Paulistano/Unimed e Paschoalotto/Bauru fizeram um grande jogo neste sábado, no Ginásio Antonio Prado Junior, em São Paulo. Depois de muito equilíbrio durante os 40 minutos, o time do interior paulista contou com o poder de decisão de Alex para vencer e manter sua larga sequência de vitórias no NBB 7. Em linda jogada individual, o jogador foi o responsável pelos dois pontos que decretaram o placar final em 90 a 89 a favor do esquadrão bauruense.

Cestinha da equipe vencedora com 16 pontos, ao lado do ala/pivô Jefferson William, Alex chamou a responsabilidade e, com pouco mais de cinco segundos para o fim, infiltrou para converter a cesta decisiva da partida. Além disso, o experiente jogador ainda somou nove rebotes e cinco assistências para totalizar 23 pontos de eficiência, maior marca de todo o duelo.

“Sabíamos que ia ser um jogo duro. O Paulistano quando joga em casa muda o seu estilo de jogo e imprimi um ritmo muito forte. No começo do jogo eles conseguiram fazer isso valer, mas nossa equipe teve cabeça no lugar e rapidamente reagiu. Estamos em uma longa sequência de jogos fora de casa, mas nosso time mostrou que é guerreiro e conquistou mais um grande resultado”, disse Alex.

“Tinha combinado com o Larry de ele jogar a bola na ponte-aérea para mim. Mas não sentimos confiança na jogada e eu abri para receber. Quando peguei a bola e vi que o Gemerson, que é um jogador mais alto, estava me marcando resolvi bater para dentro. Daí soltei o ‘ganchinho clássico”, brinco o “Brabo”, que na sequência ainda deu um toco em Dawkins para confirmar de vez o triunfo bauruense.

Fotos: Henrique Costa/Bauru Basket
Fotos: Henrique Costa/Bauru Basket

A emocionante vitória na capital paulista foi a 13ª seguida do Bauru na temporada 2014/2015 do NBB. Agora, a equipe possui a mesma campanha do líder Winner/Limeira, 16 resultados positivos em 18 jogos realizados, mas segue na vice-liderança por levar a pior no confronto direto, primeiro critério de desempate. Por sua vez, o clube da capital paulista conheceu seu quarto revés seguido e segue na nona posição na tabela de classificação, com nove triunfos em 19 partidas.

Com 27 pontos, o armador norte-americano Kenny Dawkins foi o cestinha do jogo e o grande destaque do Paulistano na partida. Responsáveis por 16 pontos cada, os alas Pilar e Holloway também tiveram bom desempenho, assim como o ala Pedro, que veio do banco de reservas e deixou a quadra com 14 pontos.

“Perdemos no detalhe. O Alex mostrou muita qualidade para fazer aquela bola. Mas podemos levar algumas coisas positivas desse jogo, mesmo com a derrota. Nosso time mostrou uma grande postura durante os 40 minutos e jogamos de igual para igual com eles o tempo todo”, disse Pedro.

Agora, o Paulistano voltará suas atenções para a Liga das Américas 2015 e, entre os dias 30/01 e 01/02, disputará o Grupo C na cidade de Corrientes, na Argentina. Os rivais do time dirigido pelo técnico Gustavo De Conti serão Halcones Rojos-México, Marinos-Venezuela e o anfitrião Regatas.

Por sua vez, Bauru, outro representante brasileiro no torneio continental, ainda fará mais três jogos na competição nacional, contra Macaé, Flamengo e Liga Sorocabana, antes de partir para a disputa do Grupo D da Liga das Américas 2015, que acontecerá em Tunja, na Colômbia, entre os dias 06 e 08 de Fevereiro.

 

É isso!

Comentem e Compartilhem!
Até+

Diego Silver