Está tudo igual na série semifinal do NBB 7 entre Paschoalotto/Bauru e Mogi das Cruzes/Helbor. Na noite desta terça-feira, dia 12 de Maio, ao lado de sua fervorosa torcida que lotou completamente o Ginásio Panela de Pressão, o time bauruense precisou mostrar cabeça no lugar para devolver a derrota no Jogo 1 e empatar o confronto em 1 a 1.

Depois de abrir 18 pontos de frente durante o terceiro quarto, a equipe dirigida pelo técnico Guerrinha viu os rivais virarem o jogo no fim, mas um arremesso decisivo de Ricardo Fischer a três segundos do fim decretou o emocionante triunfo dos donos da casa, pelo placar de 84 a 81.

Mogi não se entregou, tirou desvantagem de 18 pontos, mas acabou derrotado Fotos: Henrique Costa/Bauru Basket
Mogi não se entregou, tirou desvantagem de 18 pontos, mas acabou derrotado
Fotos: Henrique Costa/Bauru Basket

Com um ótimo segundo quarto, Bauru fechou a primeira metade da partida com 11 pontos de frente, 41 a 30. Com muita intensidade dos dois lados da quadra, os líderes da fase de classificação voltaram muito bem dos vestiários e chegaram a abrir uma vantagem de 18 pontos no terceiro quarto, 64 a 46.

Sem se entregar e com uma formação sem suas principais estrelas em quadra, Mogi fez um último período impecável e chegou a assumir a liderança na reta final da partida. Mas não teve jeito e, após o heroico arremesso de Ricardo, os donos da casa puderam comemorar a emocionante e importante vitória.

“Não podemos deixar isso acontecer. Tínhamos que ter matado o jogo quando abrimos 18 pontos. Mas, playoff é isso e o mais importante foi a vitória. Poderia ter sido mais tranquilo, mas cumprimos nosso objetivo. Agora é tentar zerar a cabeça para os dois jogos lá em Mogi”, disse o heroi Ricardo Fischer.

Torcida bauruense lotou completamente o Panela de Pressão nesta terça-feira Fotos: Henrique Costa/Bauru Basket
Torcida bauruense lotou completamente o Panela de Pressão nesta terça-feira
Fotos: Henrique Costa/Bauru Basket

Responsável pela bola da vitória, Fischer teve uma sólida atuação e deixou a quadra com o único duplo-duplo do jogo, ao registrar 13 pontos e 13 assistências. Com 22 pontos, seis rebotes e seis assistências, o ala Alex também teve papel fundamental para a equipe vencedora, assim como Hettsheimer e Gui Deodato, com 16 e 14 pontos, respectivamente. Pelo Mogi, os cestinhas foram os alas Shamell e Filipin, que anotaram respectivos 13 e 12 pontos.

Agora, a série partirá para a cidade de Mogi das Cruzes e o Jogo 3 acontecerá na próxima sexta-feira, às 19h30, no Ginásio Hugo Ramos. Dois dias depois, dia 17 de Maio, às 13 horas, novamente na casa mogiana, as equipes voltarão a se enfrentar, no quarto duelo da série. Ambas as partidas contarão com transmissão ao vivo dos canais SporTV.

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.