A ADCF Unimed/Americana saiu na frente na série melhor-de-três do playoff – semifinal da Liga de Basquete Feminino – 2014/15 ao derrotar o Maranhão Basquete, neste sábado, dia 04 de abril, por 70 a 51, mesmo atuando no ginásio Castelinho, em São Luís – MA. O jogo foi bastante movimentado, com as duas equipes alternando bons e maus momentos dentro de quadra.

O time maranhense começou melhor e, aproveitando a falta de concentração do adversário, logo desgarrou um pouco no placar, com boa presença da cubana Gelis Gonzales. Na sequencia, no entanto, a equipe paulista se acertou, tirou a diferença, assumiu o comando do marcador e abriu uma ligeira diferença, com destaque para a pivô Damiris do Amaral, 18 a 15. Nos primeiros dez minutos, os times conseguiram excelente aproveitamento nas bolas de três pontos – três convertidas, em três tentadas, pelo Maranhão Basquete, e três convertidas, em seis tentadas, em favor da ADCF Unimed/Americana.
No período seguinte, as duas agremiações iniciaram errando bastante ofensivamente, devido à precipitação e ao nervosismo. Com esse panorama, a equipe paulista conseguiu rendimento um pouco melhor que o rival na sequencia, enquanto que o representante maranhense seguiu cometendo erros, e, desta forma, a diferença subiu mais um pouco, 14 a 04.

Na volta do intervalo, valeu a bronca da técnica cubana Lisdeivi Pompa, já que o MB voltou com outra postura e, com boas performances da armadora norte-americana Matee Ajavon, da pivô Grazi Moraes e da lateral Iziane Castro, baixou bastante a diferença. Na parte final, a equipe de Americana se equilibrou e manteve o comando do placar, com destaque para a pivô Gil Justino, 18 a 24.
No período final, o Maranhão Basquete errou bastante neste quarto, seja no ataque ou mesmo na defesa. E a ADCF Unimed/Americana aproveitou elevar a vantagem e garantir o resultado favorável (20 a 08). Destaque para a bola final convertida pela ala Patrícia Chuca, de antes do meio da quadra.

As atletas mais efetivas da partida foram Iziane Castro, 17 pontos, a norte-americana Matee Ajavon, 10 pontos e a cubana Gelis Gonzales, 10 pontos, pelo time da casa; Damiris do Amaral, 18 pontos, Gil Justino, 12 pontos e Patrícia Chuca, 11 pontos, em favor do visitante.

“O time está de parabéns, pois começamos de forma irregular e depois nos acertamos e conseguimos um resultado extremamente importante, defendendo bem o ataque maranhense. Agora é manter o foco para o segundo jogo, que também vai ser duro”, comenta a ala Patrícia Chuca, da ADCF Unimed/Americana.

O segundo jogo, que pode ser o decisivo, acontece no sábado, dia 11 de abril, às 11h00, no ginásio Centro Cívico, em Americana – SP, com transmissão ao vivo pelo SporTV. Uma nova vitória coloca a ADCF Unimed/Americana na decisão. Já o terceiro confronto, se necessário, ocorre no dia 13 de abril, às 18h30, novamente em Americana – SP.

A outra série semifinal será aberta nesta segunda-feira, 06 de Abril, às 19h00, com o confronto entre o São José/Colinas Shopping e o Uninassau/América, no ginásio Lineu de Moura, na cidade de São José dos Campos – SP, com transmissão ao vivo pelo SporTV.

É isso!

C0mentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.