar o trabalho de toda a equipe. Eu fico feliz pelo trabalho que fizeram. E poucas vezes, depois de um jogo, posso estar mais satisfeito do trabalho. O primeiro quarto foi um jogo muito mais igual do que diz o placar. O segundo eles jogaram mais agressivos que Mogi e abriram. Conseguimos controlar em alguns momentos para que o placar não abrisse totalmente.  No terceiro, a mesma situação. Encontraram a Gui Deodato para abrir a nossa defesa com arremessos de três pontos e a partir daí  tivemos que buscar a reação de uma equipe ultradefensiva. Conseguimos buscar em duas situações, mas ao final esse triple é difícil de marcar”, adverte o espanhol.

Com pouco menos de quatro segundos para terminar a partida, o treinador pediu tempo e ensaiou uma jogada com a equipe para um arremesso de três pontos que empataria a partida e provocaria uma prorrogação. Deu tudo certo, como combinado. O ala Filipin sobrou sozinho e a bola deu no aro.

“Depois, ainda tivemos a jogada perfeita de prancheta para buscar o empate, mas a bola não caiu. A única coisa que dá para fazer é dar parabéns a Bauru pela vitória e vamos a Mogi, com nossa torcida, com nossa gente, e vamos dar tudo como demos hoje para buscar uma vitória”, finaliza Paco García.

Com a vitória, o Bauru empatou a serie semifinal em 1 a 1. Agora, o Mogi das Cruzes/Helbor recebe os bauruenses na sexta-feira, dia 15 de Maio, às 19h30, e no domingo, às 13h, e tem a chance de fechar os playoffs em casa, no Ginásio Hugo Ramos.
Ingressos

Os ingressos para as duas partidas no Hugão começam a ser vendidos nesta quarta-feira, a partir das 17h. Caso os mogianos percam um dos jogos haverá o quinto e o Bauru tem a vantagem de decidir no Ginásio Panela de Pressão.

 

 

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver