Que dramático! Sem facilidades a Seleção Brasileira estreou com pé direito na AmeriCup 2019. Reproduzindo a semifinal dos Jogos Pan-Americanos de Lima, a seleção brasileira de basquete feminino encontrou dificuldades diante da Colômbia, mas conseguiu vencer por 67 a 61 no Coliseo Roberto Clemente, em San Juan, em Porto Rico, no último domingo (22).

A equipe superou a Colômbia numa partida acirrada desde o início. Nos primeiros períodos, o Brasil correu atrás das colombianas no placar, e levou a igualdade de 28 a 28 ao intervalo. O enredo se prolongou até o final da partida, crescendo na reta final do último quarto, as comandadas do técnico José Neto arrancaram uma vitória crucial para a sequência da competição.

Integrantes do grupo B ao lado de Estados Unidos, Argentina e Paraguai, além da Colômbia, o Brasil vai aos 2 pontos, e divide a liderança com as norte-americanas, que atropelaram as paraguaias pelo placar elástico de 110 x 31. Agora, as meninas voltam às quadras hoje, quando enfrentam a grande rival Argentina, às 21h (de Brasília). O clássico sul-americano terá transmissão ao vivo pelo canal SporTV2.

O jogo

O placar foi favorável, vitória, mas a atuação da equipe brasileira não foi de encher os olhos. A Colômbia abriu vantagem e liderou o placar a maior parte do tempo, Brasil encontrava suas dificuldades tanto na defesa quanto no ataque. No final do primeiro tempo, as colombianas vencia por 18 a 15, com destaque as bolas de fora.

No segundo período, desespero da torcida brasileira que acompanhava a partida, foram mais de cinco minutos de tentativas, e nenhuma pontuação. Garrafão brasileiro bem desorganizado. José Neto, na busca do quinteto ideal em quadra mexia muito, mas o Brasil encontrou sua confiança, rodando melhor a bola, e levando para os vestiários o empate em 28 a 28

De volta ao terceiro período, a Colômbia seguia a impor jogadas perigosas de criação da armadora Jenifer Muñoz, mais tarde cestinha do confronto com 19 pontos . Com muita garra, as colombianas continuava a pressionar a equipe brasileira, vencendo o terceiro quarto por 19 a 21.

O Brasil voltava ao último quarto com o placar negativo, perdendo por 49 a 47. Até então instável, o Brasil começava a impor seu ritmo no jogo em momentos oportunos. Vinda do banco, Clarissa registrou participação importante para garantir o resultado positivo para o Brasil. Decisiva no garrafão nos minutos finais, não se intimidou com a defesa colombiana, garantindo a virada brasileira. Com o jogo totalmente equilibrado, o Brasil conseguiu deslanchar para garantir o triunfo por seis de diferença no placar: 67 a 61.

Brasil estreia com vitória dramática sobre a Colômbia na AmeriCup
Em jogo dramático, a seleção brasileira supera a Colômbia por 61 a 67 na AmeriCup.
Foto: Gazeta esportiva

Destaques

A pivô Clarissa dos Santos, o porto seguro, a salvação brasileira foi responsável por 14 pontos e seis rebotes ao todo, sendo também a cestinha do time no confronto.

Patty e Damiris , com 12 pontos cada, sendo que a segunda delas chegou a apanhar nove rebotes, foram os outros principais destaques ofensivos na vitória brasileira. Erika de Souza também teve atuação importante ao contabilizar dois dígitos em dois fundamentos, 11 pontos e 10 rebotes, contribuindo para o triunfo brasileiro.