Cada uma das 27 federações filiadas possui sua história e contribui para o desenvolvimento do basquete nacional. Na Federação Rondoniense de Basketball, o presidente Edilson França faz um balanço do basquete de Rondônia em 2014 e os planos para 2015, além de explicar algumas prioridades da sua gestão, em um bate-papo para o site da CBB.

Balanço da temporada 2014?
Destaco como muito positivo na temporada de 2014 a união dos Campeonatos Brasileiros de base Sub-15 e Sub-17. Isso foi fundamental para uma integração das três divisões e um maior intercâmbio entre os técnicos de todos os Estados. Durante toda a competição era possível um técnico da 3ª Divisão assistir a um jogo da 1ª Divisão. Isso foi muito importante para os Estados que não possuem um campeonato muito forte.

Quais as competições que mais se destacaram em 2014?
No nosso Estado, não temos clubes e o basquete é voltado para equipes escolares nas categorias de base. Tivemos ótimos campeonatos.

Como está sendo desenvolvido o trabalho nas categorias de base?
Nós temos dificuldade em realizar Campeonatos Estaduais pelo alto custo de viagens de uma cidade para outra. Agora, com a reforma do Ginásio Cláudio Coutinho, isso vai possibilitar que possamos realizar muitos Campeonatos Estaduais. No ano passado isso ficou mais voltado para três cidades próximas de Porto Velho. O Ginásio Cláudio Coutinho terá alojamento com capacidade para receber muitas equipes do Interior.

E nas competições adultas?
Nosso Campeonato Adulto é bastante longo porque queremos sempre que aconteçam muitos jogos e isso ajuda no desenvolvimento dos nossos atletas. Temos tradicionalmente oito equipes que jogam turno e returno, classificando de primeiro ao oitavo. Aí fazemos os playoffs e o campeão garante vaga na Copa Brasil Norte.

Os planos para a temporada 2015?
Nossos planos para 2015 são excelentes, em especial, como já disse, é a volta do Ginásio Cláudio Coutinho para realizarmos nossos campeonatos. Na temporada passada tivemos que usar apenas a quadra do colégio Barão de Solimões, inclusive essa escola obteve ótimos resultados na temporada. Contando com um ginásio com toda estrutura necessária para jogar basquete, teremos campeonatos com melhor nível e, consequentemente, melhorias em nossas seleções nos brasileiros que iremos disputar.

Bom, o que dizer de uma federação de um local onde não existem clubes, mas existe um campeonato adulto.
Fui pesquisar a procura do logo da Federação e do site, para consultar o que acontece.

Não achei o site, assim como não tem equipes adultas.
Curioso como o campeonato adulto é extenso sem clubes, como são formadas as equipes?!

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver