A maior de todos os tempos: O Efeito Ticha

Ticha Penicheiro a história da maior jogadora do Basquete Português de todos os tempos

Pedindo o uso da minha licença poética, venho falar da Ticha Penicheiro. Uma jogadora que me fez apaixonar pela WNBA, e consequentemente pelo Basquete. Esta jogadora levou o basquete português onde mais ninguém levou, por isso um texto mais pessoal sobre uma lenda e uma das melhores jogadoras de sempre.

Já conhece o canal do Área Restritiva no Youtube?

Uma nova semana e esta bem mais especial, a jogadora que eu vou falar é claro Ticha Penicheiro, a GOAT do basquete português e mundial (pouco parcial).

A Ticha nasceu em 18 de setembro de 1974 um período conturbado em Portugal tanto socialmente, como politicamente. Tempo de revolução, conflitos e fim da ditadura. A Ticha é natural da Figueira da Foz, uma cidade do estado de Coimbra. Ela começou a jogar perto de casa, no Ginásio Clube Figueirense, cedo se encantou pelo basquete e muito rapidamente deu nas vistas.

O salto para as equipes maiores demorou muito pouco. Apesar da juventude da Ticha, a jovem deu tanto nas vistas em apenas um ano, que uma das melhores equipes de basquete feminino na altura em Portugal, o União Desportiva de Santarém, a foi contratar e apostou nela para ser uma das figuras da equipe.

Ticha Penicheiro-União Desportiva de Santarém
Ticha Penicheiro, em pé com a camisa #12, no União Desportiva de Santarém. Foto: Divulgação

Aqui começa a primeira ligação com a Ticha, porque apesar de eu não ser nascido na altura, a Ticha venceu tudo aqui em Santarém – que é a minha cidade – e foi daqui que ela saiu para os Estados Unidos da América em 1994, quando foi jogar basquete universitário com a Old Dominion University.

Em 1998 foi terceira no prêmio de Rookie of the Year, no ano de estreia na WNBA com as Sacramento Monarchs e daí em diante toda a carreira que sabemos, 4 vezes no WNBA All Star, duas vezes na equipa ideal da WNBA entre tantas conquistas.

Aqui entra o meu lado pessoal dessa história. Ticha brilhava na WNBA, era já uma das melhores do mundo e eu muito pequeno comecei a assistir NBA e WNBA, isto porque a Ticha era uma das maiores desportistas de Portugal e muitas vezes era colocada cima da NBA e de muitas estrelas.

Não demorou muito para Ticha, desembarcar nos Estados Unidos para jogar na WNBA.
Ticha Penicheira, no Media Day do Sacramento Monarchs. Foto: Divulgação/WNBAE

A WNBA estava no auge em Portugal, transmissão na SportTV Portugal e todo o mundo conhecia e falava da Ticha. No meu caso como era muito novo fiquei fã da atleta e da WNBA, a paixão nunca acabou e nunca mais deixei de consumir Basquete.

Mas a Ticha foi mais importante ainda, não foi só para me ajudar a entrar no basquete feminino, como me ajudou a gostar ainda mais do jogo em si, isto porque começava a assistir NBA e a forma como ela jogava me ajudou a gostar mais da modalidade, além de querer conhecer mais sobre o esporte. Não por menos comecei a pesquisar outras ligas e acompanhar a Ticha em outros times que ela veio a jogar.

Sem falar do impacto da estrela portuguesa no Basquete de Portugal. Ela teve o poder de influenciar muitas meninas a procurarem o Basquetebol e ainda expôs o esporte para outras pessoas, com a forma de jogar, que sem dúvidas era apaixonante e fez com que grande parte da população acompanhasse os passos de Ticha.

A Ticha é e será a GOAT para mim e para muitos, mas a sua influência vai além da quadra, sempre foi um exemplo para todo o mundo, pela postura e pela mentalidade que ela sempre apresentou, além da forma como sempre tentou elevar o basquete e o esporte português.

Infelizmente não foi dada a devida continuidade, não se trabalhou na base como se devia ter feito e ter uma das melhores jogadoras do mundo e de sempre acabou por não ter o efeito que devia ter no basquete português. Faltou fazer muito e tirar mais de ter uma jogadora como a Ticha, mas entre os fãs, muita coisa mudou devido à Ticha.

A Ticha além da WNBA encantou pela Europa. Polônia, Itália, Rússia, França, Turquia e ainda mais, a Ticha espalhou magia por toda esta Europa e por isso a Ticha já dá o mote para novos textos aqui, onde vou falar de várias ligas que estão em alta por esta Europa de basquete.

Ticha Penicheiro, passou por diversos clubes na Europa, não ficando só em Portugal.
Ticha Penicheiro, em quadra pelo Galatasaray. Foto: Divulgação

Por esta semana é tudo, espero que tenham gostado deste texto mais pessoal, deste texto que falo de alguém que é uma das maiores referências do basquete mundial e que no meu caso me ajudou a entrar e a me apaixonar por este esporte lindo.

O Área Restritiva está no YouTube, conheça o nosso canae se inscreva.

Um grupo para discutir Basquete, como se estivesse em um bar? Conheça o Bar do Área!

Fique por dentro do que está acontecendo no Área em nossas redes sociais; marcamos presença no FacebookInstagram e no Twitter. Ah! Também estamos no Catarse, aqui você conhece todo o projeto do Área Restritiva.

Leia mais!

Deixe sua opinião

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe!

Se inscreva!

últimas publicações