A jogadora  do Las Vegas Aces continuou seu jogo dominante fora do banco para conquistar pela segunda vez o prêmio de Sexta Mulher do Ano consecutivo.

A armadora do Las Vegas Aces, Dearica Hamby, foi eleita a melhor reserva do ano na WNBA pela segunda temporada consecutiva. Na quinta-feira (17), a WNBA anunciou o prêmio de MVP, conquistado por A’ja Wilson, do Aces, e de novata do ano, conquistado por Crystal Dangerfield, do Minnesota Lynx. Cheryl Reeve, do Lynx foi coroada a técnico do ano. 

O gerente-geral do Aces, Dan Padover, recebeu o prêmio de Executivo do Ano. Padover recebeu 37 pontos distribuídos entre seis votos de primeiro lugar, dois votos de segundo e um voto de terceiro lugar. Jim Pitman, do Phoenix Mercury, foi o segundo mais votado, com 31 pontos.

Já conhece o canal do Área Restritiva no Youtube? Clique e se inscreva

Hamby e Padover foram homenageados no domingo (20), antes da primeira partida semifinal da WNBA entre Las Vegas Aces e Connecticut Sun. Hamby, de 26 anos, que está em sua sexta temporada na WNBA, teve a melhor média de sua carreira com 13 pontos, sete rebotes e 2,7 assistências, 53% nos arremessos de quadra, 47% nos arremessos do perímetro e 28.3 minutos, em 22 partidas.

A jogadora foi selecionada em sexto lugar geral pela franquia, então conhecido como San Antonio Stars, no Draft 2015 da WNBA. Apesar de não ter começado um único jogo nesta temporada, Hamby teve uma média de 28,3 minutos por jogo, o melhor da carreira. O San Antonio não chegou aos playoffs da WNBA em quatro dos últimos cinco anos da organização. Agora Las Vegas é um dos candidatos ao título e também tem a MVP da temporada, A’ja Wilson, que coroada na quinta-feira (17).

Para mim, a sexta mulher é ser a jogadora que apenas faz as pequenas coisas e traz energia, “Isso meio que eleva o nível da equipe e tenho orgulho disso. E também ganhar um prêmio para Las Vegas é especial. Porque fazer parte da equipe em San Antonio e ver como a organização mudou, eu gostei de ter essa função com esta equipe“, disse Hamby.

Hamby dominou a votação, recebendo 44 dos 47 votos de um painel nacional de jornalistas e locutores esportivos. A armadora do Los Angeles Sparks, Riquna Williams (dois votos), e a armadora do Phoenix Mercury, Bria Hartley (um voto) foram as outras jogadoras que receberem votos.

Ela receberá US $ 5.150, equivalente a R$ 28000, e um troféu desenhado pela joalheria Tiffany & Co. Hamby é a terceira jogadora a ganhar o prêmio em temporadas consecutivas, juntando-se a Allie Quigley (2014-15) e DeWanna Bonner (três consecutivos de 2009-11).

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canae se inscreva.

Já imaginou um grupo para discutir Basquete como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.