O Paschoalotto/Bauru chegou ao décimo resultado positivo no NBB 7. A vítima da vez foi o Mogi das Cruzes/Helbor, pelo placar de 99 a 80, em duelo realizado no Ginásio Professor Hugo Ramos e que marcou a reedição da decisão da Liga Sul-Americana 2014.
Para sair de quadra vencedor nesta terça-feira, a equipe do técnico Guerrinha fez um terceiro quarto praticamente perfeito, no qual venceu por expressivos 27 a 12. Com o belo triunfo fora de casa, os bauruenses seguem atrás apenas do líder Winner/Limeira na tabela de classificação.

Mais uma vez o Bauru mostrou pontaria afiada nas bolas de 3 pontos e encerrou o duelo com 17 tiros de longa distância convertidos em 44 tentados. O destaque foio ala/pivô Jefferson, que guardou cinco tiros de longa distância, totalizou 19 pontos, apanhou dez rebotes e registrou mais um duplo-duplo no NBB 7.

Também com cinco arremessos para 3 pontos e os mesmos 19 pontos, o ala norte-americano Robert Day retornou após sete jogos fora se recuperando de uma ruptura no ligamento colateral medial do joelho direito e foi uma das principais figuras do time bauruense em quadra, junto dos armadores Larry Taylor e Ricardo Fischer, com 15 e 13 pontos, respectivamente.

Fotos: Ricardo Bufolin/ECP
Fotos: Ricardo Bufolin/ECP

 

Em outra partida realizada nesta terça-feira, o Pinheiros/SKY contou com uma atuação de gala do garoto Lucas Dias, de apenas 19 anos, para vencer o Unitri/Pilhas Energizer, por 107 a 86, e interromper uma sequência negativa de quatro partidas.

Grande destaque das três primeiras etapas da LDB 2014, Lucas deu sequência a seu ótimo momento e foi o cestinha do jogo, com 23 pontos. Para construir a maior pontuação de sua carreira no NBB, o jogador não errou um arremesso sequer – foram três bolas de três pontos, cinco tiros de dois pontos e dois lances livres convertidos.

 

Fotos: Arthur Marega/São José Desportivo
Fotos: Arthur Marega/São José Desportivo

São José vence Franca na prorrogação:
Era um confronto direto na briga por posições. São José/Unimed e Franca Basquete entraram em quadra nesta terça-feira, com campanhas idênticas no NBB 7 e dividindo a sexta colocação. Então não poderia ser diferente e sobrou emoção no duelo realizado no no Ginásio Lineu de Moura. Depois de empate no tempo regulamentar, a decisão foi para a prorrogação e os donos da casa levaram a melhor, pelo placar de 94 a 83.
Com o importante e emocionante triunfo, o esquadrão joseense deixou os francanos para trás e subiu para a quinta posição, agora com nove resultados positivos em 14 partidas realizadas na sétima edição do maior campeonato de basquete do país. Com uma vitória a menos do que os algozes, Franca caiu para a sétima colocação.

Para vencer, São José contou com boa atuação do ala Dedé, cestinha do jogo, com 23 pontos, e do pivô Caio Torres, autor de 15 pontos e nove rebotes. Quem também apareceu bem a favor do time vencedor foi o ala/pivô Drudi, com 14 pontos e nove rebotes, assim como o norte-americano Laws, responsável por 12 pontos. Próximo de um duplo-duplo, com nove pontos e nove assistências, o armador Valtinho foi outra figura importante para o êxito dos joseenses.

 

Fotos: Fabio Menotti/Palmeiras
Fotos: Fabio Menotti/Palmeiras

Também nesta terça-feira, o Minas Tênis Clube conseguiu algo que nenhum time havia feito na atual temporada do NBB: bater o Palmeiras/Meltex no Ginásio Palestra Itália. A jovem equipe do técnico Demétrius Ferracciú teve tranquilidade para virar o jogo no minuto final e quebrou a invencibilidade de quatro partidas do alviverde diante de seu torcedor ao vencer, pelo placar de 80 a 76.

Com expressivos 28 pontos, o ala/armador norte-americano Robby Collum viveu noite inspirada e foi o principal nome do triunfo que manteve o time minastenista no G-4 da sétima edição do NBB, agora com campanha de dez resultados positivos em 14 partidas realizada, atrás apenas de Flamengo, Paschoalotto/Bauru e do líder Winner/Limeira.

 

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver