Cada uma das 27 federações filiadas possui sua história e contribui para o desenvolvimento do basquete nacional. Na Federação Paranaense de Basketball, o presidente Amarildo Ramos da Rosa faz um balanço do basquete do Paraná em 2014 e dos planos para 2015, além de explicar algumas prioridades da sua gestão, em um bate-papo para o site da CBB.

Balanço da temporada 2014.
Foi um ano de grandes conquistas dentro e fora das quadras. Realizamos 44 eventos, 39 competições do Sub-12 ao adulto, com um total de 156 equipes e 530 jogos, sendo 338 no masculino e 192 no feminino. Nos Brasileiros de Base organizados pela CBB, as quatro Seleções do Paraná terminaram entre as primeiras colocadas: bronze no Sub-15 e Sub-17 feminino, quarto no Sub-15 masculino e quinto no Sub-17 masculino.

Quais as competições que mais se destacaram em 2014?
O Campeonato Estadual Sub-17 Masculino e Feminino foi um marco para o desenvolvimento do basquete. Com novo sistema de disputa, em que existe turno, returno e finais, as 16 equipes realizaram 122 partidas de março a novembro. Nos últimos três anos, o Governo do Estado subsidia a taxa de arbitragem da Taça Paraná de Base. Esse apoio estimulou a participação de 62 equipes nas categorias Sub-12, Sub-13, Sub-14, Sub-15 e Sub-17 nos seis circuitos.

Como está sendo desenvolvido o trabalho nas categorias de base?
Criamos a Taça Paraná para os clubes e municípios terem mais competições. É um torneio aberto a equipes não filiadas. Outra ação é o “Programa de Desenvolvimento do Atleta”, que realiza no início do ano treinos com os melhores atletas do Estado, nas categorias Sub-14 e Sub-15 masculino e feminino, observados no ano anterior pelas comissões técnicas das Seleções de Base. Destacamos também a criação dos Campeonatos Sul Brasileiro de Seleções Sub-13 e Sub-14, que tem como objetivo preparar para os Brasileiros de Base.

E nas competições adultas?
A Taça Paraná é realizada no primeiro semestre com o objetivo de estimular a participação de equipes que não possuam um maior investimento e clubes não filiados. Em 2014, contou com oito equipes masculinas e três femininas. Já o Estadual é a principal competição, no segundo semestre, reunindo as maiores forças do basquete paranaense. Em 2014, tivemos cinco equipes masculinas e quatro femininas.

Os planos para a temporada 2015.
Temos duas novidades. A primeira são os Campeonatos Estadual Sub-15 Masculino e o Sub-14 Feminino, que serão disputados em turno, returno e finais. Esse formato irá possibilitar a disputa da competição durante nove meses e irá alavancar o desenvolvimento de nossas equipes e atletas. A segunda é a Taça Paraná de base que será disputada em sistema de circuitos classificatórios e finais e não mais em circuito único. O objetivo do novo formato é possibilitar a maior participação de equipes, pois o gasto será menor nesta fase com viagens.

Achei muito mais interessante esse discurso, ele tentou por meio dele, enfatizar o sucesso do basquetebol na região por meio da quantidade de jogos, equipes e categorias, depois pensou nas disputas.
O grande foco aqui, me pareceu fazer todo mundo jogar e não mostrar para todos que o basquetebol da região da resultado.
A base do trabalho tem que ser essa.

Parabéns!

O que vocês acharam do Bate-papo?!

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver