A temporada na NBA está paralisada por conta da pandemia de Coronavírus, e não há previsão para retorno, embora algumas reportagens indiquem a possibilidade de volta em meados de junho, sem torcida. Com isso, especula-se, entre outros caminhos, que a liga pode até ser encerrada sem campeão.

Também não há uma definição do que acontecerá com os NBA Awards, ou seja, os prêmios individuais entregues a jogadores e técnicos em todas as temporadas. No entanto, aproveitando que a liga está parada, vale um exercício: quem seriam os vencedores desses prêmios se a NBA de fato acabasse.

Analisamos a temporada como um todo e trouxemos alguns palpites para os NBA Awards.

NBA Most Valuable Player – MVP (jogador mais valioso)

Apontado como principal favorito ao prêmio de MVP por casas de apostas como a Betway, com cotações de 1.22, é difícil imaginar que Giannis Antetokounmpo, do Milwaukee Bucks, não fique com o prêmio, como dizem os americanos, de maneira back to back, ou seja, pela segunda temporada seguida.

Embora nomes como o astro LeBron James, do Los Angeles Lakers, e Luka Doncic, do Dallas Mavericks, também façam temporadas fantásticas e apareçam nas discussões, os números e performances do grego parecem estar em outro patamar: ele tem uma média de 29.6 pontos, 13.7 rebotes (ambas melhores que no ano passado) e 5.8 assistências. Além disso, peso o fato de os Bucks terem, de longe, a melhor campanha da liga até aqui, com 53 vitórias e 12 derrotas.

Na foto, Giannis Antetokounmpo, jogador do Milwaukee Bucks, está com os braços abertos gritando em algum jogo do Bucks, provavelmente comemorando alguma cesta ou falta que recebeu durante a partida, no confronto o Bucks usou o seu uniforme branco. Como ficariam os NBA Awards se a temporada acabasse? - Área Restritiva
Quem pode parar o Greek Freak?
Foto: Divulgação/NBAE

Rookie of the Year – ROTY (novato do ano)

Aqui, não há sequer discussão: o melhor calouro da temporada é Ja Morant, do Memphis Grizzlies. Em pouco tempo, o armador tomou conta da equipe que era considerada uma das piores da conferência e agora figura entre os oito classificados aos playoffs. O jogador de apenas 20 anos lidera o time em pontos (17.6 por jogo) e assistências (6.9), sendo o calouro que mais pontuou e deu assistências na temporada.

Segunda escolha geral do draft, Morant acabou “beneficiado” pelo fato de Zion Williamson, principal talento dessa geração, ter perdido a maior parte da temporada por conta de uma lesão. Isso porque o ala dos Pelicans já tem uma média de 23 pontos por jogo, embora tenha atuado apenas 19 vezes.

Na foto, Ja Morant, a foto do jogador do Memphis Grizzlies foi tirada durante o Media Day da equipe, Ja Morant está segurando a bola de Basquete da Spalding na frente do Corpo, com as duas mãos no braço esquerdo ele está usando um sleeve da Nike, Ja Morant está gritando no momento da foto. Como ficariam os NBA Awards se a temporada acabasse? - Área Restritiva
Tenacidade de Ja Morant ganhou o mundo na temporada 2019/20 da NBA.
Foto: Divulgação/NBAE

Defensive Player of the Year – DPOY (melhor jogador de defesa)

A defesa do Los Angeles Lakers é a melhor da Conferência Oeste, e fica atrás apenas de Boston Celtics e Toronto Raptors, com uma média de 106.9 pontos sofridos por jogo, além de ser uma das que menos cede rebotes. Muito disso se deve ao ala-pivô Anthony Davis, que seria um grande candidato ao prêmio de melhor jogador de defesa.

Com uma média de 2.44 bloqueios por jogo (3ª melhor marca da liga) e 7.1 rebotes defensivos por jogo, Davis levou o sistema de defesa dos Lakers a um outro nível desde que chegou em Los Angeles. Apesar da concorrência de nomes como Brook Lopez, Rudy Gobert e Giannis Antetokounmpo, ele desponta como o maior favorito.

