Equipe de Toronto foi sucesso carismático nos anos 1990, mas não atingiu números positivos e mudou de local

Eu nasci nos anos 1990, mais especificamente no ano de 1998. No entanto, ao longo do meu amor e pesquisa sobre NBA fui descobrindo informações sobre times e jogadores. Por isso, sou torcedora do Memphis Grizzlies desde meados de 2014. O big four da época, Zach RandolphMarc GasolTony AllenMike Conley, conseguiu trazer a essência jovem do início da franquia, ou seja, do Vancouver Grizzlies.

Seguindo uma série de matérias especiais sobre qual time marcou os colaboradores do Área Restritiva, eis a minha: como o Vancouver Grizzlies se tornou Memphis Grizzlies.

A HISTÓRIA DO VANCOUVER GRIZZLIES

Em 1993, a NBA resolveu expandir a liga para o Canadá afim de conquistar mais fãs de basquete. Fundado em 1995 em Vancouver, o Vancouver Grizzlies foi uma equipe que permaneceu no país até 2001. A partir desse ano, então, o time se mudou para Memphis, no Tennessee, onde se tornou Memphis Grizzlies.

Vancouver Grizzlies era uma equipe ruim, que estreou em 1995 na NBA ao lado do seu companheiro de país, Toronto Raptors, também recém-fundado. Ambas receberam atletas de outras equipes para estarem aptos a participar da liga. Desde o início, os Grizzlies tiveram resultados péssimos, mas eram uma equipe novata e carismática, o que chamava atenção positivamente. No entanto, nem mesmo com Shareef Abdul Rahim e Mike Bibby as coisas melhoraram. E, quando a questão monetária entrou em jogo, uma realocação foi a solução.

MEMPHIS GRIZZLIES

Em 2000, o Vancouver foi vendido e realocado para o Tennessee. Após algumas cidades em consideração, o empresário Michael Heisley resolveu optar por Memphis. Se no Canadá a equipe tinha muitos fãs e admiradores, a coisa não mudou na nova cidade. Os Grizzlies foram acolhidos e logo estavam na boca do povo. A primeira ação da equipe, e que deixou todos animados, foi a troca de Shareef por Pau Gasol com o Atlanta Hawks. Com um bom time e um bom comando, os ursos se classificaram aos playoffs da NBA em 2003-2004, mas perderam para o San Antonio Spurs. Apesar da eliminação, Jerry West foi eleito o executivo do ano, dando ainda mais exemplos de como a franquia deu certo.

Em 2006, os Grizzlies receberam Rudy Gay em uma troca e iniciaram um novo processo de formação de time. Naquele mesmo ano, Jerry West pediu demissão e o atual GM Chris Wallace assumiu. Mais tarde, em 2008, a equipe adquiriu os direitos de Marc Gasol e mandou Pau para o Los Angeles Lakers. No Draft de 2008, então, o Memphis selecionou O.J. Mayo após outra troca.

BIG FOUR

Em 2009, o Los Angeles Clippers enviaram Zach Randolph para o Memphis Grizzlies. Considerado bad boy na época, Randolph se encontrou na nova cidade e estabeleceu uma incrível relação com todos os envolvidos nessa nova fase de sua carreira. Ao lado de Marc Gasol, ele viu Mike ConleyTony Allen se juntarem à equipe e formarem o famoso Grit n’ Grind, expressão adotada após um playoff contra o exGrizz Rudy Gay. O quarteto colocou a franquia no radar com idas constantes aos mata-matas da NBA.

NOVA GRIT N’ GRIND?

Atualmente, o Memphis Grizzlies tenta se reconstruir em torno de jovens estrelas. A ideia começou já no Draft de 2018 com Jaren Jackson Jr e, mais tarde, em 2019 com Ja MorantBrandon Clarke. A primeira temporada dos dois últimos aliás, interrompida pelo Corona, se mostrou bastante positiva. Como resultado, até antes da parada, Morant era o rookie of the year e os Grizzlies estavam classificados aos playoffs.

HOMENAGEM DO MEMPHIS AO VANCOUVER

Na atual temporada da NBA, paralisada devido ao Coronavírus, o Memphis Grizzlies resolveu homenagear os 25 anos do time. Relembrando os clássicos uniformes do Vancouver, a equipe trouxe à tona um dos outfits mais marcantes da história.

LEIA TAMBÉM:

ATRAÇÕES TAMBÉM FORA DE QUADRA, ATLETAS DA NBA SE JOGAM NO TIKTOK

ME SIGA NO TWITTER: twitter.com/tlsvick.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.