Na foto, Anthony Davis, o jogador do Los Angeles Lakers está segurando a bola da Spalding com as duas mãos a frente do Corpo. Com uma feição séria olhando diretamente para a câmera. Como ficariam os NBA Awards se a temporada acabasse? - Área Restritiva
Uma das transferências mais comentadas da NBA Off-Season, Anthony Davis colocou o Lakers em outro patamar.
Foto: Divulgação/NBAE

NBA Sixth Man of the Year – SMOY (melhor sexto homem)

O popular prêmio para o “reserva de luxo” também tem um forte candidato: trata-se do armador Dennis Schroder, do Oklahoma  City Thunder. Vindo do banco em 62 de 63 jogos, o jogador tem uma média de 19 pontos por jogo, a terceira melhor do time, sendo peça chave no esquema de rotação da equipe comandada por Billy Donovan, que está firme e forte na zona de classificação para os playoffs.

Ele tem, no entanto, alguns concorrentes de peso, como Lou Williams, dos Clippers, que ganhou o prêmio em 2015, 2018 e 2019, Montrezl Harrell, também dos Clippers, e Derrick Rose, que recuperou a boa forma no Detroit Pistons.

Na foto, Dennis Schroder, armador do Oklahoma City Thunder, a foto foi tirada em algum jogo do Thunder, o armador está utilizando o uniforme branco de jogo do OKC, com Sleeves nos dois baços e driblando a bola com a mão direita. Como ficariam os NBA Awards se a temporada acabasse? - Área Restritiva
Dennis Schroder, o armador que uniu forças com o CP3 e Steve Adams para manter o Thunder na trilha dos Playoffs.
Foto: Divulgação/NBAE

Most Improved Player – MIP (jogador que mais evoluiu)

Aqui, muitos nomes são possíveis, mas ficamos com o esloveno Luka Doncic, dos Mavericks. Em sua segunda temporada na liga, o armador já aparece nas discussões para MVP. Sua média de pontos por jogo saltou de 21.2 para 28.7, e ele também melhorou em rebotes (7.8 para 9.3) e assistências (6.0 para 8.7).

Alguns concorrentes possíveis são Brandom Ingram (New Orleans Pelicans), Bam Adebayo (Miami Heat), Devonte’ Graham (Charlotte Hornets) e Shai Gilgeous-Alexander (Oklahoma City Thunder)

Na foto, Luka Doncic, o armador está olhando fixamente para a câmera enquanto dribla a bola de Basquete, porém a foto foi tirada da cintura para cima do jogador não aparecendo a bola de Basquete, ele está com o uniforme branco do Mavs e a foto foi tirada durante o Media Day da equipe. Como ficariam os NBA Awards se a temporada acabasse? - Área Restritiva
Luka Doncic, é um dos queridinhos da NBA, o jogador foi o Rookie of The Year em 2019.
Foto: Divulgação/NBAE

Coach of the Year – COY (melhor técnico da NBA)

Atual campeão da NBA com o Toronto Raptors, Nick Nurse merece o prêmio de técnico do ano nesta temporada. Isso porque, após perder Kawhi Leonard e Danny Green, dois dos principais jogadores na campanha do título, muitos acreditavam que os Raptors seriam meros coadjuvantes neste ano.

No entanto, o time canadense segue nas cabeças: é o segundo melhor da conferência leste, já garantido nos playoffs – isso é, se houver playoffs. Méritos para Nurse, que manteve o time jogando em alto nível mesmo sem seu principal astro, que foi para os Clippers.

Na foto, Nick Nurse, técnico do Toronto Raptors, a foto foi tirada durante alguma conferência de imprensa feita durante dos playoffs da temporada 2018/19 da NBA. Como ficariam os NBA Awards se a temporada acabasse? - Área Restritiva
Atual campeão da NBA, Nick Nurse mostra total controle do elenco mesmo sem Kawhi Leonard.
Foto: Divulgação/NBAE

Não deixem de acompanhar o Área Restritiva nas redes sociais e se inscrever no nosso canal no YouTube.

Além é claro de ficarem por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais, marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.